JBS foi um dos negócios mais bem bolados do BNDES, declara chefe do banco

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Friboi jbs

Paulo Rabello de Castro alegou nesta sexta que o suporte na JBS “foi um dos negócios mais bem bolados e bem sucedidos” do BNDESPar, o braço de participações da instituição, que detém %21,3 das ações da empresa. Paulo Rabello de Castro é o presidente do BNDES.

Jbs s.a. é uma companhia de Brasil de Goiás, fundada em 1953.

Leer Más

Relator de novo juro do BNDES está do lado do governo, declara secretário

Por: SentiLecto

O relator da MP que vai estabelecer a nova TLP está do lado do governo, alegou Fabio Kanczuk em conferência com clientes do Credit Suisse. Fabio Kanczuk é o secretário de Política Econômica do ministério da Fazenda.

Leer Más

Meirelles defende novo juro do BNDES e declara que falará com chefe do banco

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – By Carlos Barretta stk 001068 (7310177286)

Um dia após desavenças em torno da nova taxa de juros para os empréstimos do BNDES terem estimulado os pedidos de demissão de dois diretores do banco, Henrique Meirelles defendeu neste sábado a criação da TLP . Henrique Meirelles é o ministro da Fazenda.

Henrique de Campos Meirelles é um executivo da área financeira com sólida carreira internacional.

Leer Más

Dólar cai 0,60% mesmo com forte geração de emprego nos EUA

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Petrobrasbolivia2006

– O dólar comercial perde força mesmo com a criação mais forte e empregos nos Estados Unidos. A moeda de Americade America registra desvalorização de 0,60% ante o real, cotada a R$ 3,281, indo na contramão do mercado mundial. Já o Ibovespa, principal índice de ações da B3 recua 0,23%, aos 62.321 pontos. Pela manhã, os Estados Unidos anunciaram que a criação de vagas em junho ficou em 222 mil novos postos de trabalho, bem acima dos 179 mil esperados. O dado menciona um maior aquecimento da economia de America e faz a divisa ganhar força em escala mundial. O “dollar index” mostra elevação de 0,31%. Jefferson Luiz Rugik, analista da Correparti Corretora de Câmbio avaliou: “Mesmo com o payroll vindo acima das expectativas, o dólar aqui passou a cair em função do ampliação na taxa de desemprego estadunidense, que subiu para 4,4%, contra uma previsão de 4,3%”. No Brasil, no entanto, prevale fatores interno. A deflação de 0,26% em junho, segundo o IPCA do mês, faz as taxas futuras de juros de vencimentos mais curtos caírem, com a expectativa de que o Banco Central possa ser mais agressivo em seu processo de corte da Selic. Se negoceia os com vencimento em janeiro de 2018 a %8,775, ante %8,805 de o encerramento de ontem. Em 2 anos, o vencimento passou de %8,76 para %8,74. Junto a esse movimento, o dólar perde força internamente. Em meio aos indicadores econômicos, os investidores seguem de olho no cenário político. Um dos focos de atenção é com a Câmara dos Deputados, que irá votar a rejeição ou não da acusação da Procuradoria Geral da República contra o presidente Michel Temer. BOLSA CAI COM PETRÓLEO No segmento de ações da B3, as ações da Petrobras recuam e puxam o índice para baixo. O motivo é mais um tombo no custo do petróleo, após uma leve recuperação no começo da semana. — O petróleo está caindo bem e a Petrobras acompanha. As notícias de produção mais forte do petróleo, expansão do shale gas e montadoras se voltando para os carros elétricos pressionam o óleo e levam para o negativo. Com isso, a Petrobras vai junto — explicou Luis Gustavo Pereira, estrategista chefe da Guide Investimentos. As preferenciais caem 2,13%, cotadas a R$ 11,91, e as ordinárias têm desvalorização ainda maior, de 2,70%, a R$ 12,58, seguindo o mercado externo do petróleo. O barril do espécie Brent recua 3,22%, a US$ 46,56. Depois de dispararem na quinta-feira com o projeto de reforma do setor elétrico, os papéis da Eletrobras têm menos fôlego no atual pregão, mas ainda operam em alta. As PNs registram leve valorização de 0,78% e as ONs sobem 2,08%. E mesmo com a perspectiva de uma queda de juros mais forte, os bancos operam em terreno negativo. As preferenciais do Itaú Unibanco e do Bradesco caem, respectivamente, 0,87% e 0,25%. Já os papéis do Banco do Brasil caem 0,92%.

