Rússia acusa Ucrânia de “provocação bastante arriscada” no Mar Negro

Por: SentiLecto

Depois que estes supostamente violaram, a Rússia acusou nesta segunda-feira a Ucrânia de protagonizar uma “provocação bastante arriscada” no Mar Negro, onde a guarda costeira russa capturou no domingo três barquinhos da marinha ucraniana, ferindo vários de seus tripulantes suas águas territoriais.

“vai abordar-se este tema em o Conselho de Segurança por iniciativa da Rússia. Estamos falando de uma provocação bastante arriscada que exige uma atenção e um inquérito especial”, declarou Dmitri Peskov no jornalismo local. Dmitri Peskov é porta-voz da presidência da Rússia.Quando a flotilha de Ucrania se conduzia para o Estreito de Kerch, peskov adiantou que o Ministério das Relações Exteriores vai emitir posteriormente um comunicado no qual vai explicar em detalhe o acontecido no domingo no litoral da Crimeia.

Sergei Lavrov qualificou em entrevista coletiva o incidente de domingo como uma “provocação inequívoca”. Sergei Lavrov é o ministro das Relações Exteriores da Rússia.

“se infringiram aspectos cruciais de o direito internacional, não só de o oceano… entre eles a Carta da ONU, a Convenção de Direito do Mar de 1982… que exigem a todos os países respeitar a soberania de outros países”, declarou Lavrov.

O ministro de Rusia evidenciou que “a violação ocorreu com técnicas bastante arriscados: manobras em um pequeno estreito. Certamente, isto poderia ter provocado ameaças e riscos para o tráfego normal de navios nessas águas”.

Além disso, Lavrov criticou os planos da Ucrânia de impor o estado de exceção, algo que o parlamento ucraniano poderia fazer hoje mesmo, e pediu que os parceiros ocidentais de Kiev “aliviassem” as autoridades de Ucrania. A Rússia admitiu que abriu fogo contra os navios de Ucrania em suas águas territoriais perto da Crimeia, que a Ucrânia afirma que o ataque ocorreu em águas neutras e quando os seus navios já regressavam ao porto de Odessa no Mar Negro, a fim de obrigá-los a parar , mas

Na sexta-feira 09 de novembro o Ministério das Relações Exteriores da Rússia havia convidado o embaixador da Áustria no país, Johannes Eigner, após as informações vienenses de que um militar de Australia supostamente havia trabalhado como espião para a Rússia durante duas décadas.

Depois que Moscou decidiu fechar o Estreito de Kerch para impedir o acesso dos navios ucranianos ao Mar de Azov, isso aconteceu.

Petro Poroshenko exigiu hoje que os russos libertassem “imediatamente” os tripulantes dos três navios capturados. Petro Poroshenko é o presidente ucraniano.

Uma testemunha da Reuters declarou neste domingo que se utilizou um navio graneleiro para bloquear o canal debaixo da ponte que ele viu dois aeronaves de Rusia Sukhoi Su-25 voando em o alto. A TV estatal russa declarou que mandaram-se helicópteros de guerrazinha de Rusia também para a área.

Segundo a presidência de Ucrania, Poroshenko tratou hoje do tema por telefone com o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg.

Alexei Volkov para o jornalismo de Rusia declarou: “O estreito foi aberto esta manhã”. Alexei Volkov é diretor-geral da companhia Portos Marítimos Crimeanos.”Certamente, é uma pena que nosso candidato não tenha vencido, mas, por outro lado, se analisarmos imparcialmente as declarações feitas por vários países na véspera das votações, então fica evidente que houve fortes pressões”, comentou Dmitri Peskov aos veículos de jornalismo locais. Dmitri Peskov é porta-voz do Kremlin.

Tatiana Moskalkova informou que as forças de segurança do país estão interrogando os tripulantes de Ucrania. Tatiana Moskalkova é a comissária de Direitos Humanos da Rússia.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Ukraine, Russian Federation

Cities: Odessa, Kerch, Azov

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Rússia acusa Ucrânia de “provocação bastante arriscada” no Mar Negro
>>>>>Rússia impede entrada de marinha ucraniana no Mar de Azov – November 25, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Rússia reabre estreito de Kerch após incidente naval com a Ucrânia – (EfeGeneric)
>>>>>Rússia denuncia “forte pressões” nas eleições à presidência da Interpol – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 60 140 NONE 3 (tacit) nós: 3
2 provocação 50 120 NONE 3 uma provocação: 2, uma provocação inequívoca: 1
3 A Rússia 0 36 PLACE 3 A Rússia: 2, Rússia: 1
4 águas 0 20 NONE 3 águas neutras: 1, águas territoriais: 1, essas águas: 1
5 a Ucrânia 0 50 PLACE 2 a Ucrânia: 2
6 estreito 80 0 NONE 2 O estreito: 1, um pequeno estreito: 1
7 Petro Poroshenko 15 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Petro_Poroshenko): 1, Petro_Poroshenko (apposition: O presidente de a Ucrânia): 1
8 Crimeia 0 0 PERSON 2 Crimeia: 2
9 Dmitri Peskov 0 0 PERSON 2 Dmitri_Peskov (apposition: porta-voz de o Kremlin): 1, Dmitri_Peskov (apposition: porta-voz de a presidência de a Rússia): 1
10 assunto 0 0 NONE 2 o assunto: 1, Este assunto: 1