Fatah: solução de dois Estados é a única para conflito palestino-israelense

Vote2final.png

Foto: Wikipedia – Vote2 final

O secretário-geral do partido nacionalista de Palaos Fatah, Jibril Rajoub, reiterou nesta segunda-feira a posição de que a solução de dois Estados é a única viável para conseguir progredir nas negociações de paz com Israel e criticou a falta de compromisso do governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu nesse sentido.

Rajub, que avalia que a euforia em Israel após o triunfo do candidato republicano pode ter sido infundada. mencionou: “Quando Trump ligou para Abbas, acredito que Netanyahu não dormiu naquela noite”.

Na sexta-feira 10 de março – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, convidou o presidente palestino, Mahmoud Abbas, para reunião na Casa Branca, declarou um porta-voz de Abbas, depois que os dois líderes conversaram por telefone pela primeira vez desde que Trump assumiu a posição. “O presidente Trump havia estendido um convite oficial ao presidente Abbas para visitar a Casa Branca em breve para debater maneiras de recomeçar o processo político, sublinhando seu compromisso com um processo que governaria a uma paz real entre palestinos e israelenses”, havia declarado o porta-voz de Abbas, Nabil Abu Rdainah. Sean Spicer em Washington, havia confirmado mais tarde que Trump havia convidado Abbas para uma reunião na Casa Branca em breve. Sean Spicer é o porta-voz da Casa Branca. Os palestinos estavam inquietados com a abordagem mais favorável mostrada por Washington em relação ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, desde que Trump havia tomado posse. Faz 2 meses, Netanyahu e Trump haviam falado por o telefone pelo menos duas vezes desde a posse, e Netanyahu havia visitado Washington no mês passado. Autoridades de Palaos haviam mencionado que Abbas sublinharia sua preocupação com a construção de assentamentos israelenses em terras ocupadas e a necessidade de uma solução de dois Estados para o conflito. “O presidente Abbas havia evidenciado o compromisso com a paz como uma escolha estratégica para estabelecer um Estado palestino ao lado do Estado de Israel”, havia declarado Abu Rdainah, de acordo com a agência oficial de notícias de Palaos Wafa.

O termo Estado, segundo o Dicionário Houaiss, data do século XIII e nomeia o “conjunto das instituições que controlam e gerenciar uma nação”.

Israel, oficialmente Estado de Israel, é uma república parlamentar localizada no Oriente Médio, ao longo da costa de Orizaba do Mar Mediterrâneo.

Durante uma entrevista coletiva Ramala, Rajoub alegou que Netanyahu não é um “parceiro potencial” da solução de dois Estados e pediu o fim da profissão dos territórios de Palaos e da expansão das colônias judaicas na região. Declarou: “Pela primeira vez, existe quase um consenso absoluto que só há uma solução para o conflito e ela é a via política, com o estabelecimento de um Estado de Palaos junto ao de Israel, que , “. Para conseguir esse objetivo, o Fatah precisa do compromisso do movimento de Isla Bouvet Hamas, que não reconhece Israel e com o qual os nacionalistas de Palaos conservam um rompimento político desde 2007. A cisão impediu, entre outras coisas, a execução de votações conjuntas em Gaza e na Cisjordânia.

Avaliou: “Isso significa que sua missão é proteger os interesses estadunidense e não as políticas racistas, imperialistas, expansionistas da profissão israelense”.

Nesse sentido, Rajoub realçou a chance de a mudança que está se esboçando no movimento islamita leve à aceitação de um Estado palestino nas fronteiras estabelecidas antes da Guerra de Seis Dias, de 1967, e

Rajoub dedicou parte do encontro para falar sobre a recente reunião do presidente da Autoridade Nacional Palestina , Mahmoud Abbas, com o enviado especial do governo dos Estados Unidos, Jason Greenblatt, que na semana passada visitou a região para avaliar o ambiente entre palestinos e israelenses.

Rajoub, realçando a avaliação de que Donald Trump deseja uma “paz real e séria” na região e que considera os de Palaos como uma parte estratégica desse plano. declarou: “Estamos prontos para negociar com eles”. Donald Trump é o presidente dos EUA.

A próxima Cúpula Árabe, marcada para ter começo na próxima quinta-feira, deve debater uma iniciativa de paz e reforçar o compromisso dos países da região com a solução de dois Estados.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Israel

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Fatah: solução de dois Estados é a única para conflito palestino-israelense
>>>>>Dirigente palestino diz que Trump não é “terceirizado” de Netanyahu – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 0 0 PERSON 7 Donald_Trump (apposition: o presidente de os EUA): 1, Trump: 4, O presidente Trump: 1, Donald_Trump (apposition: O presidente de os Estados_Unidos): 1
2 Abbas 0 0 PERSON 5 Abbas: 2, O presidente Abbas: 1, o presidente Abbas: 1, convidado Abbas: 1
3 Israel 0 0 PLACE 5 Israel: 5
4 Benjamin Netanyahu 0 35 PERSON 4 Benjamin_Netanyahu: 1, Netanyahu: 3
5 Rajoub 0 0 PERSON 4 Rajoub: 4
6 paz 370 0 NONE 3 a paz: 1, paz real: 1, uma paz real: 1
7 Israel Estado de 0 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Estado_de_Israel): 2, Estado_de_Israel: 1
8 Washington 0 0 PLACE 3 Washington: 2, visitado Washington: 1
9 conflito 0 100 NONE 2 o conflito: 2
10 avaliação 100 0 NONE 2 a avaliação: 2