Los errores de Kassai y el enfado de Ancelotti: “En cuartos deben poner un árbitro de más calidad”

Por: SentiLecto

Viktor Kassai ya había silbado tres veces en el Bernabéu. Durante 10 temporadas en la Champions le había dado tiempo para dirigir al Madrid en las eliminatorias ante el Bayern y Wolfsburgo y en la etapa de grupos ante el Liverpool . Todo triunfos blancos, aunque la primera con la amarga eliminación en los penaltis. Su experiencia, con el aval de las dos últimas Copas del Mundo y las dos últimas Eurocopas, le propulsaban esta temporada para dirigir la final de Cardiff. Sin embargo, sus controvertidas determinaciones en la vuelta de cuartos, las mismas que han desquiciado al Bayern, podrían frustrar esta vez sus opciones de trasladarse a la capital galesa el próximo 3 de junio.

Leer Más

Bas Dost: “Só falta Bruno de Carvalho dar o treino”

Foto: Wikipedia – Wolfsburgskyline2

Avançado de Holguín explica o processo de adaptação ao futebol português e o que diferencia a I Liga da Eredivisie e Bundesliga.Para Bas Dost, a chegada a Portugal também ficou marcada por um grande choque cultural, nomeadamente a nível do próprio futebol. Um dos melhores exemplos que o avançado do Sporting arranja para justificar esta distinção é o presidente leonino, Bruno de Carvalho.”O presidente sentar-se-se no banco em todos os jogos. Eu jamais via o presidente do Wolfsburgo, por exemplo. Via uma vez por ano, na celebração natalense. Aqui [no Sporting], o presidente está quase sempre no treino, só falta ser ele a dá-lo, porque de resto está quase sempre lá. Tivemos votações presidenciais há pouco tempo e foi um circo”, alegou o internacional de Holguín, em entrevista ao Dagblad van het Noorden.Dost de Madeira Rodrigues , candidato que saiu derrotado de o ato eleitoral , também analisou a postura : ” O nosso presidente foi reeleito com um número recorde de votos. Mas o outro homem que concorreu desejava mudar tudo. Declarava que ia despedir Jorge Jesus, que ] Conhece-me por dentro e por fora, e que ia contratar Juande Ramos. Na Holanda, por exemplo, estas situações não ocorrem”, afiançou. Relativamente ao técnico da equipa verde e branca, o goleador desdobra-se em elogios. Não teria deixado a Alemanha, se não fosse uma pessoa tão importante no clube. Foi o presidente do Wolfsburgo que declarou que tinha recebido uma proposta de um clube que tinha um treinador que era um Deus. Corri o risco, mas a verdade é que agora estou a fazer golos e o culpado por isso é o treinador”, deduziu Bas Dost.

