Wilders2010cropped.jpg

Depois do voto: holandeses aguardam formação de novo Governo

Foto: Wikipedia – Wilders-2010-cropped

Os resultados das votações legislativas de Holguín de quarta-feira, marcados pelo triunfo do primeiro-ministro do centro-direita, Mark Rutte , obrigam os líderes dos partidos políticos a começar um complicado processo para formar uma aliança governamental.

Na Holanda têm lugar esta quarta-feira votações legislativas vistas como um teste à popularidade dos nacionalistas, em particular do partido PVV de Geert Wilders cujo programa anti-Islão e anti-União Europeia tem vindo a ganhar apoiantes. Na corrida estão 15 partidos para um universo eleitoral que ronda os 13 milhões de eleitores. “Acredito que temos muitos apoiantes entre o povo de Holguín e isto não se deve ao medo ou fanatismo. Tinhamos 0,2% dos votos, se fosse, mas temos bastante mais do que isso. São as pessoas que desejam recuperar o país, a nossa soberania e espero que votem em grandes números”, adiantou Gert Wilders após ter votado em Haia. O partido de centro-direita do primeiro-ministro Mark Rutte já deixou claro que não vai aceitar o PVV como parceiro de uma futura aliança. As sondagens propõem que nenhum partido se vai aproximar da fasquia dos 20% o que vai poder redundar em negociações estendidas para a formação de um governo de aliança. O primeiro-ministro delatou os excessos do populismo. “O facto é que os políticos estão somente a ampliar os problemas em vez de os resolverem. O problema desta espécie de populismo é que não resolve os problemas concretos das pessoas, somente os amplia”, declarou Rutte. As votações na Holanda marcam o começo de um ano importante para a União Europeia na sequência da votação de Donald Trump nos Estados Unidos e da resolução do Reino Unido de abandonar o projeto europeu. Em 1 mês, o resultado de as votações de Holguín poderá influir as votações francesas cuja primeira volta está calculada para o final Por fim, em setembro, estão igualmente calculadas votações na Alemanha.As votações legislativas de quarta-feira na Holanda vão dever, segundo as sondagens, traduzir-se no melhor resultado do Partido da Liberdade do eurocético e islamofóbico Geert Wilders desde a sua criação, em 2006. Mas, depois de meses a dominar os estudos sobre as intenções de voto, a formação da extrema-direita caiu recentemente para a segunda posição, atrás do partido de centro-direita do primeiro-ministro Mark Rutte.

Na quinta-feira 09 de março É o primeiro de vários atos eleitorais esperados com grande espetativa na Europa este ano. Faz 2 dias, o voto decorria já, em a Holanda. Os eleitores renovarão o parlamento nacional e do escrutínio sairia um novo governo. Mas que governo? As principais temáticas da campanha eram obviamente as questões económicas, mas o avanço fulgurante do populismo era o maior receio.

Geert Wilders é um político neerlandês e líder do Partido para a Liberdade, que na votação legislativa de 9 de junho de 2010 tornou-se o terceiro maior partido dos Países Baixos.

Geert Wilders, do PVV, falhou o objetivo de ser a força política mais votada, mas conseguiu mais 5 deputados em relação às anteriores evotaçõese é a segunda força no parlamento.

O objetivo das negociações vai ser conseguir reunir uma maioria de 76 dos 150 lugares que compõem a câmara baixa do parlamento dos Países Baixos e alcançar um consenso sobre futuras políticas.

A primeira etapa do processo é a designação de um “explorador”, uma personalidade consensual e de referência com provas dadas na política.

Os líderes dos partidos políticos reuniram-se no parlamento e designaram a ministra da Saúde cessante, Edith Schippers, do Partido Popular para a Liberdade e Democracia , para assumir a função.

Partido político é um grupo coordenado, legalmente formado, com base em maneiras voluntárias de participação numa associação orientada para influir ou ocupar o poder político.

Após o fim de semana, Schippers vai reunir-se com as partes para avaliar possíveis alianças, com base no número de assentos conquistados e promessas de campanha.

A representante deve então exibi um relatório ao parlamento, que deve discuti o documento a 23 de março.

A nova assembleia vai dever então designar uma figura nomeada como informante, um papel que até 2012 estava reservado ao rei.

Os informantes são culpadas pela execução de um “acordo de aliança” entre os partidos com chance de integrar uma coalizão governamental. As negociações terão que ser complicadas.

O acordo, que irá servir como um guia de trabalho para o próximo governo, é apresentado aos membros de cada partido da futura coligação, que devem aprová-lo. Em caso de rejeição, o processo retoma.

Designa-se o culpada depois de a finalização de um acordo, por a conclusão de as negociações, figura conhecida como instrutor. Em geral, esta pessoa é do maior parceiro da aliança governamental e assume a posição de primeiro-ministro.

