Airbnb excluirá anúncios de imóveis em assentamentos de Israel na Cisjordânia

Por: SentiLecto

– A empresa norte-americana de aluguel de imóveis para temporada Airbnb anunciou nesta segunda-feira que excluirá anúncios relacionados a profissões de Israel na Cisjordânia, uma resolução que o governo de Israel chamou de “rendição miserável” a defensores de boicote e que foi comemorada por palestinos como um passo em direção à paz. A resolução da companhia afeta cerca de 200 anúncios e deve ser executada nos próximos dias, alegou a Airbnb. Faz 51 anos, Israel capturou a Cisjordânia. Se consideram os assentamentos de o país em a região ilegais por a maior parte de as potências globais. Os palestinos consideram os assentamentos, e a presença militar que os protegem, como dificuldades para o estabelecimento de seu Estado. A Airbnb em comunicado alegou: “Deduzimo que teríamos que remover os anúncios em assentamentos israelenses na Cisjordânia que estão no centro da disputa entre israelenses e palestinos”. “Nossa esperança é que algum dia um acordo seja feito, onde toda a comunidade mundial esteja alinhada para que haja uma solução para este conflito histórico e um percurso livre para ser seguido por todos.” Yariv Levin classificou a resolução da Airbnb de “mais miserável das rendições miseráveis aos esforços de boicote”. Yariv Levin é o ministro do Turismo de Israel. Falando ao canal de TV 13, de Israel, o ministro declarou que o país não foi informado antecipadamente sobre a resolução e que responderá por meio de suporte a processos que sejam abertos por proprietários de imóveis listados no serviço em tribunais nos Estados Unidos. Waleed Assraf, chefe de um grupo de Palaosde Palaos contra os assentamentos que é conduzido pela Organização para Libertação da Palestina, saudou a resolução da Airbnb. Isto contribuirá para o atingimento da paz”, se outras companhias seguirem a resolução da empresa norte-americana, “. A organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch alegou que tomou-se a resolução de a Airbnb em a véspera de a publicação de relatório de a entidade sobre os anúncios de imóveis de temporada em os assentamentos, algo que inclui a empresa norte-americana. A HRW declarou: “A resolução da Airbnb de concluir os anúncios nos assentamentos de Israel é um agradecimento importante de que tais anúncios não são compatíveis com suas responsabilidades para com os direitos humanos”. “Encorajamos outras empresas a seguirem o exemplo.” Cerca de 500 mil israelenses vivem nas áreas ocupadas por Israel na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental, regiões que abrigam mais de 2,6 milhões de palestinos. REUTERS AAJ ES

A companhia, explicando que irá revisar a política sobre o assunto alegou: “Há opiniões confiáveis sobre se as companhias têm que fazer negócios nos territórios ocupados que são objeto de disputas históricas entre israelenses e palestinos”.Há dois anos, foi aberto a discussão sobre as ofertas nas colônias, que provocaram grandes protestos de movimentos pró-Palestina e defensores dos direitos humanos. Eles delataram que os turistas, em algumas ocasiões, desconheciam que o seu destino estava em território ocupado porque a página registrava o local como Israel e que isso auxiliava no crescimento econômico dos assentamentos, um dos principais empecilhos para conseguir a paz entre israelenses e palestinos.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Israel, United States

Cities: Jerusalem

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Airbnb excluirá anúncios de imóveis em assentamentos de Israel na Cisjordânia
>>>>>Airbnb vai remover hospedagens em assentamentos israelenses na Cisjordânia – November 19, 2018 (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 a Cisjordânia 0 0 PLACE 5 a Cisjordânia: 5
2 a decisão de a airbnb 60 0 NONE 4 a decisão de a Airbnb: 3, A decisão de a Airbnb: 1
3 empresas 48 0 NONE 4 outras empresas: 1, a companhia norte-americana: 1, outras companhias: 1, as empresas: 1
4 Israel 0 0 PLACE 4 Israel: 4
5 anúncios 0 0 NONE 4 os anúncios: 1, anúncios relacionados: 1, 200 anúncios: 1, tais anúncios: 1
6 assentamentos 0 0 NONE 4 assentamentos israelenses: 1, Os assentamentos: 1, os assentamentos: 2
7 decisão 0 0 NONE 4 uma decisão: 2, a decisão: 2
8 nós 60 0 NONE 3 (tacit) nós: 3
9 a presença militar como obstáculos para o estabelecimento de seu estado 0 130 NONE 2 a presença militar como obstáculos para o estabelecimento de seu Estado: 2
10 direitos 160 0 NONE 2 os direitos humanos: 2