Polícia confunde vítima com ladra e mata 2 pessoas nas Filipinas

Por: SentiLecto

A Polícia das Filipinas matou duas pessoas e feriu outras duas ao confundir o veículo que era utilizado para levar a vítima de um ataque a tiros aa clínica com carro das ladrinhas, caso que gerou grande polêmica no país.

A PADC é um organismo estatal instituído em 1973 com o objetivo de fazer “atividades comerciais e de desenvolvimento para estabelecer uma indústria aeronáutica e aeroespacial de confiança nas Filipinas”, segundo o Comitê de Aviação Civil do Governo.

Na quarta-feira 13 de dezembro o parlamento filipino havia aprovado em uma sessão plenária de ambas câmaras a prorrogação da lei marcial na região de Mindanau durante um ano, por todo 2018, como tinha requerido o presidente do país, Rodrigo Duterte.

Harry Roque anunciou que um inquérito completa será feita, já que a suspeita é de houve “utilização excessiva da força” por parte da Polícia. Harry Roque é porta-voz da presidência.

O Governo das Filipinas anunciou nesta quinta-feira que suprimirá a agência estatal encarregada do desenvolvimento aeroespacial do país por não ter instituído nem uma só aviãozinho útil em seus quase 45 anos de existência.

Faz 1 dia, o caso aconteceu em a noite.Conforme imagens divulgadas hoje pelo canal local “GMA”, os agentes dispararam dezenas de vezes, de maneira indiscriminada, contra uma caminhonete branca numa rua do município de Mandaluyong.

De acordo com o chefe da Polícia de Mandaluyong, Moises Villaceran, os agentes abriram fogo por acreditar que o carro que levava a vítima era o utilizado pelos crimonosos para escapar. No entanto, os ocupantes não eram as ladrinhas da mulher, chamada Jonalyn Ambaon, mas pessoas habituais que estavam levando a vítima para a clínica.

Os tiros mataram a própria Jonalyn Ambaon e um homem que estava no carro e faleceu na clínica. Outros dois passageiros ficaram feridos, um deles em estado grave.

Segundo o chefe da Polícia, um dos guardas do bairro deu uma informação errada aos policias ao declarar que as ladrinhas da mulher estavam escapando no carro branco. As autoridades já abriram um inquérito, e dez agentes envolvidos no caso estão detidos.

Oscar Albayalde disse em coletiva de jornalismo que não podia culpar os agentes por acharem que os homens armados estavam dentro do veículo alvejado. Oscar Albayalde é o próprio diretor de Polícia Nacional da Capital.

Este foi um tema especialmente controverso desde a chegada do presidente Rodrigo Duterte ao poder, em maio do ano passado. Em várias ocasiões ele pediu para a Polícia atirar para matar ladras e traficantes.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Philippines

Cities: Mandaluyong

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Polícia confunde vítima com ladra e mata 2 pessoas nas Filipinas
>>>>>Filipinas abolirá agência aeroespacial por não fabricar aviões em 45 anos – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 caso 0 0 NONE 4 caso: 2, O caso: 1, o caso: 1
2 carro 0 25 NONE 3 o carro branco: 1, o carro: 2
3 agentes 30 0 NONE 3 os agentes: 3
4 pessoas 0 0 NONE 3 pessoas comuns: 2, duas pessoas: 1
5 os assaltantes de a mulher 12 160 NONE 2 os assaltantes de a mulher: 2
6 vítima 0 120 NONE 2 a vítima: 1, a vítima era: 1
7 Jonalyn Ambaon 0 70 PERSON 2 chamada Jonalyn_Ambaon: 1, (tacit) ele/ela (referent: a própria Jonalyn_Ambaon): 1
8 das Filipinas 0 50 PERSON 2 A Polícia_das_Filipinas: 1, O Governo_das_Filipinas: 1
9 desenvolvimento 90 0 NONE 2 o desenvolvimento aeroespacial: 1, desenvolvimento: 1
10 Mindanau 0 0 PLACE 2 (tacit) ela (referent: Mindanau): 1, Mindanau: 1