Investimentos em obras públicas auxiliam aliança de Macri na votação legislativa argentina

Por: SentiLecto

LANÚS, Argentina – Adriana Rodríguez, uma vendedora de 59 anos em um mercado a céu aberto em uma cidade industrial na província argentina de Buenos Aires, jamais imaginou que sua casa seria conectada ao sistema de esgoto.

Mas o presidente pró-empresas Mauricio Macri investiu em infraestrutura antes da triunfo na votação legislativa de domingo, e a implementação de esgoto na cidade-natal de Rodríguez, Lanús, progrediu para perto de dois quarteirões de sua casa. Ela espera que canos alcancem sua casa em breve.

Lanús é um município localizado na província de Buenos Aires, situada na zona sul da Grande Buenos Aires.

Mauricio Macri é um empresário, engenheiro civil e político argentino.

Declarou: “Meu marido e eu pensávamos que iríamos falecer sem ter conexão com o sistema de esgoto”. “É um passo para frente.”

Assim como muitos subúrbios da classe operária cercando a capital argentina que coletivamente compõem a região eleitoral mais importante do país, Lanús há tempos tem sido um baluarte de suporte ao movimento peronista, que em geral sublinha fortes sindicatos e políticas de redistribuição.

A aliança de Macri, que inicialmente padeceu para atrair a classe operária, foi atrás destes votos com obras públicas de 8,7 bilhões de dólares na província de Buenos Aires, lar de mais de um terço dos eleitores de Argentina. A aliança pavimentou ruas e construiu faixas expressas de ônibus após uma década de investimentos em infraestrutura estagnados sob a ex-presidente Cristina Kirchner.

Por outro lado, já no “bunker” de Cristina, no ginásio do estádio do Arsenal, de Sarandí, havia presença dos principais grupos de suporte ao kirchnerismo. A ex-presidente, porém, ainda aguardava os resultados desde o segundo andar do local onde estava o palco armado, numa sala com seus assessores e o filho, Máximo Kirchner.Repito o que declarou há dois anos: Cristina já é carta fora do baralho. Ela já não é uma influência decisiva no Partido Justicialista nem o quando o partido se reorganizar, vai ser. E isso é assim independentemente do resultado desta votação.

Isto auxiliou a aliança de Macri, Cambiemos, a derrotar Cristina na votação da província ao Senado no domingo.

“Isso roubaria da oposição dois terços da maioria necessária para derrubar vetos presidenciais, e encorajaria Macri a aprofundar as reformas para liberação de mercado que os investidores lhe pedem”, declarou Burdman.

Marcos Buscaglia, sócio fundador da consultoria política e econômica de Buenos Aires Alberdi Partners. declarou: “As pessoas agora identificam ‘Macrismo’ com obras públicas”. “Isto deu a elas muita esperança de realmente verem ruas asfaltadas, esgoto, e similares”.

Uma pesquisa da consultoria Management & Fit a mostrou com 4,8 pontos percentuais de votos a menos que Bulrich, enquanto outras pesquisas mostram uma disputa mais acirrada.

Somente 35 por cento dos habitantes da cidade estavam conectados ao sistema de esgoto, quando um aliado de Macri assumiu como prefeito de Lanús em dezembro de 2015 de um peronista. O município busca conexão de 100 por cento até 2019 e a empresa de serviços hídricos estatal AySA declara ter investido 321,7 milhões de dólares em Lanús, incluindo 60 projetos de canos beneficiando quase 300 mil residentes.

Alberto Francisco, dono de loja de 46 anos de Lanús e apoiador de Kirchner declarou: “Quando os credores desejarem coletar, o momento vai chegar”. “Nós iremos concluir como em 2001: sem dinheiro”.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Argentina

Cities: Buenos Aires

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Investimentos em obras públicas auxiliam aliança de Macri na votação legislativa argentina
>>>>>Coalizão de Macri deve vencer eleições parlamentares nos maiores distritos da Argentina – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Resultado parcial indica aliado de Macri à frente de Cristina Kirchner – October 23, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>‘Cristina Kirchner já é carta fora do baralho’, afirma escritora argentina – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Cristina Kirchner tem bunker particular para contagem de votos em Buenos Aires – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Cristina Kirchner 0 60 PERSON 6 ex-presidente Cristina_Kirchner: 1, Ela (referent: Cristina): 1, (tacit) ele/ela (referent: Cristina): 2, Máximo_Kirchner: 1, Cristina: 1
2 Lanús 25 75 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: Lanús): 1, Lanús: 3, Ela (referent: Lanús): 1
3 Mauricio Macri 6 0 PERSON 3 Mauricio_Macri: 2, Macri: 1
4 AySA 0 0 ORGANIZATION 3 estatal AySA: 1, (tacit) ele/ela (referent: estatal AySA): 2
5 a coalizão de macri 0 0 NONE 3 A coalizão de Macri: 2, a coalizão de Macri: 1
6 nós 40 7 NONE 2 Nós: 1, (tacit) nós: 1
7 Buenos_Aires_Alberdi_Partners 80 0 OTHER 2 (tacit) ele/ela (referent: Buenos_Aires_Alberdi_Partners): 1, Buenos_Aires_Alberdi_Partners: 1
8 a província de buenos_aires 0 0 NONE 2 a província de Buenos_Aires: 2
9 eu 0 0 NONE 2 (tacit) eu: 2
10 infraestrutura 0 0 NONE 2 infraestrutura: 2