‘Javalis Selvagens’ da Tailândia contam sua “odisseia” após deixarem clínica

Por: SentiLecto

Os 12 meninos do time de futebol ‘Javalis Selvagens’ e seu treinador, que permaneceram mais de duas semanas presos em uma caverna na Tailândia, contaram nesta quarta-feira sua “odisseia” após receberem alta da clínica, na primeira e única entrevista coletiva que têm que conceder.

Os 13 vestiam a camisa do time de futebol e todos estavam sorridentes e com bom aspecto físico durante a entrevista coletiva em Chiang Rai, a capital da província homônima situada no norte do país.

Alguns dos meninos, que têm entre 11 e 17 anos, estavam mais soltos diante das câmeras do que outros, mas o que tomou o vocábulo mais vezes para responder às pquestõesformuladas por um apresentador foi o treinador, Ekapol Chantawong.

Foi ele quem contou como ficaram presos na caverna Tham Luang no dia 23 de junho sem alimentos e como não deixaram de buscar uma saída durante os nove dias em que estiveram sumidos.

Os meninos e o treinador entraram na caverna após um treino para comemorar o aniversário de um deles, Peerapat Sompiangjai, também conhecido como Night, que completava 17 anos, mas uma borrasca inesperada alagou partes da caverna e bloqueou sua saída.

Os meninos cavaram em busca de uma saída e para encontrar lugares seguros onde dormir, contou um dos ‘javalis’, que adicionou que eles conseguiram progredir “três ou quatro metros”.

Ekapol mencionou que, durante os nove dias que permaneceram sumidos, a única água que bebiam era a que escorria e era filtrada pelo telhado e pelas paredes da caverna.

Um dos meninos relatou que não sentiram fome em um primeiro momento, mas, após 48 horas, começaram a ficar cansados e fracos.

Não obstante, a cada dia, encorajados pelo treinador, os meninos faziam algo para buscar uma saída e não perder a esperança.

Faz 16 dias,, os mergulhadores britânicos John Volanthen e Rick Stanton encontraram o grupo em uma câmara situada a quatro quilômetros de a entrada de a caverna, em o dia 2 de julho.

Um dos ‘javalis’ descreveu hoje esse momento, depois de nove dias sem alimentos e às escuras, como “um milagre”.

A partir daí, a busca estava concluída e iniciava o resgate: os britânicos tentaram erguer a moral dos meninos e deixaram lanternas com eles antes de partirem para dar a boa notícia aos outros integrantes de um operação que chegou a contar com mais de mil pessoas, entre elas experts de Austrália, Estados Unidos, China, Dinamarca, Finlândia, Israel e Japão, entre outros países.

O médico Phak Lonhanchun, do exército de Tailandiade Tailandia e que esteve com o grupo no interior da caverna, contou na entrevista coletiva que todos os meninos exibiam as mesmas condições físicas e não havia nenhum deles em estado grave, por isso deixaram que eles mesmos decidissem quem sairia primeiro.

As autoridades de Tailandia prepararam nesta tarde uma entrevista coletiva de 45 minutos que será transmitida pela TV local e na qual os meninos vão responder a questões aprovadas anteriormente pelos médicos e psicólogos.Ao pegar o microfone, Ake declarou que todos consentiram em ir à caverna. Quando a chuva iniciou, eles viram a água entrar e consideraram deixar o local, mas não tinham ideia da altura que a água alcançaria.

O treinador Ekapol revelou hoje que o grupo decidiu que os primeiros a sair seriam aqueles que viviam mais longe.

Se dividiu o resgate em três jornadas : quatro meninos foram retirados em o dia 8, outros quatro em o dia 9 e o restante de o grupo em o dia 10. Os meninos receberam tranquilizantes e transportados em maca nos trechos inundados, até a saída da caverna.

Os médicos advertiram às famílias dos meninos, entre 11 e 16 anos, que dterão que evitarque falem com jornalistas durante ao menos um mês após o rregressopara casa.

Os médicos que trataram do grupo após o resgate mencionaram que todos já recuperaram força mental e física suficientes para regressarem às suas casas.

Os médicos decidiram antecipar a alta em um dia e as autoridades esperam que o grupo fale com o jornalismo antes de seguir para casa, devido ao enorme interesse provocado pela história. No entanto, após o fantasmazinho em rede nacional, eles receberam a orientação de evitar os holofotes da mídia.

Os meninos também contaram que serão ordenados monges por algumas semanas para, de acordo com o costume budista, ganhar méritos em favor de Saman Kunan, o veterano mergulhador tailandês que faleceu durante as operações de resgate.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Thailand, Finland, United States, Israel, Denmark, China, Australia

Cities: Chiang Rai

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>’Javalis Selvagens’ da Tailândia contam sua “odisseia” após deixarem clínica
>>>>>Vídeo mostra meninos resgatados de caverna na Tailândia deixando hospital – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Meninos e técnico resgatados de caverna na Tailândia deixam hospital – (EfeGeneric)
>>>>>’É um milagre': Meninos retirados em caverna na Tailândia falam sobre resgate – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 meninos 65 0 NONE 8 todos os meninos: 1, os meninos: 3, Os meninos: 3, quatro meninos: 1
2 médicos 40 0 NONE 5 os médicos: 1, Os médicos: 4
3 grupo 0 0 NONE 5 o grupo: 5
4 os médicos 0 0 NONE 5 eles (referent: Os médicos): 1, (tacit) eles/elas (referent: Os médicos): 4
5 água 0 0 NONE 5 a única água: 3, a água: 2
6 Ekapol 0 30 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: O treinador Ekapol): 1, (tacit) ele/ela (referent: Ekapol): 1, Ekapol: 1, O treinador Ekapol: 1
7 Os 12 meninos de o time de futebol Javalis_Selvagens e seu treinador 0 0 OTHER 4 Os 12 meninos de o time de futebol Javalis_Selvagens e seu treinador: 2, (tacit) eles/elas (referent: Os 12 meninos de o time de futebol Javalis_Selvagens e seu treinador): 2
8 Phak Lonhanchun 0 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: O médico Phak_Lonhanchun de o exército tailandês e e): 2, O médico Phak_Lonhanchun de o exército tailandês e e: 2
9 entrevista 0 0 NONE 4 a entrevista coletiva: 2, única entrevista coletiva: 2
10 resgate 0 0 NONE 3 o resgate: 2, O resgate: 1