Buscando sepultar acordo com Irã, Israel insiste que ninguém deseja combate com Teerã

Por: SentiLecto

– Israel informou nesta terça-feira que não busca combate com o Irã, um dia após exibi supostas evidências de atividades iranianas com armas nucleares, mas propôs que Donald Trump apoiava sua tentativa mais recente de acabar com um acordo que tem objetivo de conter as pretensões atômicas do Irã. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Uma autoridade sênior israelense declarou que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu havia informado Trump em 5 de março sobre supostas evidências apreendidas por Israel, que foram exibidas na segunda-feira como “uma grade proeza da inteligência”. Trump consentiu no encontro que Israel iria publicar a informação antes de 12 de maio, a data em que ele tem que decidir os EUA irão deixar o acordo nuclear com o Irã, um arquirrival de ambos países, declarou a autoridade de Israel. Informações sobre as consultas entre Trump e Netanyahu servem para realçar percepções de tentativa organizada por ambos líderes para sepultar o acordo internacional, que Trump chamou de “terrível” e Netanyahu classificou como “abominável”. Em comunicado televisionado na noite de segunda-feira, Netanyahu detalhou o que disse serem documentos iranianos que supostamente provam que o Irã estava desenvolvendo armas nucleares antes do acordo de 2015, que assinou com os EUA e potências mundiais. Na terça-feira, Netanyahu declarou à CNN que “ninguém” busca um conflito com a República Islâmica, uma pchancevista por alguns como um possível resultado do colapso do acordo. Perguntado Netanyahu declarou:, se Israel está preparado para ir àogcombatecom Teerã “Ninguém está buscando eestatespéciede desenvolvimento. O Irã é quem está modificando as normas na região.” Mas a apresentação de Netanyahu declarava que evidências mostravam que o Irã mentiu ao entrar no acordo, um convênio histórico visto por Trump como falho, mas por potências europeias como vital para dissipar preocupações de que o Irã poderia um dia desenvolver bombas nucleares. Teerã, que nega já ter buscado armas nucleares, recusou Netanyahu como “o menino que berrava ‘lobo'”, e chamou sua apresentação de propaganda. Nesta terça-feira Amir Hatami segundo a agência de notícias Tasnim declarou: “Nós advertimo ao regime sionista e seus aliados para pararem suas complôs e seus condutas perigosas ou irão enfrentar a firme e admirável resposta do Irã”. Amir Hatami é o ministro da Defesa do Irã. Hatami chamou as denúncias de Netanyahu de “infundadas”. Experts internacionais e israelenses declararam que Netanyahu não havia exibido evidências de que o Irã estava quebrando o acordo. Em vez disso, parecia que a apresentação, feita quase inteiramente em inglês, foi feita como um prelúdio israelense para Trump deixar o acordo. Tzachi Hanegbi, ministro israelense para o desenvolvimento regional e um confidente de Netanyahu, declarou que a apresentação tinha objetivo de fornecer a Trump os motivos para concluir o acordo. “Em 12 dias um grande drama vai ir se desenrolar. O presidente de America possivelmente irá deixar o acordo”, declarou Hanegbi em entrevista à Rádio do Exército Israelense. “O que o primeiro-ministro fez na noite passada foi dar a Trump munição contra a ingenuidade e relutância europeia em relação ao Irã.” Sob o acordo entre o Irã e seis grandes potências, Teerã consentiu em restringi seu programa nuclear em troca de alívio de sanções norte-americanas e outras sanções econômicas. Faz 11 dias, Trump deu a o Reino Unido, França e Alemanha um prazo para consertar seu fracasso o que vê como equívocos de o acordo – em endereçar o programa de mísseis balísticos de o Irã os termos por os quais inspetores visitam supostas instalações de Iran, os termos pelos quais inspetores visitam supostas instalações iranianas, e cláusulas de caducidade – ou irá reimpor sanções norte-americanas. A autoridade sênior israelense declarou que Israel sabia do arquivo de Iran por um ano, Faz 3 meses, se apossou de ele e informou Trump sobre o documento em encontro em Washington em 5 de março.

