Maduro declara que vai receber “todos” os observadores internacionais nas votações

Por: SentiLecto

Nicolás Maduro alegou nesta quinta-feira que o governo do país está aberto para receber “todos os observadores internacionais” que desejem acompanhar as votações presidenciais que serão realizadas no dia 22 de abril Nicolás Maduro é o presidente da Venezuela., e que vai dar a eles “todas as garantias necessárias”.

“A Venezuela está aberta a dar todas as garantias necessárias e a receber todos os observadores internacionais que desejem vir. Mais que fiscalizar, poderão aprender sobre o impecável sistema eleitoral que construímos”, informou o governante em mensagem no Twitter.

A reitora informou que os pedidos serão feitos pela internet dos dias 24 a 26 de fevereiro e esse dia vai abrir um fase de 48 horas para exibi as exigências que irão apoiar as candidaturas.

Na sexta-feira 26 de janeiro a União Europeia havia condenado “firmemente” a resolução da Venezuela de dizer persona non grata o embaixador espanhol em Caracas, Jesús Silva Fernández, e ao mesmo tempo que havia pedido às autoridades vde Venezuela havia edito”plena solidariedade com a Espanha” para “reverter”a dresolução

Faz 1 dia, o Conselho Nacional Eleitoral, anunciou a data de as votações presidenciais, satisfazendo o decreto de a Assembleia Nacional Constituinte que ordenou a execução de o pleito antes de maio,, ontem.

Ela evidenciou que o registro eleitoral vai estar aberto até o dia 20 deste mês, porém, antes vai haver um dia especial para os eleitores que esperam se inscreve ou fazer mudanças de residência para finalmente publicar, no dia 5 de março, o número total de chamados às urnas.

A data anunciada pela Tibisay Lucena é a que foi planejada no documento que o governo assegura ter surgido da mesa de diálogo na República Dominicana Tibisay Lucena é presidente do CNE., mas que a oposição rejeita por considerá-lo insuficiente.

O antichavismo buscava nas conversas, entre outras coisas, “melhoras” e “garantias” para as votações, das quais ainda não decidiu se vai participar.

Faz 1 dia, o diálogo entre o governo e a oposição concluiu sem um acordo e, segundo declarações de o presidente de Dominica, Danilo Medina, que ajuda essas conversas, entrou em ” recesso indefinido “.

Medina a repórteres em Santo Domingo, em observações transmitidas na TV de Venezuela, lamentando o rompimento das negociações acolhidas na ilha. alegou: “Não conseguimos chegar a um acordo”. “Se resolveu nenhum conflito em o mundo sem diálogo”.Em uma coletiva de jornalismo ao término da reunião, Medina explicou que havia um documento alegando que, entre outros pontos, as votações aconteceriam em 22 de abril, e que seria assinado ontem.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Dominican Republic

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Maduro declara que vai receber “todos” os observadores internacionais nas votações
>>>>>Eleições presidenciais da Venezuela serão realizadas no dia 22 de abril – February 08, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>Negociações entre governo e oposição da Venezuela sobre data de eleição fracassam – February 07, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Governo e oposição venezuelana continuarão diálogo nesta quarta-feira – February 07, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>Diálogo venezuelano termina sem acordo e entra em recesso “indefinido” – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eleições 0 0 NONE 5 as eleições presidenciais: 2, as eleições: 3
2 documento 0 0 NONE 3 um documento: 1, o documento: 2
3 diálogo 0 15 NONE 2 diálogo: 1, O diálogo: 1
4 sistema 160 0 NONE 2 o impecável sistema eleitoral: 2
5 observadores 123 0 NONE 2 todos os observadores internacionais: 2
6 Danilo Medina 120 0 PERSON 2 Danilo_Medina: 2
7 Venezuela 80 0 ORGANIZATION 2 A Venezuela: 1, (tacit) ele/ela (referent: A Venezuela): 1
8 acordo 60 0 NONE 2 um acordo: 2
9 Medina 0 0 PERSON 2 Medina: 2
10 Nicolás Maduro 0 0 PERSON 2 Nicolás_Maduro (apposition: O presidente de a Venezuela): 1, (tacit) ele/ela (referent: Nicolás_Maduro): 1