Vem Pra Rua declara que cancelou ato anti-Temer porque PM não garantiu segurança; polícia nega

Por: SentiLecto

Estes são links externos e vão abrir numa nova janela

Após a eclosão do escândalo que abalou o governo, comunicados em redes sociais prometiam manifestações contra o presidente Michel Temer em ao menos 20 cidades. Milhares de pessoas confirmaram a presença nos acontecimentos, calculados para acontecer em pelo menos 11 Estados diferentes no próximo domingo. Mas tudo foi cancelado.

Os movimentos de esquerda convidaram reunião estratégica emergencial para esta quinta. Eles têm que decidir sobre novas manifestações contra o governo do peemedebista, que foi gravado por um dos proprietários do grupo J&F, dono da marca JBS, falando sobre a compra do silêncio do ex-deputado federal Eduardo Cunha .

O único motivo, segundo o líder do movimento Vem Pra Rua, Rogério Chequer, é a falta de segurança oferecida pela Polícia Militar de São Paulo.

Rogério Chequer é um engenheiro e empresário brasileiro e fundador do Movimento Vem pra Rua, movimento que combate contra corrupção e levou milhões de pessoas nas ruas nos Protestos contra o Governo Dilma Rousseff.

“Marcamos essa manifestação na quarta-feira, pouco tempo antes da execução. Na quinta-feira, fomos organizar com a PM, como sempre fizemos em todas as outras manifestações, e eles informaram que não poderiam oferecer o nível de segurança oferecido nas prévias por causa da Virada Cultural, que está consumindo muitos recursos”, alegou.

Procurada pela BBC Brasil, a Polícia Militar negou a informação.

A Secretaria da Segurança Pública do Estado declarou: “Em nenhum momento, a PM informou que não haveria chance de garantir a segurança de participantes”.

“Como sempre ocorre nessas situações, houve um alerta por parte da PM de que outros grupos, de visões antagônicas, estariam se manifestando na mesma data e que cada um deles poderia exercer o seu direito constitucional em lugares específicos para não haver a possibilidade de desavenças”, informou, em nota.

Essa é a avaliação do constitucionalista Oscar Vilhena Vieira, diretor da FGV Direito SP, ao analisar as denúncias noticiadas nesta quinta-feira pelo jornal O Globo – segundo reportagem publicada no blog do jornalista Lauro Jardim, no site da publicação, Batista gravou uma conversa em que Temer recomenda que ele conserve pagamentos a Cunha, que está preso pela operação Lava Jato em Curitiba.Já Rogério Chequer alegou ainda estar “tomando conhecimento dos fatos” e que o movimento dRogério Chequer alegou ainda estar “tomando conhecimento dos fatos” e que o movimento vai dar posicionamento em breve. Rogério Chequer é o coordenador do Vem Pra Rua. Rogério Chequer é o coordenador do Vem Pra Rua.

Questionado novamente sobre o tema após o posicionamento da polícia, Chequer alegou que não participou da reunião com os de Polinesia Francesade Polinesia Francesa militares e que recebeu a informação sobre a segurança do protesto de uma pessoa de sua confiança, que estava no encontro com PM.

“Foi a informação que eu recebi, porque eu não estava nessa reunião. E eu não estava inquietado com grupos antagônicos porque está na Constituição o direito ao protesto e nós comunicamos primeiro que faríamos o ato. Tínhamos até mesmo uma profissão para fazer o protesto”, declarou o líder do Vem Pra Rua.

Bbc hd brasil foi um canal de TV em alta definição brasileiro de propriedade da bbc.

Representantes de outros movimentos sociais escutados pela BBC Brasil declararam que vão conservar o protesto para domingo na avenida Paulista. Ainda que em nenhum momento a polícia falou sobre a chance, alegaram de não haver segurança suficiente para atuar na manifestação.

Um deles alegou que não houve alerta e, mesmo se houvesse, conservaria o ato.

Indagado pela BBC Brasil sobre o motivo de os protestos serem cancelados em todo o país por causa de uma questão de segurança em São Paulo, Chequer afirmou que desconhecia a decisão, que havia sido amplamente divulgada nas redes sociais do Vem Pra Rua um dia antes.

“Eu estava na dúvida se haveria nas outras cidades. Só agora estou sabendo disso. O grupo decidiu não fazer o ato em outras regiões porque tinham a intenção de fazer algo em personalidade nacional, e São Paulo é bastante importante nesse ponto de vista.”

