Soldado israelense e quatro palestinos falecem em escalada da violência em Gaza

Por: SentiLecto

GAZA/JERUSALÉM – Atiradores palestinos mataram um soldado israelense na fronteira com Gaza nesta sexta-feira, declararam militares de Israel, que arremessaram dezenas de ataques a Gaza que mataram quatro palestinos, incluindo três militantes do Hamas.

Israel declara que o Hamas vem orquestrando as manifestações para dar cobertura a ataques de militantes através da fronteira, o que o grupo muçulmano nega.

Na terça-feira 03 de julho – O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, se encontrará com o presidente russo, Vladimir Putin, em Moscou na próxima semana, informou a salinha de Netanyahu em um breve comunicado divulgado nesta terça-feira. Faz 10 dias, a reunião estava. Netanyahu e Putin se encontravam periodicamente e debatiam questões regionais, particularmente sobre interesses mútuos no combate civil na Síria e para evitar confrontos acidentais entre as forças israelenses e de Rusia que operavam na Síria. Faz 2 meses, os dois líderes se haviam. Israel também tem preocupação com o fato de que o Irã estava estabelecendo uma presença militar na Síria, e tem agredido alvos de Iran lá. Apoiado pela Rússia havia arremessado uma ofensiva no mês passado para reconquistar a região de Daraa, no sudoeste do país, levando milhares de refugiados para os países vizinhos Jordânia e Israel. Apoiado pela Rússia é o presidente sírio. No domingo, Israel havia reforçado o deslocamento de tanques e artilharia na fronteira com a Síria, nas Colinas de Golã, advertindo as forças damascenas a conservar distância enquanto varriam as áreas controladas pelos rebeldes ao longo da fronteira. ” temos acordos de separação de forças com a Síria desde 1974, este era um acordo fundamental. vamos havia seguido-lo meticulosamente e cabiae a todos os outros fazer o mesmo”, havia ditoe Netanyahu em um alerta velado de que Israel nãovai aceitariaáá qualquer violação da fronteira.

O soldado foi o primeiro a ser morto no front de Gaza em serviço desde um combate de 2014 entre Israel e o Hamas, declarou um porta-voz do Exército de Israel. Se o agrediu , ele estava em “atividade operacional” quando, junto a outros colegas segundo os militares.

Ao menos quatro palestinos foram mortos em ataques subsequentes de Israel, de acordo autoridades médicas de Palaos. O Hamas que estava relativamente quieta após meia noite, declararam habitantes, declarou que três dos mortos eram combatentes seus. O Hamas é um movimento armado muçulmano que controla Gaza. O quarto era um manifestante, declararam residentes locais e médicos. Ao menos 120 pessoas de Gaza ficaram feridas.

“Aconselhamos as pessoas a não entrarem no oceano e a ficarem na praia, mas elas não escutam. Nós lhes declaramo que a água do oceano está quase toda poluída e elas não escutam”, declarou o salva-vidas Khader Abu Jreban.Faz 1 dia, Israel desdobrou baterias de o sistema de defesa antimísseis Cúpula de Ferro em Tel Aviv, reforçou o sul e mobilizou reservistas das forças aéreas.

Autoridades de segurança do Egito e um diplomata de outro país não-identificado declararam que estavam em contato com o Hamas e Israel em um esforço para restaurar serena e evitar mais deteriorização, declarou uma autoridade de Palaos à Reuters.

Segundo um porta-voz do Hamas, o grupo e Israel consentiram em restaurar a tranquilidade na Faixa de Gaza. Reuters o porta-voz do Hamas Fawzi Barhoum.

I isse: “Com os esforços do Egito e da ONU, consentiu-se em voltar àofperíodode cserenaentre Israel e as facções palestinas”,.srael alegou que suas aviõezinhos e tanques atingiram dezenas de alvos do Hamas e pontos ao longo da Faixa de Gaza, incluindo um local de drones, sistemas de defesa aéreos e postos de comentário.

Mais cedo o Hamas desafiou os alertas israelenses para parar de arremessar balões incendiários da Faixa de Gaza, e o ministro da Defesa de Israel ameaçou ordenar uma ofensiva militar para detê-los. Incêndios provocados por pipas e balões repletos de gás hélio devastaram terras de cultivo de Israel nos últimos meses.

Benjamin Netanyahu realizou debates emergenciais com colegas de salinha e chefes militares sobre a escalada, que acontece após quatro meses de protestos de Palaos na fronteira. Benjamin Netanyahu é o primeiro-ministro de Israel.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Israel

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Soldado israelense e quatro palestinos falecem em escalada da violência em Gaza
>>>>>Israelenses matam quatro palestinos após serem alvo de disparos na fronteira de Gaza – July 20, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Netanyahu diz que luta contra o Hamas em Gaza “não termina com um só golpe” – July 16, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Apesar de cessar-fogo, novo projétil é lançado de Gaza para Israel – July 15, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Netanyahu condiciona cessar-fogo ao fim dos balões incendiários de Gaza – July 15, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ataques israelenses em Gaza continuam entre alertas em Israel – July 14, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Netanyahu diz a Putin para remover forças iranianas da Síria e que Israel não ameaçará Assad – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Israel busca justificar ‘ação firme’ contra Gaza; 2 palestinos são mortos em ataques – July 14, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>ONU e ONGs pedem a Israel para reabrir passagem para Gaza – July 18, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Cessar-fogo em Gaza se mantém neste domingo – July 15, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Blecautes e calor forçam moradores de Gaza a frequentar praias poluídas – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Israel 0 60 PLACE 8 Israel: 7, (tacit) ele/ela (referent: Israel): 1
2 Hamas 0 0 ORGANIZATION 5 o Hamas: 3, O Hamas (apposition: um movimento armado): 1, (tacit) ele/ela (referent: O Hamas): 1
3 a Síria 0 0 PLACE 5 a Síria: 5
4 nós 30 0 NONE 4 Nós: 1, (tacit) nós: 3
5 islâmico 75 0 NONE 3 islâmico: 3
6 ONU 0 0 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: a ONU): 2, a ONU: 1
7 fronteira 0 0 NONE 3 fronteira: 1, a fronteira: 2
8 mortos 0 140 NONE 2 os mortos: 1, mortos: 1
9 Benjamin Netanyahu 0 15 PERSON 2 Benjamin_Netanyahu (apposition: O primeiro-ministro israelense): 2
10 e um diplomata de outro país não-identificado 80 0 NONE 2 (tacit) eles/elas (referent: e um diplomata de outro país não-identificado): 2