Procuradora revela cerco militar ao Ministério Público na Venezuela

Por: SentiLecto

A procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega, que , para quem a Assembleia Constituinte reflete uma “pretensão ditatorial”, é uma veterana chavista que se distanciou do governo ao delatar um rompimento da ordem constitucional na Venezuela, delatou neste sábado o assédio de militares que cercam a sede do Ministério Público, um dia depois da posse da Assembleia Constituinte e de receber medidas de proteção da CIDH . “Rejeito o cerco ao Ministério Público. Delato essa arbitrariedade à comunidade nacional e internacional”, escreveu a procuradora em sua conta no Twitter.

Quando se realizaram as votações para a Assembleia Nacional Constituinte, destas 121 pessoas, Ortega alegou que 10 faleceram ontem , promovidas por o chavismo governante cujos resultados a procuradora declarou hoje não reconhecer.Faz 5 meses, desde que o presidente tentou invalidar a Assembleia Nacional, ex-aliada de o chavismo, Ortega Díaz se converteu em uma de as maiores críticas de o governo Nicolás Maduro — de maioria inimiga — por meio do Tribunal Supremo de Justiça, alinhado a o chavismo.

Na terça-feira 11 de julho um candidato à Assembleia Constituinte cconvidadapelo presidente Nicolás Maduro f havia sidomorto a tiros na segunda-feira, durante um comício na cidade dmaranhense no estado de Aragua. O Ministério Público investigaria “a morte de José Luis Rivas”, 42 anos, em um incidente no qual “também haviam resultado feridas duas pessoas”, e também a “de um jovem de 16 anos durante uma manifestação” na localidade de La Isabelica, estado de Carabobo. Forças de segurança e manifestantes se haviam enfrentado em várias cidades da Venezuela, com o balanço de dezenas de feridos, além das duas mortes, durante um bloqueio de ruas realizado pela oposição contra a Assembleia Constituinte convidada pelo presidente Nicolás Maduro.

Uma assembleia constituinte é um órgão colegiado que tem como função redigir ou reformar a constituição, a ordem político-institucional de um Estado, sendo para isso dotado de plenos poderes ou poder constituinte, ao qual devem submeter-se todas as instituições públicas.

Agentes da Guarda Nacional Bolivariana estão posicionados nos arredores e acessos à sede do Ministério Público, de acordo com ffotografiasdivulgadas pela assessoria de ijornalismodo Ministério Público.

Na sexta-feira , a CIDH, que o governo do ditador Nicolás Maduro não reconhece, anunciou a concessão de medida cautelar de proteção para Ortega, considerando que a sua vida e integridade “correm risco iminente de prejuízo irreparável”.

A procuradora exibiu vários recursos contra a Assembleia Constituinte, todos recusados pelo TSJ , acusado de servir ao governo.

Nesta semana, anunciou a abertura de um inquérito contra os diretores do CNE , após a acusação pela Smartmatic de que houve “manejo” nos resultados. A Smartmatic é companhia que forneceu suporte técnico na eleição da Assembleia Constituinte.Maduro e os líderes do governo alegam que a Assembleia Constituinte “colocará ordem” no Parlamento, de maioria parlamento, e no Ministério Público.

Sem uma AN independente, que mesmo sem poder real teve um papel importante no último ano e meio, e um MP disposto a progredir em casos contra funcionários do governo, os de Venezuela vão ficar em mãos de um Estado onipotente e ainda mais autoritário.

Na segunda-feira, o presidente sugeriu que a Constituinte erga a imunidade dos deputados para levá-los à Justiça e assuma o “controle” do Ministério Público.

“O que vocês acham que tem que fazer com o Ministério Público? Reestruturá-lo imediatamente,disserr em emergência e assumir sua liderança na busca de justiça”,declaroue Maduro.

Ao tomar posse como presidente da Assembleia Constituinte, a chavista Delcy Rodríguez alegou que “a procuradora não traiu um partido político”, mas suas funções, “que é a de atuação imparcial”.

A oposição assegura que não foram mais do que 2,4 milhões de votos, de um total de 19,5 milhões de eleitores. Talvez não tenham sido nem oito, nem dois milhões. O resultado real vai ser um mistério que os de Venezuela jamais vão descobrir. E com essa dúvida e muitas suspeitas, o país vai entrar num novo período de um conflito político que promete ser ainda mais violenta e repressiva.

