Ela deseja casar, mas nem conhece o rapaz

Por: SentiLecto

Ela deseja casar. Os pais esconderam seus papéis e não permitem que ela viaje para conhecer o pretendente.

Ela deseja casar? Ok, se ela não tivesse dezessete anos. Se não fosse uma relação à distância, mais ok ainda asomentepela internet.Separados pela distância, eles namoram pela internet há dez meses. Eu acredito em internet. Bons encontros são possíveis, mas algumas coisas devem ser colocadas aqui.

Aos dezessete você teria que estar estudando. Se preparando para o ENEM, investindo num futuro independente. Como está sua vida de aluna?

Aos dezessete as pessoas saem, vão para a balada, para a praia. Ficam horas rindo, falando besteira. Sem horário, sem preocupação. Num casamento você continuaria a ter essa vida? Não seria a hora de repensar como está a, se não tem essa vida agora sua vida? A internet, que tudo pode ser declarado, é uma arma arriscada. Inventado. Omitido. Fingido. Quem está mesmo do outro lado? Qual a real intenção? Muitas vezes a gente tarda a descobrir. Às vezes, só descobre tarde demais.

Por outro lado, busque uma terapia. A terapia serve para te deixar inteira de novo e para compreender a razão de você ter caído nessa armadilha. Muitas pessoas têm um passado de relações toxicas e seguem conservando essa norma.

No domingo 12 de maio Há ótimas mães que não haviam tido filhos. há ótimos filhos que jamais haviam tido mães. Porque há mães maravilhosas, que amavam de peito aberto. Incondicionalmente. E há mães que davam defeito. Não sabiam o que era amar. Ao invés de proteger, maltratavam.

Vocês namoram há dez meses? Legal. Dez meses é um bom tempo, mas pela internet? Numa proximidade ilusória? Acredite, vocês não se conhecem. Vocês só mostraram o lado bom. O lado negro da força ainda está por surgir.

Você pode viajar? Ir para a cidade do rapaz? E quem é de verdade esse rapaz? Ele pode ser qualquer coisa. Inclusive Jack, o estripador. Posso estar exagerando? Também posso não estar, né? Só olhar os jornais.

Aos dezessete a gente sobe num pedestal. Se acha grande conhecedor do mundo. Não sabe. Na verdade, não sabe nada. Só que ainda não descobriu.

Eu estaria desesperada também, se você fosse minha filha. Por você estar em risco. Por você estar perdendo sua juventude. Arriscando seu futuro. Se jogando nos braços de um desconhecido.

Amiguinha, a vida é bem mais do que você imagina. Repense. Repense sua vida, seu casamento, seu futuro. Ele vai vir, se o rapaz está mesmo interessado. Marque em lugares públicos, afinal é um desconhecido ainda.

Mostre a criatura aos seus pais. Oiça opiniões dos amigos. O contentes para sempre só é verdade em narrações de fadas. Pegue leve. Vá com serena.

Pode ser que você não consiga botar um ponto final. Nem sempre é fácil fugir. Afinal você está tão sem forças, tão desvalorizada que perdeu o rumo. Procure suas pessoas desejadas. Peça suporte.

Mônica é carioca, professora e psicóloga clínica. Expert em atendimento a crianças, adolescentes, adultos, casais e famílias. Perita judicial.

Escreva contando sua história. Mande sua sugestão para elbayehmonic@yahoo.com.br

Poesia Toda Prosa

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ela deseja casar, mas nem conhece o rapaz
>>>>>Você já foi vítima de uma relação toxica? – May 19, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 80 0 NONE 14 (tacit) eu: 12, Eu: 1, eu: 1
2 você 0 0 NONE 12 Você: 1, você: 9, te: 1, (tacit) você: 1
3 A internet 30 140 OTHER 6 a internet: 2, A internet: 2, internet: 2
4 mães 100 0 NONE 6 mães maravilhosas: 1, mães: 5
5 Amiguinha 0 0 PERSON 6 Amiguinha: 1, (tacit) ele/ela (referent: Amiguinha): 4, ele (referent: Amiguinha): 1
6 grande conhecedor de o mundo 0 5 NONE 4 (tacit) ele/ela (referent: grande conhecedor de o mundo): 4
7 dezessete 0 0 NONE 4 dezessete anos: 1, dezessete: 3
8 pessoas 30 80 NONE 3 pessoas queridas: 1, as pessoas: 1, Muitas pessoas: 1
9 mães 0 80 NONE 3 (tacit) eles/elas (referent: mães): 3
10 verdade 300 0 NONE 3 verdade: 2, a verdade: 1