Ex-segurança do presidente de Francia declara que desejam prejudicar Macron

Por: SentiLecto

Alexandre Benalla, o ex-guarda-costas de confiança do presidente francesas, Emmanuel Macron, alegou, por meio dos seus advogados, que a “utilização midiático” que está sendo feito do seu caso tem como objetivo prejudicar o líder francês.

Mas críticos de Macron classificaram sua reação lenta ao incidente como mais um sinal de que ele está desconectado da realidade.

“O senhor Benalla está surpreso com as utilizações midiático e político da sua ação de 1º de maio de 2018 contra dois arruaceiros que atacavam polícias”, declara a nota dos advogados, mandada nesta segunda-feira à rede de TV “TF1″, que também aalegamque ao aagredio antigo rculpadapela segurança do Palácio do Eliseu a intenção é “prejudicar à presidência”.

No comunicado, a defesa explica que Benalla estava no local dos protestos de 1º de maio, a convite da Direção de Ordem Pública para a função de observador. Ao notar a conduta “particularmente agressivo” de dois indivíduos ele comportar-se, pois teve a impressão de que a ação “ultrapassava a habilidade operacional dos polícias” e por isso, “tomou a iniciativa de reforçar o equipamento e auxiliou a conter essas pessoas” com “uma ação vigorosa, mas feita sem violência e sem provocar ferimentos”.

O primeiro as deixou nas mãos da seção de “temas internos” da polícia; o segundo em maneira de uma delegação parlamentar que iniciará sua função na próxima segunda-feira, e o terceiro com um inquérito preliminar aberta pela Procuradoria de Paris.vê-se Benalla em a filmagem, arrastando uma mulher para longe de um protesto e mais tarde espancando um manifestante. Nesta sexta-feira a mídia de Francia divulgou um segundo vídeo que mostra Benalla utilizando força contra uma mulher.

Acusa-se Benalla, entre outros de atos violentos, e, segundo os advogados, não tem a intenção de falar publicamente.

Na sua vez, parlamentares começaram uma investigação sobre o incidente, a leniência da penalização inicial de Benalla e a omissão das autoridades por não denunciá-lo imediatamente ao Judiciário.

Segundo os advogados, Benalla atuou com base no artigo 73 do Código Penal, que declara que todo cidadão deve auxiliar à Polícia em caso de necessidade, e que a ação não teve “consequências para as pessoas detidas”.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Franca

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ex-segurança do presidente de Francia declara que desejam prejudicar Macron
>>>>>Macron demite guarda-costas filmado espancando manifestante – July 20, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Macron é alvo de críticas após assessor ser visto agredindo manifestante – July 19, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Deputado de partido de Macron é detido por tráfico de influência – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Chefe de segurança de Macron que bateu em manifestantes é detido – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Governo francês tenta limitar escândalo envolvendo segurança de Macron – July 19, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>”Caso Benalla” gera novas críticas contra Macron, que mantém seu silêncio – (EfeGeneric)
>>>>>Macron ordena reformulação na Presidência francesa após escândalo envolvendo guarda-costas – July 23, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Alexandre Benalla 40 50 PERSON 7 Alexandre_Benalla o: 1, O senhor Benalla: 1, Benalla: 5
2 ação 140 0 NONE 4 sua ação de 1º: 1, uma ação vigorosa: 1, a ação: 2
3 advogados 0 0 NONE 3 seus advogados: 1, os advogados: 2
4 o comunicado 20 15 NONE 2 (tacit) ele/ela (referent: o comunicado): 1, ele (referent: o comunicado): 1
5 Código Penal 0 0 ORGANIZATION 2 o Código_Penal: 2
6 incidente 0 0 NONE 2 o incidente: 2
7 mulher 0 0 NONE 2 uma mulher: 2
8 o segundo em forma de uma comissão parlamentar 0 0 NONE 2 o segundo em forma de uma comissão parlamentar: 2
9 sinal 0 0 NONE 2 um sinal: 2
10 uso 0 0 NONE 2 o uso midiático: 2