A Assembleia Constituinte, dotada de “superpoderes”, irá conduzi o país por tempo indefinido e vai redigir a Carta Magna que irá trocar aquela promulgada em 1999 pelo morrido presidente Hugo Chávez.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Procuradora revela cerco militar ao Ministério Público na Venezuela
>>>>>Análise: Constituinte acaba com garantias constitucionais na Venezuela – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Protestos na Venezuela deixaram 121 mortos e 1,9 mil feridos, diz Procuradora – July 31, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Voto de Maduro abre eleição da Assembleia Constituinte na Venezuela – July 30, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Governo de Maduro usa código QR em documento oficial para controlar eleitores – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Grupo de 13 países da OEA exige que Maduro suspenda a Constituinte – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Oposição venezuelana estima 92% de adesão à greve geral contra Maduro – July 27, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Maduro e oposição trocam acusações a uma semana de voto para Constituinte – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Procuradora-geral diz que Maduro quer “se perpetuar no poder” – July 25, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Oposição venezuelana nomeia tribunal paralelo em ofensiva contra Maduro – July 21, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Protesto contra Maduro termina mais uma vez em violência; violinista é ferido – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Candidato à Assembleia Constituinte é executado na Venezuela – July 30, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Venezuelanos fazem protesto em Copacabana contra Constituinte – July 29, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo da Venezuela proíbe manifestações que possam atrapalhar Constituinte – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Parlamento venezuelano pede que países não reconheçam Constituinte – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Sobe para 5 número de mortos durante votação da Constituinte na Venezuela – (EfeGeneric)
>>>>>Maduro pagou US$ 30 bi à Odebrecht por obras inacabadas, diz procuradora – August 01, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Tensão cresce na Venezuela na véspera da Assembleia Constituinte – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Nicolás Maduro vota em Caracas e dispara crítica contra Donald Trump – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Venezuela pagou US$ 30 bi à Odebrecht por obras incompletas, diz procuradora – July 31, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Primeiro dia de greve na Venezuela termina com um morto e 40 feridos – July 27, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Judiciário ameaça prender opositores por indicar magistrados na Venezuela – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Venezuela prende 5 policiais por morte de 2 manifestantes durante greve geral – July 22, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Homem morre após ser queimado vivo durante manifestação no leste da Venezuela – July 19, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Venezuela registra maior número de prisões em um único dia desde abril – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Juiz apontado pela oposição é preso pelo serviço secreto na Venezuela – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Jovem de 16 anos morre durante nova manifestação na Venezuela – July 27, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>EUA impõem sanções contra 13 funcionários da Venezuela – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Em reunião com Zapatero, Leopoldo López exige retirada da Constituinte – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Sobe para 3 o número de mortes em 2º dia de greve geral na Venezuela – July 27, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Crise da Venezuela entra em semana crucial, adversários de Maduro protestam – July 24, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Mais de 65% dos mortos em protestos na Venezuela tem menos de 30 anos – July 21, 2017 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Assembleia Constituinte 0 0 ORGANIZATION 8 (tacit) ele/ela (referent: A Assembleia_Constituinte dotada de superpoderes e): 1, A Assembleia_Constituinte dotada de superpoderes e: 1, a Assembleia_Constituinte convocada: 2, a Assembleia_Constituinte: 4
2 procuradora 0 50 NONE 4 A procuradora: 1, a procuradora: 3
3 eu 15 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
4 Luisa Ortega 0 0 PERSON 4 Ortega: 2, Ortega_Díaz: 1, Luisa_Ortega: 1
5 Ministério Público 0 0 ORGANIZATION 4 o Ministério_Público: 3, O Ministério_Público: 1
6 Nicolás Maduro 0 0 PERSON 3 o presidente Nicolás_Maduro: 2, Maduro: 1
7 chavismo 0 0 NONE 3 o chavismo governante: 2, o chavismo: 1
8 chavista 0 0 PERSON 3 uma veterana chavista: 2, (tacit) ele/ela (referent: uma veterana chavista): 1
9 o assédio de militares 0 110 NONE 2 o assédio de militares: 2
10 conflito 0 100 NONE 2 um conflito político: 2