Maduro começa exercícios militares com gritos de “Fora Trump”

Por: SentiLecto

O presidente de Venezuela, Nicolás Maduro, começou neste domingo uma série de exercícios militares que se vão estender até sexta-feira e aproveitou a ocasião para criticar seu homólogo dos Estados Unidos, Donald Trump, por considerar que este pretende intervir no país.

“Que Donald Trump não nos ameace. Fora Donald Trump da Venezuela, fora com suas ameaças, aqui há forças armadas e aqui há um povo para defender a honra, a dignidade e a decência de uma pátria que tem mais de 200 anos de luta”, declarou Maduro em um ato com militares no estado de Miranda, próximo a Caracas.

“Estamos com o povo de Venezuela na sua nobre busca de liberdade e condenamos a barbárie do regime de Maduro, cujas políticas socialistas fizeram com que essa nação deixasse de ser a mais rica da América do Sul para ficar em um estado de pobreza extrema e desespero”, adicionou.

Na quinta-feira 31 de janeiro o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, havia elogiado os “grandes protestos” realizados em “toda a Venezuela” contra o presidente Nicolás Maduro e os havia interpretado como o início da “luta pela liberdade” no país.

Na atividade, que foi transmitida pela emissora estatal “VTV”, o governante anunciou que vai aprovar os investimentos que sejam necessários para que Venezuela “tenha todo seu sistema de defesa antiaérea e antibalística”.

No discurso do Estado da União de hoje esteve presente Carlos Vecchio, nomeado por Guaidó como encarregado de negócios da Venezuela nos EUA e que foi convidado pelo senador Marco Rubio, que exerce grande influência na política estadunidense em assuntos relacionados com o país de Cariacica.”Seus representantes em Washington desejam mandar às nossas fronteiras o mesmo óAnimosidadeque emandaramao Vietnã, qdesejaminvadir a Venezuela como fizeram em nome da liberdade”, aadicionao documento.Em resposta na resolução dos EUA, Vladimir Putin advertiu que também estava abdicando ao tratado INF. Vladimir Putin é o presidente de Rusia.”Para fazer de nossos lares e povos lugares inexpugnáveis, inexpugnáveis pelo ar. Porque pela terra não se podem colocar porque aqui estão os soldados de Bolívar que fariam o império de America pagar caro por qualquer audácia de tocar o sagrado solo da pátria venezuelana”, completou.

Juan Guaidó se autoproclamou também no mês passado como presidente em exercício do país e conta com o suporte de vários países, entre eles os Estados Unidos, cujo governo reiterou que considera todas as alternativas, inclusive a militar, para tirar o chavismo do poder. Juan Guaidó é o chefe do Legislativo.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Venezuela, United States

Cities: Caracas

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Maduro começa exercícios militares com gritos de “Fora Trump”
>>>>>Trump ratifica apoio a Guaidó como “presidente interino” da Venezuela – (EfeGeneric)
>>>>>Nicolás Maduro apela pela paz em carta dirigida ao povo dos EUA – February 08, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Guaidó anuncia ajuda humanitária na fronteira do país com Brasil e Colômbia – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Trump diz que Maduro pediu uma reunião há alguns meses e ele recusou a oferta – February 03, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Maduro diz que está pronto para dialogar com oposição venezuelana – January 30, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Venezuela precisa de eleições livres e justas, diz Alemanha – January 25, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>BID aprova Guaidó na Venezuela e mostra interesse em “trabalhar” com ele – January 24, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Petroleira italiana Eni diz estar monitorando situação na Venezuela com muito cuidado – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ministro da Defesa da Venezuela diz que Maduro é ‘presidente legítimo’ – January 24, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Proposta de Maduro para dialogar com os EUA se mantém, diz ministro venezuelano – January 26, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>“Hola, sou Mike Pence”: vice-presidente dos EUA manda mensagem de apoio a venezuelanos – January 22, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>EUA consideram impor sanções sobre petróleo da Venezuela em breve, dizem fontes – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Maduro afirma que Justiça deve agir após autoproclamação de Guaidó – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Rússia denuncia que EUA e seus aliados querem derrubar Maduro – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Trump atribui disposição de Maduro a “negociar” às sanções dos EUA – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Após protestos na Venezuela, Trump diz que “começou a luta pela liberdade” – January 31, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Maduro afirma que tomará ações legais para defender filial da PDVSA nos EUA – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Em entrevista à TV, Maduro se recusa a deixar o poder e convocar eleições – February 04, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Enviado de Guaidó nos EUA rejeita oferta de diálogo de Maduro – (EfeGeneric)
>>>>>Trump admite negociar novo pacto nuclear com Rússia, China e “outros países” – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 os Estados_Unidos 0 0 PLACE 4 os (referent: os Estados_Unidos): 1, os Estados_Unidos: 3
2 Vladimir Putin 0 60 PERSON 3 Vladimir_Putin (apposition: o presidente russo): 1, (tacit) ele/ela (referent: Vladimir_Putin): 2
3 nossas fronteiras 0 4 NONE 3 (tacit) eles/elas (referent: nossas fronteiras): 3
4 nós 0 0 NONE 3 (tacit) nós: 2, nos: 1
5 ódio 0 200 NONE 2 ódio: 2
6 uma série de exercícios militares 0 30 NONE 2 uma série de exercícios militares: 2
7 Nicolás Maduro 0 15 PERSON 2 o presidente Nicolás_Maduro: 1, Maduro: 1
8 liberdade 80 0 NONE 2 liberdade: 1, a liberdade: 1
9 Donald Trump 15 0 PERSON 2 Donald_Trump: 2
10 Juan Guaidó 0 0 PERSON 2 Guaidó: 1, Juan_Guaidó (apposition: O chefe de o Legislativo): 1