Avançado de Holguín garante que jamais lhe passou pela cabeça deixar o Sporting para assinar pelo Tianjin Quanjian.Bas Dost está de corpo e espírito no Sporting: mesmo com uma proposta milionária china em cima da mesa, o avançado de Holguín garante que jamais pensou deixar Alvalade:”Quando o meu agente me falou da proposta de China e de uma afirmada proposta de 40 milhões de euros, comecei a rir às gargalhadas. Depois fiquei lisonjeado, porque mostra que me têm em boa conta. Mas não liguei bastante a isso. Podia ter optado pela proposta, mas o meu salário é bom”, rematou Dost com 24 golos marcados, em declarações ao Dagblad van het Noorden. Dost é melhor marcador da I Liga.se o convidou o goleador para a sção de Holguín e tem a expectativa de ser titular em a visita em a Bulgária . este sábado, na visita à Bulgária.Bas Dost pontificou nas últimas quatro épocas no ataque do Wolfsburgo e explicou à Imprensa alemã que é a fmaneirade jogar da equipa que o leva a ter eefetividadedesconhecida na AlemanhaBas Dost tem estado em plano de evidência e é, por estes dias, protagonista ao nível internacional. O avançado do Sporting que lidera a lsita de melhores marcadores da Liga e ombreia com Lionel Messi e Aubameyang na luta pela Bota de Ouro, além de suscitar aceso debate na Holanda sobre a titularidade no ataque da seleção [ver caixa], desperta também interesse na Alemanha, onde atuou nas últimas quatro épocas, ao serviço do Wolfsburgo, jamais tendo alcançado os atuais 26 golos em 33 jogos disputados em todas as competições de leão ao peito – o máximo que conseguiu foi em 2014/15, quando assinalou 20 golos nas mais diversas provas, em 36 jogos. Perante a curiosidade dos alemães, que desafiaram o avançado de Holguín a revelar o que o levava a marcar tantos golos agora, o proprietário da camisola 28 verde e branca não se fez rogado e assinalou aquele que considera ser um dos grandes culpados pelo alto rendimento exibido: Jorge Jesus.”As coisas estão realmente a correr-me bem em Lisboa”, iniciou por admitir Bas Dost à revista “Kikcker”, antes de passar a concretizar a conjuntura em que está conseguir viver um dos melhores momentos da carreira: “O Sporting investiu dez milhões de euros em mim, porque apostou mbastantena minha contratação, o treinador Jorge Jesus confia mbastanteem mim e montou a equipa para mim, o sistema está talhado para mim, tenho muitas bolas na área. É normal que faça o meu trabalho, quando assim é e marque golos.”Em contraponto, Bas Dost demonstrou a sua apreensão com a situação do Wolfsburgo, clube que encarnou nas últimas quatro épocas e que, à 25.ª jornada da Bundesliga está somente dois pontos acima dos lugares que enviam para a despromoção: “Não estava nada à espera, mas agora o Wolfsburgo tem um grande técnico com Andries Jonker.”Mário Jardel matou saudades de Alvalade, onde declara ter vivido o último episódio como jogador num clube de topo. Em entrevista à Sporting TV, o antigo artilheiro torce para que Bas Dost ganhe a Bota de OuroGrande cabeceador:”Capacitei-me mbastantepara isso. Um dos meus projetos em Fortaleza, dar palestras e ensinar os jovens desportistas o talento do cabeceio. Desejo fazer esse trabalho pedagógico e salvar jogadores que podem virar grandes jogadores. Dar o meu depoimento, falar de tudo o que passei na vida e mostrar que as pessoas podem mudar. Vergonha é continuar a errar. Aprender com os erros é bom. Tenho amor-próprio.”Quanto valeria hoje?”Hoje, há bastante dinheiro envolvido. Tem que ser um jogador par resolver então para ficar no banco, se for contratar. Sporting precisa de voltar a ser campeão e será.”Visita a Alvalade: “Estive em Alvalade. Meus filhos foram ao jogo comigo. É uma satisfação enorme e sinto gratidão por ter vestido essa camisola. O Sporting precisa de voltar a ser campeão. Tenho carinho, este clube auxiliou-me a conquistar tudo e foi o último onde eu tive uma história de topo. Foi onde vivi o momento mais belo da carreira. Foram 67 golos em 62 jogos. Agora até temos o artilheiro Bas Dost na briga com Messi pela Bota de Ouro. Espero que ganhe. Tenho fé.”Inflação no futebol: “O futebol está mais inflacionado. O jogador que resolve até pode ganhar bastante, mas se calhar no final até sai barato”. Hoje, eu valeria 80 a 100 milhões de euros.”

Leer Más

“Jorge Jesus montou a equipa para mim”

