Ministro de Energia de Israel manda União Europeia “para o inferno”

Por: SentiLecto

Yuval Steinitz declarou nesta quarta-feira que a União Europeia “pode ir para o inferno” por requerer um inquérito da suposta barbárie policial contra manifestantes árabes-israelenses. Yuval Steinitz é o ministro de Energia de Israel.

A UE condenou na terça-feira a violência da polícia em uma manifestação na cidade nortista haitiana para queixar-se contra o excessivo utilização da violência de Israel nos protestos na fronteira com Gaza das últimas semanas, e propôs ao Governo israelense que investigue o acontecido.

Steinitz garantiu em uma rádio local que pouca lhe importam as recomendações da “hipócrita” UE, que “está protegendo o Irã e o auxiliará contra as sanções de America”.

Faz 14 dias, Semanas antes Dia da Europa, o ministro elogiou os laços que juntam o seu país em a UE em a residência de o embaixador europeu em Israel, de acordo com o jornal ” Haaretz “.

Na sua vez, “Vocês fizeram isto antes do Holocausto, durante o Holocausto e depois do Holocausto. Um ato de benevolência e piedade que vai estar sempre em nosso coração”, adicionou o premiê israelense.

Na sexta-feira 11 de maio o Ministério das Relações Exteriores do Irã havia condenado, nesta sexta-feira, os recentes bombardeios realizados por Israel na Síria, que havia qualificado de “um ato de agressão” baseado em pretextos “infundados”.

Mas hoje Steinitz se queixou que a UE “acossa” Israel enquanto o Irã “executa, tortura homossexuais, viola os direitos das mulheres, apoia o terrorismo de Assad, que arremessa armas químicas em sua gente”, informou ao mesmo jornal.

Jafar Farah, diretor da ONG Mosawa, Centro de Defesa para Cidadãos Árabes em Israel, foi um dos 21 ativistas detidos durante a manifestação de Haifa de sexta-feira, e acusou a polícia de ter quebrado seu joelho depois da detenção.

Cartes, defendendo sua resolução de suporte a uma “nobre e valente nação”, com a qual a república do Paraguai compartilha “valores e princípios como democracia, liberdade, defesa dos direitos humanos e tolerância”, declarou Cartes. declarou: “Não sou amigo de posições mornas ou dúbias”.

A UE e Israel conservam uma longa relação de colaboração econômica e assinaram vários acordos de investimento com os 28 como um dos maiores parceiros comerciais de Israel.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Israel

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ministro de Energia de Israel manda União Europeia “para o inferno”
>>>>>Presidente do Paraguai inaugura embaixada do país em Jerusalém – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Yuval Steinitz 0 0 PERSON 8 Yuval_Steinitz (apposition: O ministro de Energia israelense): 1, o (referent: Steinitz): 1, (tacit) ele/ela (referent: Yuval_Steinitz): 1, Steinitz: 2, (tacit) ele/ela (referent: Steinitz): 3
2 UE 0 80 ORGANIZATION 6 a hipócrita UE: 1, (tacit) ele/ela (referent: A UE): 2, A UE: 1, a UE: 2
3 Israel 0 0 PLACE 5 Israel: 5
4 um ato de benevolência e misericórdia 200 0 NONE 2 Um ato de benevolência e misericórdia: 2
5 laços 100 0 NONE 2 os laços: 2
6 Cartes 0 0 PERSON 2 Cartes: 2
7 Irã 0 0 ORGANIZATION 2 o Irã: 2
8 esta 0 0 NONE 2 esta: 2
9 jornal 0 0 NONE 2 jornal: 1, o jornal: 1
10 o Governo 0 0 PERSON 2 o Governo: 2