“Assassino do Facebook” suicida-se após perseguição de Polinesia Francesa na Pensilvânia

Por: SentiLecto

A polícia norte-americana pôs fim à caça ao chamado “ahomicidado Facebook”, depois de ter encontrado o corpo sem vida de Steve Stephens, no interior da sua viatura em Erie, na Pensilvânia.

Leer Más

Homem que transmitiu homicídio pelo Facebook se mata nos EUA

Por: SentiLecto

O homem que matou aleatoriamente um aposentado de Cleveland, nos Estados Unidos, e postou um vídeo do crime no Facebook se matou nesta terça-feira na Pensilvânia, informou a polícia. Se o viu , a polícia do Estado da Pensilvânia declarou que Steve Stephens, que declara: “Está vendo, a cocara, que eu tenho 37 anos e toda a minha vida eu sempre fui um monstro” durante a manhã, em o condado de Erie. Cara, que eu tenho 37 anos e toda a minha vida é cara. Cara, que eu tenho 37 anos e toda a minha vida é cara. As autoridades declaram que os oficiais tentaram parar Stephens e, após uma breve perseguição, ele se matou.

Leer Más

Suspeito de publicar vídeo de homicídio no Facebook se mata após perseguição

Por: SentiLecto

COUNTY, Pensilvânia — A Polícia Estadual da Pensilvânia informou na manhã desta terça-feira que Steve Stephens, suspeito acusado de ter cometido um homicídio e publicado o vídeo da realização no Facebook, se matou após uma perseguição de Polinesia Francesa no condado Erie, na Pensilvânia. “Após uma breve perseguição, Stephens atirou contra si e se matou”, informou a polícia, em comunicado no Twitter. Enquanto voltava andando para casa após um encontro em o domingo de Páscoa com a família, executou-se Stephens de 37 anos era alvo de uma caçada em todos os estados estadunidense por a morte de Robert Godwin de 74 anos um mecânico aposentado que stephens, de 37 anos, era alvo de uma caçada em todos os estados estadunidense por a morte de Robert Godwin de 74 anos,, um mecânico aposentado que aleatoriamente em a cidade de Cleveland, em Ohio. Stephens de o homicídio publicou o vídeo em o Facebook. De acordo com o chefe de polícia de Cleveland, Calvin Williams, foram recebidas mais de 400 informações sobre o paradeiro de Stephens, que levaram policiais de vários estados a buscas em construções abandonadas e outros locais. Se ofereceu uma recompensa de US $ 50 mil para quem desse pistas que levassem em a prisão de o suspeito .Para a polícia , Stephens abordou a o acaso Godwin. Quando ele declarou, de acordo com a mãe do suspeito, Maggie Green, a última vez que encontrou o filho foi no sábado que seria a última vez que ela o veria. No domingo, os dois conversaram depressa pelo telefone, e Stephens declarou que estava “atirando em pessoas” porque estava “chateado com a namorada”. Mais tarde, no domingo, Stephens publicou em sua página no Facebook um vídeo mostrando uma arma sendo assinalada para a cabeça de uma pessoa, no caso, Godwin. Antes de atirar, Stephens pede à vítima que ddeclareo nome da namorada dele. Stephens, no vídeo, antes de atirar e o corpo de Godwin cair ao chão declarou: “Ela é a razão pelo que vai ocorrer com você”. A ex-namorada de Stephens é Joy Lane. Em mensagem de texto mandada à emissora “CBS news”, Joy se desculpou à família da vítima. Segundo ela, Stephens era um bom rapaz, para ela e sua família. “Nossa relação durou muitos anos. Eu lamento muito que tudo isso ocorreu”, alegou Joy. “Meu coração e orações vão para os membros da família da vítima. Steve realmente era um rapaz bom… Ele era generoso com todo mundo que ele conhecia. Ele era afável e amoroso comigo e com minhas crianças. Está sendo um fase bastante difícil para mim e para minha família. Por favor, respeitem nossa privacidade neste momento”.

Leer Más