Secretário de Fazenda de Doria identifica rombo de R$7,5 bilhões e pede mais corte de gastos

Operação tapa-buraco Na última reunião do secretariado de João Doria, sábado , Caio Megale expôs um diagnóstico das contas da Prefeitura de São Paulo e advertiu que vai ser preciso apertar o garrote nos gastos. O economista alegou que faltam R$ 7,5 bilhões no caixa para cobrir os preços calculados no Orçamento fechado ano passado. Declarou que o rombo existe porque as despesas foram subdimensionadas, e as receitas, superestimadas. Deduziu: “Vamos ter de cortar e controlar ainda mais”.

Epidemia A movimentação ostensiva do senador para concentrar poderes, porém, já provoca contrariedade no Congresso. O deputado Arthur Lira , aborrecido com a ação do colega para tirar do PP a relatoria da Comissão Mista de Orçamento declara: “Desencarna, Renan”.

Na quinta-feira 02 de março o ex-presidente e herdeiro da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, havia declarado em testemunho à Justiça Eleitoral que era chamado por políticos para resolver situações de urgência, como a construção da Arena Corinthians, em São Paulo, e da Vila Olímpica, no Rio.

João Agripino da Costa Doria Neto foi um publicitário, psicólogo, advogado e deputado federal brasileiro. Conhece-se João Agripino da Costa Doria Neto é mais conhecido como João Doria.

Ainda que está, até aqui de mágoa Megale explicou pesado colocar em dia despesas que foram proteladas pela administração anterior. Ana Carla Costa, presidente do Conselho de Gestão da Fazenda brincou que um lenço seria pouco para as lágrimas dos colegas. “Melhor um lençol.”

Ovelha Dolly Prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando clonou medidas adotadas por Doria em São Paulo. À exemplo do paulistano, diminuiu lei para castigar pichadores. Ele aumentou o valor da multa: R$ 6.000 para quem for pego esboçando em muro habitual e R$ 16 mil para quem for flagrado comportar-se em equipamento público.

Antes tarde… A Odebrecht comemorou internamente trecho da carta mandada por Rodrigo Janot a procuradores, logo após ele exibi sua nova lista de pedidos de investigação ao Supremo. Auxiliares da empreiteira evidenciam que, no texto, o PGR admite que as tratativas para a delação iniciaram em fevereiro de 2016.

Na sua vez, segundo ele, a divulgação “derrete o mundo político, o Estado, dilapida a economia, os investimentos e os empregos”. “A lei da delação impõe sigilo até a apresentação da acusação. Conserva a apuração e a honra do denunciado até então desabrigado”, alega, em entrevista por e-mail.Na sexta , a página completou um ano, e a Operação Lava Jato, três.

Não foi ela Representantes da companhia se ressentem da versão de que obrigou-se a Odebrecht a denunciar após a Lava Jato prender, em março do ano passado, a secretária Maria Lúcia Tavares. Foi ela quem revelou o chamado Setor de Operações Estruturadas, cuja função principal era distribuir propinas.

Orlando Martello Júnior é desde 1997 Procurador da República do Ministério Público Federal, que ganhou notoriedade por integrar a força-tarefa do MPF na Operação Lava Jato, em Curitiba.

Menos um Orlando Martello, integrante da força-tarefa de Curitiba, vai sair da Lava Jato. Ele foi um dos principais atores na negociação do acordo de leniência firmado com a Odebrecht. Pediu deslocamento por motivos pessoais.

Vale ouro O governo prepara, por meio de medida provisória, um pacote para o setor de mineração. A proposta é modificar o DNPM em uma agência reguladora e fazer mudanças nas normas da contrapartida cobrada pela extração e venda de minério.

Só falta ele A MP passa pelos últimos ajustes na Casa Civil, que espera um “ok” do presidente Michel Temer para anunciá-la.

No embalo Senadores e deputados de Minas e do Pará pretendem se juntar para pressionar o governo a editar uma segunda medida provisória, só sobre a questão dos royalties da mineração nos dois Estados. O primeiro encontro entre as bancadas está marcado para quarta .