Em esta altura , distribuem os partidos que integram a aliança as várias pastas de o governo e são debatidos os nomes de os futuros ministros e secretários de Estado.

O novo governo de Holguín deve então prestar juramento ao rei e tomar posse. Até essa data, o executivo cessante dirige o país, à exceção dos atemasqualificados como sensíveis.

Faz 5 anos, este processo tardou 54 dias, um fase relativamente rápido, em 2012. Faz 40 anos, a formação de governo de aliança tardou 208 dias, em 1977.

Mark Rutte tem recusado fazer qualquer espécie de coalizão com o deputado anti-Islão Geert Wilders.

VVD – Partido Popular para a Liberdade e Democracia​ – Mark Rutte ​

Mark Rutte tem 50 anos. Nasceu em Haia. É líder do Partido Liberal e primeiro-ministro da Holanda desde 14 de outubro de 2010. Faz 15 anos, quando se o designou secretário de Estado do Emprego e Segurança Social, a experiência governativa começou a; Faz 13 anos, depois assumiu a posição de secretário de Estado da Formação Profissional e Ensino Superior.

P​VV – Partido da Liberdade – Geert Wilders

Mas as diferenças fazem-se depressa sentir e o Partido da Liberdade retira o suporte à acoalizãoque gconduz O governo não se suporta e, em 2012, os holandeses são de novo chamados a selecionar o parlamento. Um novo triunfo sem maioria para os liberais do VVD e Mark Rutte vê-se de novo na contingência de procurar coalizão para conduzi. Se consegue o entendimento desta vez, com os arqui-rivais de o Partido Trabalhista.

SP – ​Partido Socialista ​ – Emile Roemer

Fonte: Euronews-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Depois do voto: holandeses aguardam formação de novo Governo
>>>>>Holanda: Mark Rutte à procura do terceiro governo – March 14, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>Holanda: Eleições com extrema-direita às portas do governo – (Euronews-pt)
>>>>>>>>>Holanda: legislativas deixam antever vasta coligação sem Wilders – March 13, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>Holanda: Wilders ataca-se à Turquia para tentar subir nas sondagens – March 08, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Holanda: Wilders destronado nas sondagens e sem apoio para formar governo – March 05, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Chanceler austríaco quer proibir campanha pró-Erdogan na UE – March 05, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Holanda não quer receber evento para promover o reforço dos poderes do presidente da Turquia – March 04, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Campanha pelo “Não” às mudanças na Constituição arranca na Turquia – March 02, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Turquia: Erdogan irascível após anulação de comícios na Alemanha e Holanda – March 04, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Holanda: Wilders quer proibir o Corão como o Mein Kampf – March 06, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>Erdogan pede sanções internacionais contra a Holanda – March 12, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Turquia encerra embaixada e promete mais consequências à Holanda – (Euronews-pt)
>>>>>>>>>Holanda: Mark Rutte garante que “Nexit” seria o caos – March 14, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>Turquia e Holanda abrem “guerra diplomática” – (Euronews-pt)
>>>>>Eleitores holandeses vão às urnas em eleições vistas como um teste aos partidos nacionalistas – March 15, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>Turquia: tensões entre Ancara e Haia fazem antever sanções – March 13, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>Tensão: Turquia acusa Holanda de fascismo – (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>Merkel diz que a Holanda tem seu total apoio após críticas da Turquia – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Relações UE-Turquia: Como chegámos aqui? – (Euronews-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Mark Rutte 0 60 PERSON 9 Mark_Rutte: 3, Rutte: 1, (tacit) ele (referent: Mark_Rutte tem 50 anos): 1, o primeiro-ministro Mark_Rutte: 1, (tacit) ele/ela (referent: Mark_Rutte tem 50 anos): 2, Mark_Rutte tem 50 anos: 1
2 eleições 0 0 NONE 7 as eleições francesas: 2, as anteriores eleições: 1, eleições legislativas vistas: 1, previstas eleições: 1, As eleições: 1, As eleições legislativas: 1
3 a Holanda 0 0 PLACE 5 a Holanda: 4, (tacit) ele/ela (referent: a Holanda): 1
4 Geert Wilders 30 70 PERSON 4 islamofóbico Geert_Wilders: 1, Geert_Wilders: 1, Geert_Wilders de o PVV: 1, (tacit) ele/ela (referent: Geert_Wilders de o PVV): 1
5 parlamento 60 0 NONE 4 o parlamento: 3, o parlamento nacional: 1
6 governo 17 0 NONE 4 um novo governo: 1, O governo: 1, governo: 1, O novo governo holandês: 1
7 eu 0 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
8 partidos 0 0 NONE 4 os partidos: 3, 15 partidos: 1
9 Edith Schippers 0 0 PERSON 3 Schippers: 1, Edith_Schippers de o Partido_Popular: 1, (tacit) ele/ela (referent: Schippers): 1
10 Liberdade 0 0 ORGANIZATION 3 a Liberdade: 3