– O Irã alegou na segunda-feira que as alegações de Israel sobre o programa nuclear de Teerã são “infantis e grotescas” e buscam afetar a resolução do presidente das Estados Unidos, Donald Trump, sobre o acordo nuclear em 12 de maio, informou a agência de notícias semioficial Tasnim. “O show de Netanyahu foi um jogo infantil e grotesco… O programa planejado antes do prazo final de 12 de maio é para afetar a resolução de Trump sobre o acordo nuclear do Irã”, declarou Abbas Araqchi, segundo a Tasnim. Trump decidirá até 12 de maio se vai recomeçar as sanções econômicas dos Estados Unidos contra Teerã, o que seria um duro golpe para o convênio de 2015 entre o Irã e seis grandes potências. “Os líderes do regime sionista de Israel veem sua sobrevivência na utilização de charlatanismo para mostrar outros países como uma ameaça”, evidenciou Bahram Qasemi através de um comunicado. Bahram Qasemi é o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores.Essas informações “deverão ser estudadas e analisadas em detalhes”, segundo um comunicado do Ministério de Relações Exteriores.

Na quarta-feira 04 de abril Benjamin Netanyahu havia conversado por telefone com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para analisar a situação regional e o acordo nuclear com o Irã, criticado por ambos. Benjamin Netanyahu é o primeiro-ministro de Israel.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: United States, Brazil, United Kingdom, Israel

Cities: Franca, Washington

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Buscando sepultar acordo com Irã, Israel insiste que ninguém deseja combate com Teerã
>>>>>Irã afirma que alegações de Netanyahu são ‘infantis e ridículas’, diz agência – April 30, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Macron diz acreditar que Trump romperá acordo nuclear com Irã – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Trump diz que romper acordo com Irã não prejudica conversas com Coreia do Norte, não descarta novo acordo com Teerã – April 30, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Amigos ou não, Macron desafia Trump em discurso ao Congresso dos EUA – April 25, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump e Macron enfrentam diferenças sobre Irã e comércio em visita de francês aos EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Macron chega aos EUA para iniciar visita de Estado e encontros com Trump – April 23, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Macron tentará convencer Trump a seguir em acordo com Irã – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump e Macron devem discutir acordo nuclear com o Irã na semana que vem – April 20, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump e Macron tentam resolver diferenças sobre acordo nuclear do Irã na Casa Branca – April 24, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Irã promete reações ‘esperadas e inesperadas’ se EUA deixarem acordo nuclear – April 21, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Trump diz à Fox News estar considerando várias opções para encontro com líder da Coreia do Norte – April 26, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump diz que progresso está sendo feito por todos, após Coreia de Norte suspender testes nucleares – April 21, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump diz que EUA tiveram conversas diretas com Coreia do Norte de alto nível – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Diretor da CIA se reuniu com Kim Jong-un na Coreia do Norte – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Pompeo criou ‘bom relacionamento com Kim’ em visita à Coreia do Norte, diz Trump – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>UE saúda anúncio da Coreia do Norte e pede desnuclearização – April 21, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump diz que crise nuclear na Coreia do Norte está ‘longe de conclusão’ – April 22, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Macron afirma que novo acordo com Irã evitaria “potencial guerra” – (EfeGeneric)
>>>>>Irã denuncia “propaganda ridícula” de Israel para mostrá-lo como uma ameaça – (EfeGeneric)
>>>>>França pede ao Irã transparência após revelações de Netanyahu – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 48 170 PERSON 13 Trump: 6, (tacit) ele/ela (referent: Trump): 2, informado Trump: 1, Donald_Trump (apposition: o presidente de os Estados_Unidos): 1, ele (referent: Trump): 1, Donald_Trump: 2
2 Irã 0 80 ORGANIZATION 11 O Irã: 3, (tacit) ele/ela (referent: O Irã): 1, o Irã: 7
3 Benjamin Netanyahu 0 60 PERSON 8 Benjamin_Netanyahu (apposition: o primeiro-ministro de Israel): 1, Netanyahu: 6, o primeiro-ministro Benjamin_Netanyahu: 1
4 acordo 250 0 NONE 7 o acordo nuclear: 2, um acordo: 1, o acordo: 3, o acordo internacional: 1
5 Israel 0 0 PLACE 7 Israel: 6, ele (referent: Israel): 1
6 eu 40 8 NONE 4 (tacit) eu: 4
7 Teerã 0 0 PERSON 4 Teerã: 4
8 evidências 0 0 NONE 4 supostas evidências apreendidas: 1, evidências: 3
9 potências 250 0 NONE 3 seis grandes potências: 2, potências europeias: 1
10 Tasnim 0 0 ORGANIZATION 3 semioficial Tasnim: 1, Tasnim: 1, a Tasnim: 1