– A menor aversão ao risco em escala mundial e um cenário político com ausência de novidades contribuem para que o dólar comercial perca valor e os negócios com ações operem em terreno positivo. A moeda de America cedia 0,21% ante o real, cotada a R$ 3,307. Já o Ibovespa, principal índice do mercado acionário da B3 tem alta de 0,33%, aos 63.110 pontos. Contribuem para esse cenário positivo no exterior a divulgação de dados econômicos na China. Faz 2 meses, o PMI de o setor industrial ficou em 50,4 pontos, ante 49,6 pontos em o levantamento de maio. Entretanto, Guilherme França Equelbek recorda que o feriado nos Estados Unidos na terça-feira pode pressionar os negócios internamente. Guilherme França Equelbek é analista da Correparti Corretora de Câmbio. , a analistas. avaliou: “Teremos que ter uma sessão de dólar pressionado, acompanhando a performance externa, recordando que o feriado amanhã de America deverá restringi a liquidez em nosso mercado”. No exterior, o dólar ganhar força. O “dollar index”, que mede a conduta da divisa frente a uma cesta de dez moedas, progride 0,59%. Na B3, a performance sustenta a alta de o Ibovespa de as ações de a Vale. As preferenciais registram alta de 2,08% e as ordinárias sobem 2,20%. Os papéis da Petrobras até começaram os negócios em alta, mas as PNs começaram a cair. O recuo é de 0,56%, cotadas a R$ 12,30. Já as ONs têm alta de 0,53%, a R$ 13,27. No exterior, o petróleo tem alta de 1,27%, com o barril do espécie Brent cotada a US$ 49,39. Apesar da aparente calmaria, os investidores seguem de olho no cenário político e os sinais de recuperação da economia. O boletim Focus, do Banco Central, as projeções do Produto Interno Bruto passou de 2,10% para 2%. , em relatório, os analistas da Socopa Corretora avaliou: “Sem uma definição clara sobre o andamento das reformas da economia, em meio ao cenário político turbulento que o país cruza, o mercado revisou, para baixo, as projeções para o crescimento da economia no próximo ano”.As ações da Petrobras progrediram, com ajuste no custo da gasolina e anúncio de acordo com a de China CNPC para concluir as obras do Comperj. As ações preferenciais ganharam 0,56%, a R$ 12,43, enquanto as ordinárias subiram 0,30%, para R$ 13,32.tempere como os gaúchos

Leer Más

Em domo do G20, presidente chino defende economia mundial aberta

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Xinhua News Agency

Xi Jinping pediu nesta sexta-feira que os membros do G20 defendam uma economia mundial aberta, fortalecendo a coordenação de políticas macroeconômicas e prevenção de riscos em mercados financeiros, informou a agência de noXi Jinping pediu nesta sexta-feira que os membros do G20 defendam uma economia mundial aberta, fortalecendo a coordenação de políticas macroeconômicas e prevenção de riscos em mercados financeiros, informou a agência de notícias estatal Xinhua. Xi Jinping é o presidente de China. Xi Jinping é o presidente de China.

Depois disso, os dois líderes irão se permitir um momento de “diplomacia do panda” clássica, inaugurando um complexo chinês de 10 milhões de dólares no Zoológico de Berlim para Meng Meng e Jiao Qing, dois pandas gigantes que a China está emprestando à Alemanha como sinal de amizade.

Leer Más