“New York Times” e “New Yorker” dividem Pulitzer por revelar caso Weinstein

Por: SentiLecto

O jornal “The New York Times” e a revista “The New Yorker” ganharam o Prêmio Pulitzer na categoria serviço público por terem revelado o escândalo sexual protagonizado pelo produtor de cinema de America Harvey Weinstein.

Jornalistas do New York Times e da New Yorker receberam o Prémio Pulitzer pela cobertura do caso Weinstein, em outubro do ano passado.

O anúncio da premiação foi feito por Dana Canedy, a primeira mulher negra a exibi a cerimônia nos 102 anos de história do Pulitzer. “Times” e “New Yorker” levaram em conjunto a principal categoria do prêmio, o principal da imprensa de America.

Faz 6 meses, de o ano passado, o ” Times ” publicou uma reportagem em a qual documentou durante décadas como Weinstein firmou vários acordos extrajudiciais para evitar acusações de assédio sexual feitas por ex-funcionárias, em outubro. A “New Yorker” publicou concomitantemente testemunhos de algumas das vítimas do produtor, um dos principais de Hollywood.

O “Times” também dividiu o prêmio na categoria nacional, mas com o “The Washington Post”, pela cobertura sobre a interferência da Rússia nas votações presidenciais estadunidense de 2016.

O jornal de Nova Iguaçu também levou a melhor no prêmio cartum editorial pelo trabalho de Jake Halpern e Michael Sloan.

O segundo prêmio para o “Post” foi o de melhor reportagem investigativa após a revelação do caso do ex-juiz e candidato republicano ao Senado pelo Alabama, Roy Moore, acusado de conservar relações sexuais com várias menores de idade há décadas.

O prêmio de melhor “breaking news” foi para o “The Press Democrat” pelo trabalho sobre o incêndio que arruinou a região de Coffey Park, em Santa Rosa, na Califórnia.

O “The Cincinnati Enquirer” venceu na categoria melhor reportagem local por uma matéria sobre a epidemia de heroína no país.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, Russian Federation, Philippines

Cities: Santa Rosa, Hollywood

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>”New York Times” e “New Yorker” dividem Pulitzer por revelar caso Weinstein
>>>>>Os Pulitzer depois do ‘efeito Weinstein’ – April 17, 2018 (Euronews-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 prêmio 100 50 NONE 4 O segundo prêmio: 1, o prêmio cartum: 1, o prêmio: 1, O prêmio: 1
2 Times 0 0 ORGANIZATION 4 o Times: 1, O Times: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Times): 2
3 categoria 100 0 NONE 3 a categoria melhor: 1, a categoria serviço: 1, a categoria nacional: 1
4 O jornal The_New_York_Times e a revista 0 0 OTHER 3 (tacit) eles/elas (referent: O jornal The_New_York_Times e a revista): 2, O jornal The_New_York_Times e a revista: 1
5 reportagem 0 0 NONE 3 reportagem local: 1, uma reportagem: 2
6 Harvey Weinstein 0 0 PERSON 2 Harvey_Weinstein: 1, Weinstein: 1
7 New Yorker 0 0 ORGANIZATION 2 A New_Yorker: 1, a New_Yorker: 1
8 incêndio 0 0 NONE 2 o incêndio: 2
9 a epidemia de heroína 0 70 NONE 1 a epidemia de heroína: 1
10 evitar denúncias de assédio sexual 0 70 NONE 1 evitar denúncias de assédio sexual: 1