Trump declara que não vai permitir que EUA se tornem um ‘campo de imigrantes’

Por: SentiLecto

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou nesta segunda-feira que não permitirá que seu país se torne um “campo de imigrantes” no momento em que seu governo enfrenta uma avalanche de críticas por separar crianças imigrantes de seus pais na fronteira com o México.

Democratas e até alguns colegas republicanos de Trump repudiaram o governo por separar quase duas mil crianças de seus pais na divisa entre meados de abril e o final de maio. Profissionais médicos advertiram que a prática pode provocar traumas duradouros às crianças.

Faz 3 meses, Trump progrediu seus planos de impor as tarifas de US 50 bilhões a os chineses por o déficit comercial de Washington em relação a Pequim $ 50 bilhões aos chineses pelo déficit comercial de Washington em relação a Pequim, e começou desta forma um fase de confronto comercial entre as duas maiores economias do mundo.

Na segunda-feira 04 de junho importantes senadores democratas haviam declarado ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que faça um acordo que não deixe a Coreia do Norte com armas nucleares, e haviam ameaçado conservar ou endurecer as sanções contra Pyongyang se essa condição não for atendida.

As separações familiares são resultado da política de “tolerância zero” washingtoniano, inclusive postulantes a asilo.

A China, por sua vez, declarou que responderia aos encargos washingtonianos com tarifas de 25% sobre um total de 106 produtos importados dos Estados Unidos, incluindo a soja, automóveis e aeronaves, no valor de US$ 50 bilhões.

Enquanto se conserva os pais em prisões, as crianças são mandadas a centros de detenção diferentes. Imagens de vídeo divulgadas pelo governo mostraram crianças imigrantes detidas em jaulas de arame e sentar-se em pisos de concreto.

Trump, que fez do endurecimento com a imigração uma das principais bandeiras de sua Presidência, reagiu aos críticos com contundência nesta segunda-feira.

Por outro lado, mueller ocupa desde maio de 2017 a posição de procurador-especial e é responsável investigar a ingerência russa e a suposta coordenação entre Moscou e a campanha presidencial de Trump para prejudicar sua adversária democrata, Hillary Clinton.Nesta visita de America não estão calculadas reuniões com os palestinos, mas o “Canal 10″ israelense mencionou hoje um representante da Casa Branca que declarava que se estes mostrarem interesse em se reunir com os dois representantes dos EUA, a equipe de Trump estaria aberta a isso.

“Os Estados Unidos não serão um campo de imigrantes, e não serão uma instalação para abrigar refugiados. Enquanto anunciava outra política de governo, você olha o que está ocorrendo na Europa, olha o que está ocorrendo em outros lugares – não podemos permitir que isso ocorra aos Estados Unidos, não sob meu comando”, declarou Trump, que vem procurando utilizar a motim generalizada com as separações familiares para impulsionar outras prioridades imigratórias que frear no Congresso, como o financiamento de um muro na fronteira EUA-México prometido há tempos, na Casa Branca.

Embora seus correligionários controlem as duas Casas do Congresso, ele vem culpando os democratas constantemente pelo impasse. Já os democratas vêm acusando o presidente de utilizar crianças como reféns na disputa política relativa à imigração.

“Isto foi feito pelo presidente, não pelos democratas. Ele pode consertá-lo amanhã, sedesejarr, e teria que admitir que o fez”, declarou o líder democrata no Senado em um comunicado pré-redigido, se não desejar. O Senado é chuck Schumer.

Jeff Sessions defendeu a forma como as crianças imigrantes estão sendo tratadas. Jeff Sessions é o secretário de Justiça dos EUA. “Não em a prisão, é claro, se as coloca. Elas são cuidadas”, alegou durante uma convenção da Associação Nacional de Xerifes em New Orleans nesta segunda-feira.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: United States, Mexico

Cities: Washington, New Orleans, Mexico

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Trump declara que não vai permitir que EUA se tornem um ‘campo de imigrantes’
>>>>>Trump aprova tarifas de US$ 50 bilhões sobre produtos chineses – (EfeGeneric)
>>>>>Trump diz que investigação de Mueller está “desacreditada” e é partidária – June 15, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>Objetivo da paz de Trump é acabar com causa palestina, diz Mufti de Jerusalém – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 31 0 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Trump): 1, Trump: 3, Donald_Trump: 2
2 crianças 0 0 NONE 5 crianças: 1, as crianças imigrantes: 1, crianças imigrantes: 1, as crianças: 2
3 democratas 0 60 NONE 3 os democratas: 3
4 as crianças imigrantes 0 0 NONE 3 Elas (referent: as crianças imigrantes): 2, (tacit) eles/elas (referent: as crianças imigrantes): 1
5 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
6 o presidente 0 0 NONE 3 o (referent: o presidente): 1, (tacit) ele/ela (referent: o presidente): 2
7 Trump uma 0 80 OTHER 2 Trump uma: 2
8 governo 0 80 NONE 2 o governo: 2
9 presidente 0 50 NONE 2 o presidente: 2
10 acordo 60 0 NONE 2 um acordo: 2