Mãe de menino gay que se matou rebate mensagens de Animosidade: ‘Vamos rezar por você’

Por: SentiLecto

A mãe do menino de 9 anos que cometeu suicídio após contar na escola que era gay rebateu com vocábulos positivos às mensagens que óAnimosidadeque recebeu no Facebook. A americana Leia Rochelle Pierce publicou nesta quarta-feira prints de xingamentos e denúncias de que ela seria culpada pela morte de Jamel Myles.

Um internauta identificado como George Ioan escreveu para Leia que seu perfi na rede social é “uma p* de uma desgraça” que mostra todos “na p* de um arco-íris”. O hater escarneceu da maneira como ela quando seu filho assumiu, reagiu que era homossexual. Na época, Leia declarou para Jamel que continuava a amá-lo independemente de sua orientação sexual.

— Nossa prioridade é cobrir todas as questões envolvidas neste caso, para conservar todos os alunos seguros e revisar de maneira justa e completa os fatos envolvidos nesta trágica perda.

“Recorde-se de como o mundo está f* antes de forçar uma criança a viver nele. Eu utilização o Facebook há nove anos e declaro pra você agora mesmo para excluir seu perfil em sinal de respeito por quem você perdeu. E utilize seu maldito cérebro antes de postar alguma coisa. Ninguém se importa com o quanto você se acha rebelde”, declaram as mensagens de Animosidade.

George Ioan também acusou Leia de ter errado em permitir que o menino contasse aos colegas de turma que era gay.

“Tudo o que você devia fazer para mantê-lo vivo era impedir que eledeclarassee a todos , mas você não sabe em que m* de mundo você vive”, alegou.

O usuário da rede social ainda propôs que a mãe da criança vítima de homofobia utilizasse “camisinhas” e seu “cérebro” para evitar ter mais filhos.

Leia se demonstrou por meio de observações positivas para o autor de tantas frases pesadas para magoá-la, quando elefinalmentem parou demandarr mensagens.

“Você é a espécie de pessoas que precisa de afeição no coração. Espero que você encontre um pouco do amor que meu filho deixou aqui para compartilharmos. Eu sinto bastante que você esteja repleto de Animosidade e eu espero que alguém lhe abrace. E você é inacreditável, se ninguém lhe declarou hoje. Fique abençoado. Meu filho e eu vamos rezar por você”, declarou a mãe do menino.

Ao ser questionada por amigos e parentes sobre a resposta que deu, Leia evidenciou que precisa lidar com os haters com amabilidade, sendo sempre afável.

Em outra publicação, a mãe pediu que as pessoas que propagam discurso de Animosidade “encontrem afeição”.

“Desejo o melhor para todos que estão sendo negativos, porque talvez vocês também estejam padecendo. Meu filho e eu vamos rezar por vocês”, declarou Leia. “A Animosidade levou meu filho de mim eu não posso promovê-lo”.

Leia publicou no Facebook que Jamel tirara a própria vida, no último dia 23, poucos dias após ter declarado a seus colegas de classe que era gay. A história repercutiu internacionalmente e reacendeu a discussão sobre bullying e suicídio. Em entrevista ao jornal “Denver Post”, ela contou que atribui a atitude desesperada do filho ao deboche e aas observações cruéis de outras crianças da Escola Fundamental Joe Shoemaker, em Denver, no estado de America do Colorado.

“Esses valentões são a razão pela qual meu filho não está comigo. Minha filha me declarou que ele chegou em casa e contou que as crianças na escola estavam declarando para ele se matar”, declarou Leia à “NBC News” nesta terça-feira. “Temo que parar de intimidar e ensinar as pessoas a se amarem”.

Acesse aqui o site do Centro de Valorização da Vida para buscar suporte emocional. O telefone do CVV é 188.

“Nosso objetivo é auxiliar vocês a contarem a notícia aos seus filhos da maneira mais apropriada possível, com todo o suporte necessário. Então, sintam-se a vontade para nos procurar para saberem como lidar com a situação”, declarava a carta.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Mãe de menino gay que se matou rebate mensagens de Animosidade: ‘Vamos rezar por você’
>>>>>Menino de 9 anos comete suicídio após revelar a colegas de escola que era gay – August 28, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 106 NONE 12 (tacit) eu: 7, Eu: 1, eu: 2, mim: 1, me: 1
2 Leia Rochelle Pierce 160 50 PERSON 9 Leia: 7, A americana Leia_Rochelle_Pierce: 1, ela (referent: A americana Leia_Rochelle_Pierce): 1
3 você 0 0 NONE 9 você: 7, Você: 1, você em que m: 1
4 Myles Jamel 0 0 PERSON 4 Jamel: 3, Jamel_Myles: 1
5 era 0 60 NONE 3 era gay: 1, era homossexual: 1, era: 1
6 filho 0 0 NONE 3 meu filho: 2, seu filho: 1
7 meu filho 0 0 NONE 3 ele (referent: meu filho): 2, (tacit) ele/ela (referent: meu filho): 1
8 vocês 0 0 NONE 3 vocês: 3
9 a mãe de o menino de 9 anos que ódio 0 300 NONE 2 A mãe de o menino de 9 anos que ódio: 2
10 ódio 0 200 NONE 2 O ódio: 1, ódio: 1