Em casa Antes de subir no palanque armado pelo PT no trecho da transposição do rio São Francisco em Monteiro , o ex-presidente Lula recebeu alguns primos nos bastidores do acontecimento.

Após garantir recursos para a construção de uma escola em cidade de o interior de Pernambuco por meio de uma emenda parlamentar , o prefeito procurou o senador Armando Monteiro de o município que tinha , em mente um novo pedido.

Refresco No palco, Dilma Rousseff assumiu a tarefa de monitorar o petista. De quando em quando declarava: “Agora ele precisa beber água”. Em seguida, cutucava Lula e passar uma garrafinha.

Faltam leitos Levantamento que o Conselho Federal de Medicina vai divulgar ele declara que São Paulo é o Estado que mais perdeu leitos psiquiátricos nos últimos 11 anos e questiona a política para reduzi internações animada pelo Ministério da Saúde no fase.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Uruguay, Brazil

Cities: Minas, Sao Paulo, Curitiba

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Secretário de Fazenda de Doria identifica rombo de R$7,5 bilhões e pede mais corte de gastos
>>>>>Lista de Janot e documentos da Odebrecht devem chegar ao gabinete de Fachin até terça – (FolhaGeneric)
>>>>>Divulgar delação é demagogia, diz procurador – March 17, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>Em vídeo, Moro diz ter apoio de ‘grande maioria’ em ações da Lava Jato – March 19, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Nos três anos da Lava Jato, veja quais são as principais frentes da operação – March 17, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Questão de ordem – March 14, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>BBC Brasil responderá a pergunta de leitor sobre personagem da Lava Jato; participe – March 10, 2017 (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Temer turbina agenda econômica para rivalizar com Lava Jato – March 07, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Pedro Barusco é advertido por falhas em tornozeleira eletrônica – March 07, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>4 perguntas sobre a ‘nova lista de Janot’ que promete sacudir Brasília – (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Odebrecht tenta evitar a divulgação de vídeos de delações da Lava Jato – March 10, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Até quando políticos citados em delações vão comandar o país, pergunta leitor – March 06, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ministro do TSE quer documentos que comprovam teor das delações – March 08, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Janot prepara lista para investigar políticos; veja os próximos passos – March 13, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Por pauta positiva, Temer saúda a cerveja e diz tomará 3 canecas – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Lava Jato é ‘oportunidade ímpar’ para limpar o processo político, diz Janot – March 15, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>”Lista de Janot” amplia o impacto e o alcance da versão de 2015 – March 14, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Janot envia 83 pedidos de inquéritos ao STF ligados à Odebrecht – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Você perguntou e a BBC Brasil responde: o que há contra o PSDB na Lava Jato? – (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>Lava Jato do Rio repete Paraná em número de prisões preventivas – (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 0 NONE 6 (tacit) eu: 6
2 Operação Lava Jato 100 0 ORGANIZATION 5 a Operação_Lava_Jato três: 1, ela (referent: a Operação_Lava_Jato três): 3, (tacit) ele/ela (referent: a Operação_Lava_Jato três): 1
3 Odebrecht 60 0 ORGANIZATION 3 a Odebrecht: 2, A Odebrecht: 1
4 Orlando Martello 50 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: um Orlando_Martello integrante de a força-tarefa de Curitiba): 1, Ele (referent: um Orlando_Martello integrante de a força-tarefa de Curitiba): 1, um Orlando_Martello integrante de a força-tarefa de Curitiba: 1
5 João Doria 0 0 PERSON 3 João_Doria: 1, (tacit) ele/ela (referent: João_Doria): 1, Doria: 1
6 São_Paulo 0 0 PLACE 3 São_Paulo: 3
7 r 0 0 NONE 3 R: 3
8 mágoa Megale 0 70 OTHER 2 mágoa Megale: 1, (tacit) ele/ela (referent: mágoa Megale): 1
9 1997 Procurador_da_República_do_Ministério_Público_Federal 0 0 OTHER 2 1997 Procurador_da_República_do_Ministério_Público_Federal: 2
10 Armando Monteiro 0 0 PERSON 2 o senador Armando_Monteiro: 1, (tacit) ele/ela (referent: o senador Armando_Monteiro): 1