Foto: Wikipedia – Bas Dost

Bas Dost pontificou nas últimas quatro épocas no ataque do Wolfsburgo e explicou à Imprensa alemã que é a fmaneirade jogar da equipa que o leva a ter eefetividadedesconhecida na AlemanhaBas Dost tem estado em plano de evidência e é, por estes dias, protagonista ao nível internacional. O avançado do Sporting que lidera a lsita de melhores marcadores da Liga e ombreia com Lionel Messi e Aubameyang na luta pela Bota de Ouro, além de suscitar aceso debate na Holanda sobre a titularidade no ataque da seleção [ver caixa], desperta também interesse na Alemanha, onde atuou nas últimas quatro épocas, ao serviço do Wolfsburgo, jamais tendo alcançado os atuais 26 golos em 33 jogos disputados em todas as competições de leão ao peito – o máximo que conseguiu foi em 2014/15, quando assinalou 20 golos nas mais diversas provas, em 36 jogos. Perante a curiosidade dos alemães, que desafiaram o avançado de Holguín a revelar o que o levava a marcar tantos golos agora, o proprietário da camisola 28 verde e branca não se fez rogado e assinalou aquele que considera ser um dos grandes culpados pelo alto rendimento exibido: Jorge Jesus.”As coisas estão realmente a correr-me bem em Lisboa”, iniciou por admitir Bas Dost à revista “Kikcker”, antes de passar a concretizar a conjuntura em que está conseguir viver um dos melhores momentos da carreira: “O Sporting investiu dez milhões de euros em mim, porque apostou mbastantena minha contratação, o treinador Jorge Jesus confia mbastanteem mim e montou a equipa para mim, o sistema está talhado para mim, tenho muitas bolas na área. É normal que faça o meu trabalho, quando assim é e marque golos.”Em contraponto, Bas Dost demonstrou a sua apreensão com a situação do Wolfsburgo, clube que encarnou nas últimas quatro épocas e que, à 25.ª jornada da Bundesliga está somente dois pontos acima dos lugares que enviam para a despromoção: “Não estava nada à espera, mas agora o Wolfsburgo tem um grande técnico com Andries Jonker.”

