Oposição da Indonésia vai contestar resultado de votação nos tribunais

Por: SentiLecto

O candidato presidencial derrotado Prabowo Subianto vai contestar o resultado da votação de Indonesia de 17 de abril no Tribunal Constitucional, nesta sexta-feira, depois de se queixar que manipulou-se a eleição.

Faz 1 mês, a Comissão Eleitoral da Indonésia confirmou em esta a reeleição de Joko Widodo como presidente de o país, a o anunciar a apuração oficial de as votações cujo resultado não foi de abril seu oponente, o ex-general Prabowo Subianto., aceito por o seu oponente, o ex-general Prabowo Subianto.Pelo menos seis pessoas faleceram e outras 200 ficaram feridas em confrontos entre eleitores opostos à reeleição do presidente dindonésia Joko Widodo, e a polícia, em Jacarta, entre a noite de terça-feira e hoje, informou o governador da capital do país, Anies Baswedan.

Na segunda-feira 29 de abril as autoridades indonésias haviam anunciado que estudavam a chance de mudar a capital administrativa de Jacarta para outra cidade por causa dos inúmeros congestionamentos e das enchentes constantes.

O presidente Joko Widodo obteve 55,5% dos votos da votação na terceira maior democracia do mundo e derrotou o general da reserva Prabowo, que teve 44,5%, anunciou a Comissão Geral Eleitoral na terça-feira.

Após o anúncio, Prabowo repetiu afirmações anteriores de que houve fraudes generalizadas em defesa do presidente, e milhares de seus apoiadores queixar-se contra o resultado na capital nesta semana.

Oito pessoas faleceram, três delas adolescentes, e 737 ficaram feridas em duas noites de alvoroços, declarou o governador de Jacarta, Anies Baswedan.

Na sua vez, áreas do centro de Jacarta se tornaram um campo de combate de madrugada. A polícia disparou gás lacrimogêneo e balas de borracha, e os manifestantes atiraram rochas e arremessaram fogos de subterfúgio contra policiais.Quando os funcionários dos escritórios conservaram distância do centro da cidade, ruas que ficaram tranquilas na quarta-feira tinham tráfego intenso novamente nesta quinta-feira, e varredores da prefeitura limpavam os destroços.

A agência eleitoral declarou não haver indícios de fraude sistemática, e observadores independentes declararam que a eleição foi livre e justa. O vice de chapa de Prabowo, Sandiaga Uno, que declarou que as pessoas “testemunharam com os próprios olhos” que a eleição foi injusta, aos repórteres. declarou: “O processo de submeter a ação civil e outros esforços legais são medidas para que possamos exibi resultados eleitorais que sejam livres e justos”.

Uma pesquisa de boca de urna realizada pela companhia Indikator Politik da Indonésia mostrou que 94% dos eleitores acredita que a eleição foi livre e justa.

A polícia prendeu centenas de pessoas acusadas de participar dos alvoroços e provocar violência, duas das quais são membros de um grupo militante que jurou fidelidade ao Estado Islâmico, declarou o porta-voz da Polícia Nacional, Muhammad Iqbal.

A polícia também encontrou envelopes com dinheiro, o que propõe que instigadores podem ter pago alguns dos arruaceiros, declarou Iqbal, adicionando que exames mostraram que alguns dos suspeitos haviam ingerido o estimulante metanfetamina.

Enquanto Prabowo pediu protestos pacíficos e moderação, widodo prometeu ações duras contra aqueles que impelirem alvoroços.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Oposição da Indonésia vai contestar resultado de votação nos tribunais
>>>>>Manifestantes da Indonésia dispersam após 2ª noite de protesto contra resultado de eleição – May 23, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Joko Widodo vence ex-general e é reeleito presidente da Indonésia – May 21, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Confrontos após reeleição de Widodo deixam pelo menos 6 mortos na Indonésia – May 22, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Polícia da Indonésia dispara gás lacrimogêneo contra manifestantes em Jacarta – May 22, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 votação 160 80 NONE 6 a votação: 4, as eleições: 1, a eleição: 1
2 Prabowo Subianto 0 0 PERSON 4 Prabowo: 2, o ex-general Prabowo_Subianto (apposition: seu adversário): 1, Prabowo_Subianto: 1
3 pessoas 0 140 NONE 3 Oito pessoas: 1, as pessoas: 1, seis pessoas: 1
4 a polícia 0 0 NONE 3 (tacit) ele/ela (referent: A polícia): 3
5 esta 0 0 NONE 3 esta: 3
6 polícia 0 0 NONE 3 A polícia: 3
7 tumultos 0 100 NONE 2 tumultos: 2
8 resultado 0 40 NONE 2 resultado: 1, o resultado: 1
9 afirmações 70 0 NONE 2 afirmações anteriores: 2
10 Anies Baswedan 0 0 PERSON 2 Anies_Baswedan: 2