O coordenador da Frente Povo Sem Medo e do MTST Guilherme Boulos também alegou que a colaboração entre os movimentos é “bastante difícil”. “Obviamente que nós não desejamo nenhuma espécie de enfrentamento, mas fazer ato conjunto com esses grupos é algo praticamente impraticável”, declarou.

“Mas também é a primeira vez que convidamo um protesto com tão pouca antecedência.”

Após cancelar a participação nas manifestações do próximo domingo, as páginas do Vem Pra Rua e do MBL receberam uma avalanche de críticas.

Algumas pessoas alegaram na página do Vem Pra Rua que o grupo vai “perder a credibilidade”, e que a falta de segurança é uma “desculpa esfarrapada”.

O perfil do movimento respondeu: “Melhor protelar do que colocar em risco pessoas”.

A página do Movimento Brasil Livre também foi alvo de críticas.

“O MBL não encarna mais os brasileiros. Jamais mais participo de qualquer manifestação desse movimento tendencioso!”, declarou um dos usuários no Facebook.

Procurou-se O MBL, mas seus representantes a BBC Brasil não encontrou eles para comentar o caso.

“A nossa posição é a mesma. Desejamo que o presidente deixe a posição e ainda estamos vendo outra data.”

Fonte: BBCBrasil-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Brazil

Cities: Paulista

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Vem Pra Rua declara que cancelou ato anti-Temer porque PM não garantiu segurança; polícia nega
>>>>>Esquerda e direita se unem e convocam atos no país pela saída de Temer – May 18, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Movimentos anti-Temer fazem ato e convocam reunião estratégica – May 18, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Áudio mostra Temer dando aval a compra do silêncio de Cunha, diz jornal – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>‘Adeus, Michel Temer’: notícia bomba sobre presidente enche a internet de memes – May 18, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Visita de Temer a Agência da Caixa rende foto inusitada e vira piada nas redes – May 13, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Ministro do TSE libera processo que pede a cassação da chapa Dilma-Temer – May 16, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Temer sanciona documento único de identificação que só valerá em 2022 – May 11, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo exaltará primeiro ano de Temer em propaganda, mas não vai exibir o presidente – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Temer diz que avalia aumentar faixa de isenção do Imposto de Renda – May 15, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Após um ano, defensores do impeachment elogiam rumo da economia, mas veem ‘falta de liderança’ em Temer – (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>’O povo quer resultado, não importa qual’, diz Temer após 1 ano de governo – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Em gravação, ‘Temer dá aval a compra de silêncio de Cunha’, diz jornal – (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>Manifestação anti-Temer reúne centenas de pessoas na av. Paulista – (FolhaGeneric)
>>>>>Se denúncia de delatores da JBS for comprovada, cabe impeachment de Temer, diz jurista – (BBCBrasil-pt)
>>>>>Movimentos pró-impeachment de Dilma pedem saída de Temer – (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 0 0 NONE 12 nós: 2, (tacit) nós: 10
2 eu 0 0 NONE 9 (tacit) eu: 5, eu: 3, Eu: 1
3 Rogério Chequer 40 100 PERSON 8 (tacit) ele/ela (referent: Chequer): 1, Rogério_Chequer (apposition: o coordenador de o Vem_Pra_Rua): 1, (tacit) ele/ela (referent: Rogério_Chequer): 3, Rogério_Chequer: 2, Chequer: 1
4 BBC Brasil 0 0 ORGANIZATION 4 (tacit) ele/ela (referent: a BBC_Brasil): 2, a BBC_Brasil: 2
5 MBL 0 0 ORGANIZATION 4 o MBL: 1, (tacit) ele/ela (referent: O MBL): 1, O MBL: 2
6 informação 0 0 NONE 4 a informação: 4
7 manifestações 0 0 NONE 4 as manifestações: 1, novas manifestações: 1, manifestações: 2
8 protesto 0 120 NONE 3 o protesto: 2, um protesto: 1
9 reunião 60 0 NONE 3 reunião estratégica emergencial: 1, a reunião: 1, essa reunião: 1
10 Michel Temer 0 0 PERSON 3 Temer: 1, ele (referent: Temer): 1, o presidente Michel_Temer: 1