Turquia ordena prisão de 103 soldados em inquérito sobre eclesiástico Gulen

Por: SentiLecto

Procuradores de Turquia ordenaram a prisão de 103 soldados por suspeita de ligação com o eclesiástico muçulmano radicado nos Estados Unidos Fethullah Gulen, acusado por Ancara de orquestrar uma tentativa de golpe em 2016, reportou a agência de notícias estatal Anadolu nesta sexta-feira.

A polícia tem governado frequentes operações contra supostos seguidores do eclesiástico Fethullah Gulen desde a tentativa de golpe em julho de 2016, quando 250 pessoas foram mortas. Gulen nega qualquer envolvimento.

Na operação mais recente, realizada em Istambul e 31 outras localidades, a polícia deteve 74 pessoas até o momento, segundo a Anadolu. Os 103 suspeitos, todos na ativa, incluem coronéis e tenentes-coronéis, informou a agência, adicionando que um inquérito mostrou que eles haviam se comunicado por telefones públicos e fixos.

Autoridades declaram que membros da suposta rede de Gulen se comunicavam via telefones públicos.

Na sua vez, embora o último atentado do Estado Islâmico na Turquia tenha ocorrido no Réveillon de 2016, o país parece ter um papel de retaguarda para o grupo, seja para o recrutamento de militantes, a arrecadação de fundos ou transferência de membros europeus e asiáticos à Síria.

Na terça-feira 23 de outubro Recep Tayyip Erdogan havia sugerido que julgue-se os 18 cidadãos detidos em solo de Turquia em a Arábia Saudita, suspeitos de ligação com o homicídio de o jornalista Jamal Khashoggi em o consulado saudita, em Istambul. Recep Tayyip Erdogan é o presidente da Turquia.

Enquanto Ancara alega que as medidas são necessárias para lutar ameaças à segurança nacional, críticos do presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, o acusam de uutilizara tentativa de golpe como pretexto para reprimir dissidentes.

Por outro lado, a polícia suspeita que os detidos faziam transferências financeiras da Turquia não somente para Síria e Iraque, onde o EI domina extensos territórios, mas também para Líbano, Líbia e Indonésia.A Turquia é um dos oito países que recebeu licença dos Estados Unidos para poder continuar importando petróleo de Iran, junto a China, Índia, Itália, Grécia, Japão, Coreia do Sul e Taiwan.A Promotoria de Turquia disse recentemente que estrangulou-se Khashoggi de 59 anos khashoggi, de 59 anos, e posteriormente esquartejado no consulado do seu país em Istambul, quando compareceu a esse escritório para obter documentos para poder se casar com sua noiva de Turquia.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Turkey

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Turquia ordena prisão de 103 soldados em inquérito sobre eclesiástico Gulen
>>>>>Turquia prende 24 suspeitos de envolvimento com o Estado Islâmico – (EfeGeneric)
>>>>>Turquia adverte aos EUA que é perigoso isolar Irã com sanções – November 06, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>EUA foram “perdedores” nos 40 anos de confronto, diz líder supremo do Irã – November 03, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Líder iraniano Khamenei diz que mundo se opõe a decisões de Trump – November 03, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Noiva de Khashoggi diz que sauditas são responsáveis por assassinato e critica resposta de Trump – October 29, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Porta-voz da Casa Branca comenta comparações com Bolsonaro: “Só há um Trump” – October 30, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump planeja acabar com direito à cidadania para nascidos nos EUA – October 30, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Irã diz que sanções dos EUA terão ‘consequências graves’ para a ordem global – October 30, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>EUA não preveem mais sanções contra Moscou devido a ocupação de áreas da Geórgia – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>EUA podem enviar milhares de tropas à fronteira com México, diz fonte – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>China defende cooperação com Irã e critica sanções de Trump – (EfeGeneric)
>>>>>Turquia afirma ter provas do caso Khashoggi que ainda não foram divulgadas – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Istambul 0 0 PLACE 3 Istambul: 3
2 a Turquia 0 0 PLACE 3 a Turquia: 2, A Turquia: 1
3 polícia 0 0 NONE 3 a polícia: 2, A polícia: 1
4 a Síria 0 60 PLACE 2 a Síria: 1, Síria: 1
5 Tayyip Erdogan 0 50 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Tayyip_Erdogan): 1, Tayyip_Erdogan: 1
6 pessoas 0 25 NONE 2 250 pessoas: 1, 74 pessoas: 1
7 Promotoria 50 0 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: A Promotoria turca): 1, A Promotoria turca: 1
8 Anadolu 0 0 ORGANIZATION 2 a Anadolu: 1, estatal Anadolu: 1
9 Ancara 0 0 PLACE 2 Ancara: 2
10 Recep Tayyip Erdogan 0 0 PERSON 2 Recep_Tayyip_Erdogan (apposition: o presidente de a Turquia): 1, o (referent: Recep_Tayyip_Erdogan): 1