8 dicas para evitar compartilhar dados pessoais na internet sem perceber

Por: SentiLecto

Estes são links externos e vão abrir numa nova janela

Houve um tempo em que a internet era associada ao anonimato. Agora, está comprovado que é justamente onde se pode mais encontrar dados sobre nós.

O escândalo envolvendo a consultoria Cambridge Analytica e o Facebook foi o mais recente a mostrar o quão importante é a informação que publicamos online.

A Cubeyou ” You Are What You Like ” instituiu a página em parceria com o Departamento de Psicometria da Universidade de Cambridge.

Nossos dados não só podem ser utilizados para nos roubar dinheiro do banco, mas também para influir o que adquirimo, para onde viajamos, onde comemos e talvez até mesmo em quem votamos.

A seguir, conheça oito maneiras de evitar compartilhar na internet uma informação que só você teria que saber.

Uma maneira simples de hackers, agências de espionagem e outros obterem sua informação pessoal é por meio do seu email.

Ali estão seus contatos, o que você tem feito e a informação compartilhada com outras pessoas.

Para saber se seu email está comprometido ou não, é simples: coloque seu email no site Haveibeenpwned.com.*

Esse serviço tem em sua base de dados todas as contas de email que foram comprometidas em companhias como como Adobe, Stratfor, Gawker, Pixel Federation, Yahoo!, Sony e Vodafone.

Em caso positivo, o site te oferece três passos seguintes: mudar sua senha, adicionar um outro modo de autenticação e receber um aviso caso haja um novo vazamento de contas de email, para que você fique alerta.

Há ferramentas, como as conexões Bluetooth e Airdrop, que permitem mandar e receber arquivos para e de pessoas que se encontram ao seu redor, ainda que você não as conheça.

Garanta, se você está com elas ativadas que só pode receber arquivos com sua aprovação ou as desative por inteiro. Assim, você diminui o risco de receber um vírus que comprometa seus dados.

Talvez você já saiba que, quanto mais consultas faz em um site de uma companhia aérea ou em um comparador de custos de passagem, mais caras elas ficam. É o chamado custo personalizado. As companhias detectam seu interesse e se aproveitam disso.

O Facebook deu começo àoiinquéritodepois de uma reportagem da CNBC, canal de notícias ade America sobre um quiz de personalidade chamado “You Are What You Like” .

Para evitar, utilize o modo de navegação anônimo e em diferentes aparelhos para comprovar que os valores não estão ampliando.

Ela foi sem dúvida hackeada, como a própria companhia reconheceu no ano passado, se você tinha uma conta no Yahoo em 2013.

Por isso, ainda que ela não seja mais importante e você não a utilize mais, garanta que ela está segura mudando a senha e ativando diferentes maneiras de autenticação.

Experts recomendam que, ao menos uma vez por ano, você faça uma limpeza em seu celular e em sua conta do Facebook.

Assim, você suprime aplicativos que não utiliza mais e que continuam a coletar seus dados sem motivo.

O mesmo vale para amigos e contatos na rede social com quem você não fala mais. Eles não precisam ter acesso às sua informações.

É uma resolução sua, se você permite que um aplicativo tenha acesso a suas fotografias ou localização, mas proteja seus amigos.

Deixar que um programa veja o que está na sua lista de contatos deixa vulnereáveis os amigos que estão ali. Recorde-se que foi assim que a Cambridge Analytica conseguiu milhões de dados sem o conhecimento dos usuários do Facebook.

Cuide também das informações e dados sobre seus filhos. Faça isso de maneira privada, quando compartilhar uma fotografia deles. Se o fizer publicamente, o Google encontrará – e o que está no Google está no escopo de todo mundo.

Pode parecer óbvio, mas muitas vezes menosprezamo o que a internet sabe sobre nós e que não nos protegemos suficientemente.

A BBC não é culpada pelo conteúdo de páginas externas.

Fonte: BBCBrasil-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>8 dicas para evitar compartilhar dados pessoais na internet sem perceber
>>>>>Usuários do Facebook serão avisados nesta segunda se tiveram dados usados por Cambridge Analytica – April 09, 2018 (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>Facebook diz que Cambridge Analytica coletou indevidamente dados de 87 milhões de usuários – April 04, 2018 (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>Busca por telefone e email foi usada para coletar dados de perfis por anos, revela Facebook – April 05, 2018 (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>’Perfis e notícias falsas deveriam ser banidos das redes sociais’, diz Orkut – (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>Mark Zuckerberg deve continuar à frente do Facebook? Ante críticas, ele diz que sim – (BBCBrasil-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 você 0 0 NONE 14 você: 13, te: 1
2 eu 25 0 NONE 11 (tacit) eu: 11
3 nós 20 30 NONE 10 nos: 2, nós: 1, (tacit) nós: 7
4 informação 0 0 NONE 5 a informação compartilhada: 1, uma informação: 1, a informação: 2, sua informação pessoal: 1
5 amigos 320 0 NONE 4 amigos: 1, os amigos: 2, seus amigos: 1
6 Google 0 0 ORGANIZATION 4 o Google: 2, (tacit) ele/ela (referent: o Google): 2
7 a internet 0 0 OTHER 3 (tacit) ele/ela (referent: a internet): 1, a internet: 2
8 dados 0 0 NONE 3 dados: 1, seus dados: 1, Nossos dados: 1
9 email 0 0 NONE 3 seu email: 2, email: 1
10 pessoas 0 0 NONE 3 pessoas: 2, outras pessoas: 1