JoC3A3oDoriaJremreuniC3A3odoPSDB.jpg

Na Itália, Doria critica vaias que Alckmin recebeu em Aparecida

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – João Doria Jr em reunião do PSDB

Em viagem na Itália, João Doria criticou as vaias que o governador Geraldo Alckmin recebeu nas comemorações no santuário de Aparecida , nesta quinta . João Doria é o prefeito de São Paulo.

Alckmin revisitou o discurso que “sempre defende” quando questionado sobre o pleito: prévias, no caso de o partido ter mais de um interessado em ser candidato. Declarou, ainda, que o resultado do Datafolha “retrata o momento, o nível de intenção e de conhecimento de hoje”. E que os debates só vão começar a disputar a atenção do eleitor no ano que vem.Alckmin comentou o resultado do julgamento do STF , que na quarta votou que cabe ao Congresso decidir pelo afastamento de um parlamentar sob inquérito.

João Agripino da Costa Doria Junior é um empresário filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira . Se conhece João Agripino da Costa Doria Junior é mais conhecido como João Doria. Um empresário é jornalista.

“Eu sinceramente não compreendo que o ambiente de uma igreja, de uma catedral, seja um ambiente adaptado para vaiar quem deseja que seja. A meu ver, faltou ali um pouco de respeito com o governador Alckmin e com as demais autoridades. Tinha também dois ministros de Estado ali”, completou.

As declarações foram feitas pouco antes de uma reunião de Doria com empresários milaneses, na Itália. O prefeito desembarcou na manhã desta quinta na cidade, onde satisfaz uma intensa agenda.

Doria, que em abril esteve no Vaticano e convidou o papa Francisco para a celebração de 300 anos da padroeira brasileira, acabou faltando à comemoração.

Explicou: “Eu realmente aproveitei uma audiência com o papa para reforçar o convite, que ele já havia negado anteriormente, para ir a Aparecida”. “Houve uma coincidência de compromissos. Para mim, fica mais fácil viajar no feriado”, justifica.

Em palestra a alunas da Universidade Bocconi, feita em inglês, Doria defendeu o programa de privatizações em São Paulo, que exibiu como “o maior já feito em uma cidade de Brasil”.

O tucano aproveitou para criticar seu antecessor, Fernando Haddad e os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.

Em conversa com jornalistas após o acontecimento, Doria também defendeu a extradição do italiano Cesare Battisti, que voltou a ser debatida pelo governo brasileiro.

“Não me parece que a Itália trate assim tão mau os seus presos. Isso aqui é um país democrático, aqui se respeita a lei. A meu ver ele tem que ser, sim, deportado, e satisfazer a sua pena. Como, aliás, já deveria ter sido feito”, declarou.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil, Vatican City, Italy

Cities: Sao Paulo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Na Itália, Doria critica vaias que Alckmin recebeu em Aparecida
>>>>>Se eu fosse presidente, viria, diz reitor de Aparecida sobre ausência de Temer – (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 170 80 NONE 7 Eu: 2, (tacit) eu: 3, mim: 1, me: 1
2 João Doria 0 0 PERSON 7 João_Doria: 1, Doria e o: 2, Doria: 3, João_Doria (apposition: o prefeito de São_Paulo): 1
3 Geraldo Alckmin 0 35 PERSON 5 Alckmin: 2, o governador Geraldo_Alckmin: 1, (tacit) ele/ela (referent: Alckmin): 2
4 a Itália 0 0 PLACE 3 a Itália: 3
5 vaias 0 220 NONE 2 as vaias: 2
6 Francisco 0 0 PERSON 2 ele (referent: papa Francisco): 1, papa Francisco: 1
7 João da Junior Agripino Costa Doria 0 0 PERSON 2 João_Agripino_da_Costa_Doria_Junior (apposition: mais conhecido): 1, (tacit) ele/ela (referent: João_Agripino_da_Costa_Doria_Junior): 1
8 São_Paulo 0 0 PLACE 2 São_Paulo: 2
9 cidade 0 0 NONE 2 uma cidade brasileira: 1, a cidade: 1
10 quinta 0 0 NONE 2 esta quinta: 2