Wesley Batista é considerado eficiente gestor e compreende até de corte de carne

Por: SentiLecto

O empresário Wesley Batista, que entrou na presidência-executiva da JBS em 2011, quando seu irmão Joesley Batista assumiu o conselho de gestão do grupo, preso nesta quarta-feira em São Paulo, foi um dos grandes culpados por aumentar a JBS ao posto de maior companhia de carnes do mundo nas últimas décadas, ao lado do pai e dos irmãos.

Wesley vai ficar preso em São Paulo.

Na quinta-feira 31 de agosto o juiz Hong Kou Ken, da 8ª vara cível da Justiça Federal de São Paulo, havia concedido uma liminar para impedir os representantes dos irmãos Batista de votar na assembleia da JBS, marcada para .

Sua saída da posição já vinha sendo debatida nas últimas semanas em uma disputa judicial com o BNDES, que é proprietário de mais de 20% das ações da JBS, mas é vista com forte pessimismo pelo mercado. Faz 4 meses, com o banco As relações foram degeneradas a partir da delação premiada de os irmãos.

Executivos do setor ressalvam que, depois das revelações de suborno praticado pelos irmãos Batista, não é possível declarar que há “santos nessa história”, mas Wesley tem o mérito de ter “uma visão mais empresarial”. “É um cara do bem, trabalhador e com visão clara de que a JBS precisa melhorar, e bastante, sua governança. Só não fez isso antes por causa do Joesley”, declarou o executivo que não deseja ter o nome revelado.

Belini surgiu como um nome de peso para assumir o comando da JBS, mas sua indicação pode ser inviabilizada pelas suspeitas, investigadas na Operação Zelotes, de que a Fiat teria se envolvido com a “compra” de medidas provisórias.As autoridades declaram que os irmãos eram conscientes de que os resultados do inquérito dariam origem a turbulências no mercado, o que veio realmente a ocorrer: a Bolsa interrompeu atividades durante meia hora, algo que não ocorria há quase uma década​.

Além de ser considerado um eficiente gestor, respeitado nos mercados internacionais onde a JBS atua, Wesley encarna uma base de sustentação ao futuro da companhia. Segundo a própria J&F, holding da família Batista que detém 42,5% de participação na empresa, a saída do executivo pode desencadear uma antecipação da cobrança de dívidas pelos bancos por quebra de contrato devido à mudança de controle.

A história da companhia familiar assistência a explicar os papéis que os filhos do fundador, José Batista Sobrinho, assumiram no negócio. Zé Mineiro, como era conhecido o fundador, abriu uma pequena casa de carnes em Anápolis nos anos 1950 e foi adquirindo plantas de abate no Estado nos anos seguintes.

A companhia sempre entendeu e separou bastante bem os perfis dos membros da família.

O pedido de prisão é preventiva, ou seja, sem data para sair, segundo pessoas ligadas à ecompanhia

No município de Formosa , onde nasceram Wesley e Joesley , e também o local onde José Batista Sobrinho montou seu primeiro frigorífico, o Friboi, os três filhos homens se notabilizaram pelo mesmo perfil profissional que o mercado hoje em dia os define internacionalmente.

O primogênito conhecido como Júnior Friboi, é o “comerciante”. O primogênito é josé Batista Júnior. Já na adolescência, ele adquiria e vendia gado entre pequenos municípios goianos da região. Faz 12 anos, presidiu a companhia, auxiliando a torná a a maior empresa de o país em o segmento.. Depois saiu para tocar outros negócios e se tentou se aventurar na política, mas desistiu.

Joesley, que foi detido na terça-feira em Brasília, é visto como o homem das finanças. Teve papel fundamental no crescimento da companhia no setor de carne bovina por meio de aquisições e investimentos nas unidades que já tinha, levando a habilidade diária de abate a alcançar 5,8 mil cabeças por dia entre 1970 e 2001, segundo a companhia.

Wesley se realçou pela eficiência operacional, com entendimento dos frigoríficos, das linhas de produção e até de cortes de carne. Ele hoje negocia com estrangeiros e comanda conferências falando inglês com desenvoltura. Mas há pouco mais de dez anos, foi com esta habilidade operacional que ele liderou a anexação de empresas estrangeiras robustas, quando ainda não tinha fluência na língua.

Wesley se realçou pela habilidade de adaptar e integrar depressa as empresas compradas, tornando mais eficiente o crescimento por aquisições.

Faz 11 anos, a empresa já operava 21 plantas em o Brasil e cinco em a Argentina, com habilidade de abate em mais de 19 mil cabeças por dia, em 2006. Nas mãos dos dois irmãos mais novos iniciam as grandes aquisições da americana Swift em 2007, passando pela anexação do frigorífico Bertin e o controle da Pilgrim’s Pride, para ingressar no mercado de Noruega de passaritos, em 2009, entre outros tantos negócios no exterior.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil, Argentina

Cities: Sao Paulo, Formosa, Brasilia, Anapolis

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Wesley Batista é considerado eficiente gestor e compreende até de corte de carne
>>>>>PF prende Wesley Batista em São Paulo – September 13, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Joesley põe passaporte à disposição do STF e pede audiência com Fachin – September 09, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Planalto quer ação política para pressionar STF a liberar áudios – September 05, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Joesley Batista entrega novos áudios de seu gravador à PGR – August 31, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Rosa Weber autoriza investigar Serra por suposto caixa dois da JBS – August 29, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Janot envia ao Supremo delação do corretor Lúcio Funaro – August 29, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Quando acabar ou for acabada, Lava Jato pode gerar novos atores políticos – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Novos áudios da JBS são parte de ‘guerra psicológica’, diz Gilmar – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Delação de Funaro volta ao Supremo após Procuradoria fazer ajustes – August 31, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Temer diz a aliados que Janot foi afoito em delação de Funaro – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Fachin nega pedido de Temer para impedir Janot de atuar contra ele – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>OAB pede para Fachin liberar áudios de Joesley – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Fachin homologa delação de Funaro, e PGR mantém plano de acusar Temer – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Prisão de delatores da JBS é a maior crise de credibilidade da Lava Jato – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>O silêncio do empresariado o torna cúmplice por omissão – (FolhaGeneric)
>>>>>Após prisão de Wesley Batista, JBS acelera busca por novo presidente – (FolhaGeneric)
>>>>>Polícia Federal prende o presidente da JBS Wesley Batista – September 13, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>Janot e JBS já discutem revisão de acordo de delação premiada – (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Wesley 280 80 PERSON 13 Wesley: 5, ele (referent: Wesley): 1, (tacit) ele/ela (referent: Wesley): 4, O empresário Wesley_Batista: 2, Ele (referent: Wesley): 1
2 Batista Joesley 0 60 PERSON 5 Joesley em a: 2, Joesley: 1, seu irmão Joesley_Batista: 1, Batista: 1
3 eu 0 20 NONE 4 (tacit) eu: 4
4 companhia 0 0 NONE 4 a companhia: 2, A empresa: 1, a empresa: 1
5 JBS 80 0 ORGANIZATION 3 a JBS: 3
6 capacidade 40 0 NONE 3 a capacidade: 1, esta capacidade operacional: 2
7 O primogênito 0 0 OTHER 3 O primogênito (apposition: José_Batista_Júnior): 1, (tacit) ele/ela (referent: O primogênito): 1, ele (referent: O primogênito): 1
8 mercado 0 0 NONE 3 o mercado: 3
9 preso 50 160 NONE 2 preso: 2
10 conscientes 160 0 NONE 2 conscientes: 2