Presidente do Peru anuncia suporte legal a Guerrero para invalidar resolução da CAS

Por: SentiLecto

Martín Vizcarra anunciou nesta quarta-feira que seu governo vai dar suporte legal ao atacante Paolo Guerrero na tentativa de invalidar na Corte Arbitral do Esporte uma sanção por doping que o tirou da Copa do Mundo da Rússia. Martín Vizcarra é o presidente peruano.

Vizacarra declarou a jornalistas que a sanção é desproporcional e que Guerrero e seus advogados lhe declararam que enquanto o tribunal na Suíça resolve o processo, eles também exibirão uma medida cautelar para interromper a penalização do jogador.

“Eles estão iniciando um procedimento para invalidar esse laudo arbitral que define a sanção de 14 meses. Estão recorrendo ao tribunal federal suíço dado que esse laudo não satisfaz a garantia do devido processo”, declarou em uma conferência semanal com alguns de seus ministros.

A CAS estendeu de 6 para 14 meses uma suspensão sobre Guerrero por doping, após teste do jogador ter dado positivo para um derivado de cocaína.

Na sua vez, a Fifa a princípio baniu o atacante por um ano, fase que foi diminuído para seis meses com recurso, o que significa que a suspensão havia sido completada 10 dias atrás.Painel da CAS decidiu que o jogador “mesmo que não fosse expressiva, tinha culpa ou descuido, e que ele poderia ter tomado algumas medidas para evitar cometer uma violação antidoping”.O camisa 9 e capitão da seleção peruana listou três motivos que confirmam sua inocência. “Primeiro: jamais consumi uma droga. Se confirmou isso já . Segundo: jamais tive a intenção de melhorar meu desempenho. Se confirmou isso já em a Fifa, em a Wada e em o TAS. E terceiro: eu estava sob o regime da minha equipe, sob o regime peruano, sob protocolos de segurança e nutrição. Tomei uma infusão que um garçom não teria que ter servido a um jogador profissional”.O aumento da penalização, imposta após uma apelação da Agência Mundial Antidoping à CAS, significa que o jogador de 34 anos pvai perdero Mundial do mês que vem, para o qual a seleção peruana se classificou pela primeira vez em 36 anos.

Na sexta-feira 04 de maio Martín Vizcarra havia alegado que torcia para que Paolo Guerrero dispute a Copa do Mundo na Rússia, após o atacante exibi na Corte Arbitral do Esporte , na Suíça, um recurso contra a suspensão de seis meses que lhe havia sido imposta pela Fifa por doping. Martín Vizcarra é o presidente peruano.

A notícia caiu como um balde de água fria no país que se classificou para a Copa do Mundo pela primeira vez depois de 36 anos e que tomou a questão da penalização de Guerrero como problema nacional.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Russian Federation

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Presidente do Peru anuncia suporte legal a Guerrero para invalidar resolução da CAS
>>>>>Capitão do Peru Guerrero ficará fora de Copa do Mundo após aumento na suspensão por doping – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Fora da Copa, Guerrero chama suspensão de “Vergonhosa injustiça” – (gazetaesportiva-pt)
>>>>>Associação de jogadores diz que suspensão de Guerrero por doping ‘desafia o bom senso’ – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 50 110 NONE 6 (tacit) eu: 5, eu: 1
2 jornalistas 0 0 NONE 4 (tacit) eles/elas (referent: jornalistas): 2, Eles (referent: jornalistas): 1, eles (referent: jornalistas): 1
3 doping 0 120 NONE 3 doping: 3
4 Paolo Guerrero 0 80 PERSON 3 Guerrero: 1, o atacante Paolo_Guerrero: 1, Paolo_Guerrero: 1
5 Painel_da_CAS 0 13 OTHER 3 Painel_da_CAS: 1, ele (referent: Painel_da_CAS): 1, (tacit) ele/ela (referent: Painel_da_CAS): 1
6 Fifa 0 0 ORGANIZATION 3 a Fifa: 3
7 atacante 0 160 NONE 2 o atacante: 2
8 a ampliação de a punição 0 140 NONE 2 A ampliação de a punição: 2
9 jornalistas 0 80 NONE 2 jornalistas: 2
10 jogador 60 0 NONE 2 um jogador profissional: 1, o jogador: 1