DonaldandIvanaTrump.jpg

Ambientalistas republicanos tentam influir abordagem climática de Trump

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

As dúvidas explícitas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a respeito da mudança climática e a persistência de seu governo para reverter a regulação para combatê-la atiçaram uma facção dormente da política norte-americana: o movimento ambientalista republicano.

O senador republicano Lindsey Graham antecipou que o imenso corte nos recursos do Departamento de Estado é uma proposta que “está morta antes de chegar” à casa. Por Alfonso Fernández.

Na segunda-feira 13 de março Donald Trump havia declarado que a proposta de seguro de saúde do Partido Republicano para trocar o chamado Obamacare permitiria aos norte-americano selecionar a cobertura do plano e os médicos que desejarem. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos.

Donald John Trump é um empresário, personalidade televisiva e político estadunidense, sendo atualmente o 45.

Os vários grupos encarnam conservadores, católicos e a geração mais jovens de republicanos que, ao contrário de Trump, não só reconhecem a ciência por trás da mudança climática, mas desejam ver seu partido tomar a iniciativa dos democratas e liderar os esforços de guerrazinha ao aquecimento mundial.

Grupos ambientalistas conservadores como o ConservAmerica e o republicEn, assim como entidades religiosas apartidárias como a Aliança Católica para o Clima e grupos bipartidários como o Lobby dos Cidadãos pelo Clima, intensificaram as ações para recrutar mais congressistas republicanos para que estes abordem a mudança climática desde a votação de Trump.

Os ambientalistas conservadores estão advogando o que chamam de soluções de “livre iniciativa” para a mudança climática, como um imposto sobre o carbono. Trata-se de um contraste diante da abordagem de ambientalistas liberais dos tempos do ex-presidente Barack Obama, que apoiavam interdições a certas espécies de prospecção de petróleo e regulamentações para desestimular a utilização da commodity.

Mas sejam quais forem as diferenças, os grupos conservadores declaram que têm um papel importante a desempenhar.

Alex Bozmoski, diretor de estratégia do republicEn declarou: “Agora os conservadores têm uma possibilidade de reconquistar a confiança dos estadunidense em questões ambientais”. “Eles podem governar a uma direção completamente diferente que na verdade faz a economia aumentar ao mesmo tempo em que corta os gases de conseqüência estufa”.

Os esforços dos ativistas não conquistaram nada nem parecido com uma maioria no Capitólio. Só cerca de 20 dos 237 republicanos da Câmara dos Deputados se pronunciaram a respeito da mudança climática neste ano. Mas eles esperam formar um bloco grande o suficiente no Congresso, ou conseguir influência suficiente na Casa Branca, para moderar a agenda de Trump.

Utiliza-se o termo muitas vezes, para se referir em a reunião de representantes de o poder legislativo de uma nação.

O lobby já deu alguns resultados: um bloco de eleição pró-ambiente do Congresso, o Caucus Soluções para o Clima, conseguiu filiar mais republicanos nos últimos dois meses do que no último ano da administração Obama –seu primeiro ano de atuação.

O comitê reuniu provisões aprovadas na semana passada por dois outros painéis em um único projeto de lei, auxiliando a pavimentar o percurso para uma eleição posterior no plenário da Câmara.Faz 16 dias, o republicano Trump fez a denúncia em uma série de tuítes de 4 de março, seis semanas depois de trocar o democrata Barack Obama em a Presidência a crescentes questionamentos sobre os laços a sua campanha com a Rússia. e em meio dea sua campanha com a Rússia.

A determinação não é compulsória, mas encarnou um desafio direto à abordagem climática de Trump, um sinal explícito de discórdia dentro do partido.

De fato, Trump batizou a proposta de “‘America First': um anteprojeto orçamentário para fazer os EUA grandes de novo”. E os cortes mais afliçõezinhas aconteceram nos orçamentos do Departamento de Estado destinadas à aassistênciaexterna e às organizações internacionais, que pevão perderS$ 17,3 bilhões.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ambientalistas republicanos tentam influir abordagem climática de Trump
>>>>>Artes, meio ambiente e ajuda externa: as vítimas do orçamento de Trump – (EfeGeneric)
>>>>>Republicanos racham e conservadores se irritam conforme avança reforma da saúde nos EUA – March 16, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Auxiliares de Trump atacam agência que analisará os custos de projeto de lei sobre saúde – March 12, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Trump diz que Serviço Secreto fez ‘trabalho fantástico’ ao deter intruso – March 11, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump assina novo decreto de restrição de viagens, deixa Iraque de fora – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump não aceita afirmação do FBI sobre falsidade de escutas, diz porta-voz – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump diz que 122 ex-presos de Guantánamo voltaram ao crime – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Trump expressa preocupação com vazamentos da CIA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Trump está ‘extremamente preocupado’ com vazamento da CIA pelo Wikileaks, diz Casa Branca – March 08, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa Branca pede ao Congresso para investigar se Obama ordenou grampo – March 05, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump acusa Obama de estar por trás de protestos contra ele – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump constrói heliporto na “Casa Branca de inverno” da Flórida – March 01, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>A vida de solidão de Trump na Casa Branca – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump solicita ao Congresso investigação sobre suposto grampo telefônico – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa Branca pede a Congresso para investigar acusação contra Obama sobre grampo – March 05, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump acusa Obama de ‘grampear’ seu telefone – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump acusa Obama de grampo telefônico durante campanha eleitoral – March 04, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Trump diz que proposta de saúde dos republicanos oferecerá chance de escolha e preços baixos – March 13, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Trump pedirá conselhos de Merkel sobre Putin e Ucrânia, dizem autoridades dos EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Plano republicano para saúde deixaria milhões sem seguro, diz relatório – March 14, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Lei de saúde de Trump supera primeiro obstáculo no Congresso – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Republicanos obtêm primeira vitória para trocar sistema de saúde dos EUA – (FolhaGeneric)
>>>>>Trump mantém alegação de que Obama o grampeou, diz Casa Branca – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 0 50 PERSON 6 As dúvidas explícitas de o presidente de os Estados_Unidos Donald_Trump a: 1, O republicano Trump: 1, Donald_John_Trump: 1, Donald_Trump (apposition: o presidente de os Estados_Unidos): 1, Trump: 2
2 os conservadores 0 30 NONE 5 (tacit) eles/elas (referent: os conservadores): 3, eles (referent: os conservadores): 1, Eles (referent: os conservadores): 1
3 Clima 0 0 ORGANIZATION 3 o Clima: 3
4 grupos 0 0 NONE 3 Os vários grupos: 1, grupos bipartidários: 1, os grupos conservadores: 1
5 mudança 0 0 NONE 3 a mudança climática: 3
6 Lindsey Graham 0 50 PERSON 2 Lindsey_Graham: 1, (tacit) ele/ela (referent: Lindsey_Graham): 1
7 organizações 80 0 NONE 2 as organizações internacionais: 2
8 Barack Obama 60 0 PERSON 2 a gestão Obama: 1, o ex-presidente Barack_Obama: 1
9 Alfonso Fernández 0 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Alfonso_Fernández): 1, Alfonso_Fernández: 1
10 conservadores 0 0 NONE 2 os conservadores: 1, conservadores: 1