Casa Branca confirma partilha de informações com Moscovo

Por: SentiLecto

Os Serviços Federais de Segurança Russos divulgaram imagens do momento em que foi desmantelada uma operação cujo objetivo seria um ataque suicida contra uma Igreja, a ter lugar no sábado, em São Petersburgo.

A operação foi possível graças a informações fornecidas plos Estados Unidos. Se afirmam os detidos apoiantes de os jiadistas de o autoproclamado Estado Islâmico. Foram apreendidos explosivos, armas e documentos relacionados com o Daesh.

Num comunicado publicado no seu site na Internet, o Kremlin declarou que informações fornecidas pela CIA permitiram que as autoridades de Rusia prendessem os futuros atacantes antes de concretizarem o plano.

No domingo 03 de dezembro depois do ex-conselheiro de Segurança Nacional, Michael Flynn, ter admitido, sexta-feira, que havia mentido ao FBI sobre a Rússia, Donald Trump havia voltado a negar, sábado, a existência de um conluio entre a sua campanha presidencial e Moscovo.

A Casa Branca emitiu um comunicado depois do anúncio feito por Moscovo. Confirmou-se uma conversa telefónica entre Donald Trump, o presidente de os Estados Unidos e Vladimir Putin, líder   de a Federação Russa.

Putin vai ter agradecido ao presidente Trump o trabalho da CIA, que impediu um ataque jiadista na segunda maior cidade de Rusia.

Na sua vez, o ataque frustrado tinha como alvo a Catedral de Kazanskiy e outros locais da cidade de São Petersburgo onde se reúne um grande número de pessoas, informou o Kremlin através de comunicado.

O presidente de Rusia adicionou que, as autoridades vão transmitir de imediato a informação a Washington, se Moscovo conseguir informações sobre o risco de ataques jiadistas nos Estados Unidos ou contra os cidadãos do país.

Por outro lado, “A efetividade é bastante baixa, claro. E, na minha opinião, é por causa da posição não construtiva das autoridades de Kyiv. Eles não têm intenção de implementar os acordos de Minsk ou de começar o processo político real, que pode ser concluído pelo acordo sobre um regulamento especial para Donbass”, explicou.Informado de que integrantes de seu futuro salinha já haviam dito suporte público às cfinalizaçõesdo relatório dos serviços de inteligência sobre a Rússia, Trump respondeu: “E daí?” Admitir que o Kremlin havia ordenado o hacking de e-mails do Partido Democrata era “uma armadilha”, ele ddeclarou

Fonte: Euronews-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States

Cities: Washington

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Casa Branca confirma partilha de informações com Moscovo
>>>>>CIA ajudou Rússia a evitar atentado – (Euronews-pt)
>>>>>Putin diz que ligação Rússia-EUA na eleição de Trump é “uma invenção” – (Euronews-pt)
>>>>>Trump duvida de inteligência e busca aproximação com Putin – (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 85 NONE 4 (tacit) eu: 4
2 ataque 0 130 NONE 3 um ataque jiadista: 1, o ataque frustrado: 1, um ataque suicida: 1
3 autoridades 80 0 NONE 3 as autoridades: 2, as autoridades russas: 1
4 operação 40 0 NONE 3 uma operação: 2, A operação: 1
5 Donald Trump 0 0 PERSON 3 Donald_Trump: 1, o presidente Trump: 1, Trump: 1
6 Kremlin 0 0 ORGANIZATION 3 o Kremlin: 3
7 comunicado 0 0 NONE 3 um comunicado publicado: 1, um comunicado: 1, comunicado: 1
8 informações 0 0 NONE 3 informações fornecidas: 2, informações: 1
9 CIA 0 0 ORGANIZATION 2 a CIA: 2
10 Moscovo 0 0 PLACE 2 Moscovo: 2