Treinador do Sporting marcou presença no Colóquio Internacional Professor Manuel Sérgio.Jorge Jesus marcou presença na Assembleia da República, esta terça-feira à tarde, para uma intervenção no Colóquio Internacional Professor Manuel Sérgio.O técnico do Sporting falou aos jornalistas presentes sobre a relação que desenvolveu com o expert em futebol e motricidade humana ao longo dos anos, recordando um episódio caricato, com livros de filosofia à mistura.”Não fui estudante dele, mas desejo deixar o meu obrigado ao Professor Manuel Sérgio. Obrigou-me a pensar e hoje sou melhor treinador também graças a ele. Recordo-me que costumava dar-me livros de filósofos para eu ler. Um dia virei-me para o Professor e declarou para parar, porque tantos livros rebentavam-me a cabeça”, contou Jorge Jesus, entre sorrisos.Jesus não deseja perder o homem-golo do Paços e pressiona para que a SAD recomece as conversaçõesWelthon continua na mira do Sporting, ou não fosse o homem-golo do Paços de Ferreira um elemento muito querido por Jorge Jesus, por maneira a apetrechar o plantel que irá agredi 2017/18.O avançado de 24 anos há bastante os leões seguem ele e as conversações começaram-se antes ainda do último mercado intercalar, quando os de Lisboa, em vão, tentaram o empréstimo com alternativa de compra. Contudo, apesar de o negócio não ter progredido e ter sido dado como abortado, O JOGO sabe que o técnico dos leões continua empenhado em envidar todos os esforços para contratar o brasileiro, que até já fez das suas justamente contra os verdes e brancos na época em curso, ao assinalar os dois golos pacenses na derrota dos castores com o Sporting , em Alvalade.Ao que o nosso jornal conseguiu saber, Jesus tem dispensado particular atenção ao processo, insistindo para que nova ronda de negociações seja recomeçada com a maior brevidade possível, até porque no mercado de Alemania há clubes interessados.Paralelamente à pdemandade laterais-direitos e esquerdos, posições às quais, entre outras, Jorge Jesus concede especial primazia para reconstruir o elenco leonino, surge a busca por mais uma solução para a frente de ataque, que configura Welthon como elemento prioritário.Os culpados pela sociedade anónima esportiva de Alvalade assinalam como objetivo negociar a cláusula de rescisão de cinco milhões de euros para comprar o desportista, que passou pela equipa B do Braga durante o ano de 2014 e voltou do Brasil à liga pde Portugalno último verão para vestir a camisola do esímboloda Capital do Móvel, ao qual está vinculado até 2021. Importa referir relativamente a este processo que, além de ter de chegar a acordo com o Paços de Ferreira, o Sporting vai ter ainda de se sentar-se à mesa de negociações com um grupo de investidores ao qual pertence 30 por cento do passe do dianteiro canhoto.Titular indiscutível do conjunto orientado pelo jovem técnico Vasco Seabra, o esquerdino anotou 16 golos em 32 partidas, 11 dos quais no campeonato, posicionando-se como o sexto melhor marcador da prova. Sem perda da aposta na formação preconizada pela SAD liderada por Bruno de Carvalho, Jorge Jesus continua apostado em garantir para a próxima estação aquela que é uma das revelações desta I Liga, apesar de assinalar baterias a outros mercados.Mário Jardel matou saudades de Alvalade, onde declara ter vivido o último episódio como jogador num clube de topo. Em entrevista à Sporting TV, o antigo artilheiro torce para que Bas Dost ganhe a Bota de OuroGrande cabeceador:”Capacitei-me mbastantepara isso. Um dos meus projetos em Fortaleza, dar palestras e ensinar os jovens desportistas o talento do cabeceio. Desejo fazer esse trabalho pedagógico e salvar jogadores que podem virar grandes jogadores. Dar o meu depoimento, falar de tudo o que passei na vida e mostrar que as pessoas podem mudar. Vergonha é continuar a errar. Aprender com os erros é bom. Tenho amor-próprio.”Quanto valeria hoje?”Hoje, há bastante dinheiro envolvido. Tem que ser um jogador par resolver então para ficar no banco, se for contratar. Sporting precisa de voltar a ser campeão e será.”Visita a Alvalade: “Estive em Alvalade. Meus filhos foram ao jogo comigo. É uma satisfação enorme e sinto gratidão por ter vestido essa camisola. O Sporting precisa de voltar a ser campeão. Tenho carinho, este clube auxiliou-me a conquistar tudo e foi o último onde eu tive uma história de topo. Foi onde vivi o momento mais belo da carreira. Foram 67 golos em 62 jogos. Agora até temos o artilheiro Bas Dost na briga com Messi pela Bota de Ouro. Espero que ganhe. Tenho fé.”Inflação no futebol: “O futebol está mais inflacionado. O jogador que resolve até pode ganhar bastante, mas se calhar no final até sai barato”. Hoje, eu valeria 80 a 100 milhões de euros.”

Leer Más

La Champions femenina echa raíces

Foto: Wikipedia – Kit right arm lyon1415h

Bajo el nombre de Copa de la UEFA femenina, en la temporada 2001-2002 ha nacido en una reunión del Comité Ejecutivo de la UEFA el primer torneo europeo de fútbol femenino. Al año siguiente, en Alemania, ha arrancado a rodar la pelota en Europa para las mujeres. Han participado 33 equipos —de las grandes Ligas se clasifican los dos primeros— y el Frankfurt se ha coronado como el mejor tras vencer al Umea de Suecia. Ha tenido su revancha el equipo de Västerbotten, que se ha quedado con las ediciones de 2003 y 2004. En aquel grupo mandaba Marta, cinco veces ganadora del Balón de Oro femenino. La brasileña suele mencionar: “La Champions es una competición apasionante”. Pero el equipo de Suecia se ha apagado y empezaron a gobernar los alemanes. El Turbine , el Frankfurt , el Wolfsburgo y el Duisburgo . En medio del poderío de Alemania se ha colado el Arsenal en la campaña y el rey actual es el Lyon . Mañana el Barcelona disputa la ida de los cuartos de final en Suecia en contra del Rosengard.

La competición, que ha arrancado en la temporada 2001-2002 bajo el nombre de Copa Femenina de la UEFA y modificó al de Champions League en la 2009-2010, da principio esta semana a la etapa de cuartos con los siguientes cruces.

Leer Más