RodrigoJanotsabatina.jpg

Janot ganha arco e flecha no último dia útil como procurador-geral

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Rodrigo Janot sabatina

Em seu último dia útil na frente da PGR , Rodrigo Janot ganhou um arco e seta da etnia Xokó, de Sergipe, durante acontecimento com servidores e procuradores do órgão, na tarde desta sexta-feira . Rodrigo Janot é o procurador-geral.

Rodrigo Janot Monteiro de Barros Orb é um jurista de Brasil.

O presente é uma referência à frase “Elá vai fseta, nquanto houver bambu, ddeclaradapor Janot em uma palestra em São Paulo. A defesa criticou a declaração de o presidente Michel Temer , alvo de uma segunda acusação de Janot a o STF em esta quinta-feira , sob denúncia de chefiar organização criminosa e obstruir a Justiça.

Segundo relatos de pessoas que participaram do acontecimento, Janot ficou visivelmente emocionado e com a voz embargada durante sua fala nesta tarde. Ele exibiu um balanço com números de sua administração, desde 2013.

“Juntos vivemos e escrevemos um capítulo bastante especial na história do país e do Ministério Público. A esperança ainda triunfa nesta casa. Valeu a pena para mim cada minuto de labuta e até de sofrimento”, disse.

Na sua vez, declara ainda que “jamais obstruiu inquéritos de qualquer espécie, nem afirmou ou propôs poder influir qualquer membro do MPF”.se levou um documento para a reunião, ainda segundo o delator, com 13 itens detalhados sobre o que os executivos interessados em cooperar poderiam revelar.1) Possível ilegalidade do acordo de delação

Na sexta-feira 08 de setembro o ministro do STF Luís Roberto Barroso defendeu nesta sexta , durante um acontecimento em Washington, o trabalho do procurador-geral, Rodrigo Janot, que decidiu voltar atrás no acordo de delação com representantes da JBS, após novos áudios sugerirem que houve descumprimento do acordo.

Janot, o vice-procurador-geral da República, Nicolao Dino, e o secretário-geral do Ministério Público da União, Blal Dalloul, foram aplaudidos de pé por cerca de 400 pessoas, segundo informou a assessoria da PGR. Se fechou o acontecimento para o jornalismo.

Janot recebeu homenagens de membros do CNMP e das unidades do Ministério Público Federal nos Estados.

Um dos discursos mais emocionantes, segundo uma pessoa presente, foi o do procurador Vladimir Aras, secretário de Cooperação Jurídica Internacional de Janot. Ele classificou a administração como “uma história de fé na Justiça e afeição pelo Brasil”.

Aras à plateia diss: “De sua cadeira solitária chacoalhou o país para fazê-lo melhor, na missão de promover a Justiça onde deseja que seja.

Janot enfrentou na reta final o momento mais tenso de seu mandato, que culminou na rescisão do acordo de delação de Joesley Batista, proprietário da JBS, e Ricardo Saud, executivo do grupo. Desde que o acordo foi assinado, em maio, a PGR enfrentava críticas por causa da imunidade concedida aos delatores, mas Janot vinha repetindo que faria tudo de novo.

A suspeita de que o ex-procurador Marcello Miller auxiliou os delatores de a JBS a fechar o acordo com a PGR provocou a crise . O ex-procurador Marcello Miller é um ex-auxiliar do procurador-geral. Faz 5 meses, Miller deixou o Ministério Público Federal e foi trabalhar em um escritório de advocacia contratado pela JBS.

Conclui a nota declarando que teve uma carreira de quase 20 anos “de total retidão e compromisso com o interesse público e as instituições nas quais trabalhou” e que “sempre acreditou na Justiça e nas instituições, e continua à disposição, como sempre esteve, para prestar qualquer esclarecimento necessário e aajudaraoiinquéritono restabelecimento da verdade”.

NÚMEROS

Segundo balanço divulgado pela PGR, de setembro de 2013 a agosto de 2017, a salinha do procurador-geral recebeu 18.954 processos judiciais e deu saída em 18.406 .

“No final de agosto, a salinha exibia um acervo de 595 processos judiciais remanescentes, uma diminuição de mais de 70% do número de processos, comparado a setembro de 2013, quando [Janot] tomou posse. À época estavam registrados 2.330 autos judiciais”, informou a instituição.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Janot ganha arco e flecha no último dia útil como procurador-geral
>>>>>Polícia Federal faz buscas na casa do ex-procurador Marcello Miller – (FolhaGeneric)
>>>>>Delator contradiz Janot e relata reunião antes de gravação oculta – (FolhaGeneric)
>>>>>STF decide hoje se Janot pode denunciar Temer: entenda o que está em jogo – (BBCBrasil-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Rodrigo Janot 130 60 PERSON 11 Rodrigo_Janot (apposition: o procurador-geral): 1, Janot o vice-procurador-geral de a República Nicolao_Dino: 1, Janot_Monteiro_de_Barros_Orb: 1, Janot: 6, (tacit) ele/ela (referent: Janot): 1, Ele (referent: Janot): 1
2 instituições 30 0 NONE 3 as instituições: 3
3 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
4 evento 0 0 NONE 3 evento: 1, o evento: 1, O evento: 1
5 Ministério Público 85 0 ORGANIZATION 2 o Ministério_Público: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Ministério_Público): 1
6 final 50 0 NONE 2 a reta final: 1, final: 1
7 Marcello Miller 0 0 PERSON 2 Miller: 1, o ex-procurador Marcello_Miller (apposition: um ex-auxiliar de o procurador-geral): 1
8 Ministério Público Federal 0 0 ORGANIZATION 2 o Ministério_Público_Federal: 2
9 PGR 0 0 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: a PGR): 1, a PGR: 1
10 a Justiça 0 0 OTHER 2 a Justiça: 2