Diretor da NSA: governo Obama não pediu que Reino Unido espionasse Trump

Michael Rogers negou nesta segunda-feira que o governo do ex-presidente Barack Obama tenha pedido na inteligência de Brits para realizar qualquer espécie escuta envolvendo atual presidente, Donald Trump, durante a campanha eleitoral de 2016. Michael Rogers é o diretor da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos.Rogers, ao ser perguntado sobre o tema na primeira audiência pública realizada no Congresso sobre a possível interferência russa nas votações presidenciais estadunidense de novembro do ano passado declarou: “Jamais vi na NSA, que , não utilizou a CIA, alguém envolvido em uma atividade assim”. Sean Spicer mencionou durante uma de suas entrevistas coletivas na semana passada uma afirmação feita por um comentarista da emissora “Fox” sobre as denúncias de Trump de que Obama grampeou sua linha telefônica na Trump Tower, em Nova York. Sean Spicer é o porta-voz da Casa Branca.

Os comitês de inteligência da Câmara e do Senado de America examinaram a acusação de Trump e deduziram que nenhuma evidência não era sustentada.Segundo o jornalismo dos EUA, o próprio Spicer também conversou por telefone o embaixador do Reino Unido nos Estados Unidos, Kim Darroch, para tentar reduzi o nervosismo criado por seus observações.

Na quinta-feira 09 de março Dois importantes senadores haviam pedido ao FBI e ao Departamento de Justiça qualquer informação que eles tenham relacionada à declaração não fundamentada do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que o seu antecessor, Barack Obama, h haviao grampeado durante a campanha presidencial de 2016.

Sean Michael Spicer é Secretário de Imprensa e Diretor de Comunicações do presidente Donald Trump.

“Três fontes de inteligência declararam à ‘Fox News’ que o presidente Obama pulou a cadeia de comando . Utilizou o GCHQ”, declarou Spicer, ao mencionar o comentarista Andrew Napolitano.

An àoijornalismo”Co clarou R: “A questão é que os comitês de inteligência, nas suas inquéritos continuados, amplos e em andamento sobre todas as coisas relacionadas à Rússia, cdeduziram pelo menos por ora, com respeito à nossa comunidade de inteligência, que nenhum grampo assim existiu”,.O senador republicano Richard Burr, presidente da delegação declararam: “Com base na informação disponível para nós, não vimos indicações de que a Trump Tower tenha sido alvo de vigilância por nenhum elemento do governo dos Estados Unidos nem antes nem depois das votações de 2016”, e o senador democrata Mark Warner, vice-presidente do comitê, em comunicado.

Faz 27 anos, disputou a primeira divisão nacional por a última vez.

O GCHQ é um grande complexo de comunicações do governo situado na cidade de Cheltenham . Ele trabalha bastante próximo aos serviços secretos britânicos MI5 e MI6 e um de seus maiores trabalhos é o de defender o Reino Unido de ameaças cibernéticas.

A este respeito, tanto o GCHQ quanto a primeira-ministra de Brits, Theresa May, negaram as insinuações de Spicer sobre qualquer coordenação para espionar o multimilionário.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United Kingdom

Cities: York

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Diretor da NSA: governo Obama não pediu que Reino Unido espionasse Trump
>>>>>Trump mantém alegação de que Obama o grampeou, diz Casa Branca – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Casa Branca tenta acalmar Reino Unido após sugerir que britânicos grampearam Trump – (Extraoglobo-pt)
>>>>>EUA se desculpam com R.Unido por sugerir que seus espiões investigaram Trump – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Sean Spicer 0 0 PERSON 4 o próprio Spicer: 1, Sean_Michael_Spicer: 1, Spicer: 1, Sean_Spicer (apposition: O porta-voz de a Casa_Branca): 1
2 eu 0 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
3 o gchq 50 50 ORGANIZATION 3 Ele (referent: o gchq): 1, o gchq: 1, (tacit) ele/ela (referent: o gchq): 1
4 informação 0 0 NONE 3 qualquer informação: 2, a informação disponível: 1
5 inteligência 160 0 NONE 2 inteligência: 1, a inteligência britânica: 1
6 respeito 160 0 NONE 2 este respeito: 1, respeito: 1
7 Barack Obama 0 0 PERSON 2 o presidente Obama: 1, Barack_Obama: 1
8 GCHQ 0 0 ORGANIZATION 2 o GCHQ: 2
9 Michael Rogers 0 0 PERSON 2 Rogers: 1, Michael_Rogers (apposition: O diretor de a Agência_Nacional_de_Segurança_dos_Estados_Unidos): 1
10 Secretário_de_Imprensa e Diretor_de_Comunicações de o presidente Donald_Trump 0 0 PERSON 2 Secretário_de_Imprensa e Diretor_de_Comunicações de o presidente Donald_Trump: 1, (tacit) eles/elas (referent: Secretário_de_Imprensa e Diretor_de_Comunicações de o presidente Donald_Trump): 1