Mais soldados dos EUA deixam Iraque por possíveis lesões e Trump diminui risco cerebral

Por: SentiLecto

DAVOS, Suíça/WASHINGTON – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou nesta quarta-feira que não considera graves as lesões cerebrais padecidas por 11 militares norte-americanos no recente ataque do Irã a uma base no Iraque, ao mesmo tempo em que militares dos EUA levavam mais soldados para fora da região por causa de possíveis lesões.

Em uma declaração separada nesta quarta-feira, o Comando Central dos EUA declarou que se mandou mais soldados de o Iraque para a Alemanha para avaliações médicas após o ataque de mísseis de o Irã em 8 de janeiro contra a base onde havia forças dos EUA depois de anunciar os 11 feridos na semana passada.

Uma autoridade norte-americana, falando sob condição de anonimato, alegou que cerca de uma dúzia de soldados estava sendo transportada para a Alemanha.

Aeronaves de guerrazinha, sistemas de defesa em solo e radares complementares, entre outras medidas, irão proteger cerca de 3 mil participantes do encontro, informaram oficiais da polícia suíça nesta segunda-feira.

Na segunda-feira 13 de janeiro Donald Trump defendeu sua resolução de ordenar a homicídio do comandante de Iran Qassem Soleimani, afirmando que Soleimani encarnava uma ameaça iminente aos Estados Unidos Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos., mas também declarando que isso não era importante, dado o histórico do líder militar.

Trump e outras autoridades importantes declararam inicialmente que o ataque do Irã não matou ou feriu nenhum membro dos serviços dos EUA, mas na quinta-feira o Pentágono disse que “Escutai declarar que eles tiveram dores de cabeça e algumas outras coisas, mas eu declararia e posso relatar que não é bastante grave”, declarou Trump em entrevista coletiva em Davos, na Suíça.

Por outro lado, a 50ª edição do encontro vê o regresso de Trump depois dele não ter participado em 2019.Trump fez o anúncio no momento em que ativistas do clima, como a jovem de Suecia Greta Thunberg, ampliam a pressão sobre companhias e governos para lutar as mudanças climáticas. Neste ano, o assunto do fórum em Davos é sustentabilidade.Trump fez o anúncio no momento em que ativistas do clima, como a jovem de Suecia Greta Thunberg, ampliam a pressão sobre companhias e governos para lutar as mudanças climáticas. Neste ano, o assunto do fórum em Davos é sustentabilidade.

Vários grupos de saúde há anos tentam ampliar a conscientização sobre a gravidade de lesões cerebrais, incluindo concussões. Essa lesão pode provocar sintomas como problemas de memória, dores de cabeça e sensibilidade à luz. Mudanças de humor e possíveis vínculos com enfermidades mentais também são preocupações.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States, Switzerland

Cities: Davos

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Mais soldados dos EUA deixam Iraque por possíveis lesões e Trump diminui risco cerebral
>>>>>Trump obtém segurança de Exército suíço enquanto manifestantes climáticos marcham para Davos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>DAVOS-Trump diz que EUA participarão de projeto para plantar 1 trilhão de árvores – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Trump diz que EUA participarão de projeto para plantar 1 trilhão de árvores – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 35 0 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Trump): 2, Donald_Trump (apposition: o presidente de os Estados_Unidos): 1, Trump: 3
2 Davos 0 0 PLACE 3 Davos: 3
3 o tema de o fórum 100 0 NONE 2 o tema de o fórum: 2
4 sustentabilidade 100 0 NONE 2 sustentabilidade: 2
5 Greta Thunberg 0 0 PERSON 2 Greta_Thunberg: 2
6 anúncio 0 0 NONE 2 o anúncio: 2
7 ativistas de o clima 0 0 NONE 2 ativistas de o clima: 2
8 combater as mudanças climáticas 0 0 NONE 2 combater as mudanças climáticas: 2
9 empresas 0 0 NONE 2 empresas: 2
10 eu 0 0 NONE 2 eu: 1, (tacit) eu: 1