Vice-presidente dos EUA vai pedir suspensão da Venezuela em Assembleia da OEA

Por: SentiLecto

Mike Pence vai pedir na próxima segunda-feira para que os países participantes da Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos aproveitem a ocasião para interromper a Venezuela do órgão. Mike Pence é o vice-presidente dos Estados Unidos.

Vai realizar-se a assembleia de 3 a 5 de junho em Washington. Pence vai fazer este pedido durante uma recepção convidada pelo número dois do Departamento de Estado de America, John Sullivan, na Casa Branca para integrantes das comissões que participam da reunião, segundo informou à Agência Efe um funcionário da sede presidencial.

Durante a recepção, Pence “vai fazer pessoalmente um pedido aos países afins do continente de America para que votem na terça-feira para interromper a Venezuela da OEA durante a 48ª Assembleia Geral”, detalhou.

Para que a Venezuela seja suspensa da OEA vai ser necessário que 24 dos 35 países-membros votem em defesa da medida. Na prática, a suspensão de um Estado significa que o país deixará de participar de todas as atividades da entidade, assim como dos programas da organização, como os de anticorrupção, segurança e promoção de direitos.

A assembleia anual é o órgão supremo da OEA. Se a decide em a ação e a política de o organização, determinada a estrutura e as funções de os órgãos e discutido qualquer tema de especial protagonismo em o continente.

A OEA aprovou em maio incluir “a situação da Venezuela” na agenda oficial da Assembleia Geral, embora ainda seja necessária uma aprovação no primeiro plenário.

Em comunicado, a missão da Venezuela disse “profunda rejeição” ao documento e considerou que ele é resultado de um procedimento que viola as normas do direito internacional e da OEA.

Na segunda-feira 07 de maio Mike Pence havia pedido aos países-membros da Organização de Estados Americanos que interrompam a Venezuela por considerar que o governo de Nicolás Maduro era uma ditadura. Mike Pence é o vice-presidente dos Estados Unidos.

Nicolás Maduro acusou tanto os países que o pressionam na OEA como o secretário-geral, Luis Almagro, de incentivarem com as críticas a violência nas manifestações contra o governo que acontecem há um ano na Venezuela.

Desde o começo, a Venezuela classificou as audiências como ilegais, mas Almagro alegou que se realizou o inquérito para satisfazer o acordo firmado com o TPI em abril de 2011.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States

Cities: Washington

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Vice-presidente dos EUA vai pedir suspensão da Venezuela em Assembleia da OEA
>>>>>Venezuela chama relatório de especialistas da OEA de “farsa midiática” – May 30, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>EUA acusam Maduro de cometer crimes contra a humanidade na Venezuela – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Venezuela 0 0 ORGANIZATION 5 a Venezuela: 4, (tacit) ele/ela (referent: a Venezuela): 1
2 Mike Pence 0 0 PERSON 4 Pence: 2, Mike_Pence (apposition: o vice-presidente de os Estados_Unidos): 1, Mike_Pence (apposition: O vice-presidente de os Estados_Unidos): 1
3 OEA 0 0 ORGANIZATION 3 a OEA: 3
4 países 0 148 NONE 2 os países: 2
5 Nicolás Maduro 0 18 PERSON 2 Nicolás_Maduro: 1, o (referent: Nicolás_Maduro): 1
6 assembleia 95 0 NONE 2 A assembleia: 1, A assembleia anual: 1
7 Luis Almagro 0 0 PERSON 2 Luis_Almagro: 1, Almagro: 1
8 delegações 0 0 NONE 2 as delegações: 2
9 governo 0 0 NONE 2 o governo: 2
10 os países 0 0 NONE 2 (tacit) eles/elas (referent: os países): 2