Crime praticado por Piloto no Paraguai pode não atrapalhar extradição da ladrinha

Por: SentiLecto

O homicídio de uma jovem de 18 anos, cometido pelo traficante de Cariacica Marcelo Pinheiro Veiga dentro de uma cela onde ele está preso no Paraguai, no último sábado, não atrasará a volta da ladrinha para o Brasil. Marcelo Pinheiro Veiga é o Marcelo Piloto. Pelo menos é o que acredita Camila Colares, diretora do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Internacional , órgão que negocia com as autoridades de Paraguay a extradição de piloto.

Mandará-se uma solicitação segundo Camila Colares, em esta segunda-feira, a o Paraguai para saber as progressões de a negociação para extradição de o traficante.

Assinalado com uma das lideranças da maior fracção criminosa do Rio, Marcelo piloto está condenado a uma pena de 26 anos de prisão pelo Tribunal de Justiça do Rio.

A advogada de defesa de Marcelo Piloto, Laura Casuso, foi morta a tiros na noite da última segunda-feira. Investigadores de Paraguay suspeitam que ela tenha sido assassinada a mando de um dos seus próprios clientes, por não ter obtido resultados satisfatórios durante os processos. Além de Piloto, Casuso chegou a defender o narcotraficante Jarvis Chimenes Pavão, deportado para o Brasil no ano passado. Laura também trabalhou para Elton Rumich, conhecido como Galã e assinalado como um dos principais provedores de drogas do Paraguai para as facções brasileiras. Faz 8 meses, ele foi preso de este ano em Ipanema. A polícia acusa Elton de ter em 2016 , participado de a realização de o traficante Jorge Rafaat que chefiava os negócios ilícitos em a fronteira ,.Nesta sexta-feira, ele participou de uma audiência preliminar, que trata de um dos seus processos.

Na sábado 27 de outubro a Justiça do Paraguai havia autorizado a extradição de Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, para o Brasil. A resolução, assinada pela juíza Alicia Pedrozo, havia sido tomada após seguidas tentativas de escapada do chefão do Comando Vermelho. A vinda brasileira ao Brasil, entretanto, não seria imediata: de acordo com a resolução, o traficante só poderia ser deportado após a finalização de dois processos que existiam contra ele no Paraguai, um por assassinato e outro por adulteração de documentos. Piloto era condenado a 26 anos de prisão no Brasil.

— Mandamo o pedido de extradição em outubro. Já havia uma sinalização positiva. Temos um receio que a situação dele se agrave no Paraguai, teoricamente não atrapalha . Porque nós temos como praxe devolver , ainda que haja algum outro processo correndo. Há uma reciprocidade nisso. Envio nesta segunda-feira um pedido para saber se há alguma progressão da negociação — declarou a diretora

O tempo para a finalização de um processo de extradição varia bastante, mas segundo o DRCI, não deveria se estender mais do que dois meses. Em 1 mês, piloto terá que voltar a o Brasil de dezembro, se o prazo for satisfeito.

De acordo com fontes do Ministério da Segurança Pública, Marcelo Piloto deseja evitar a volta ao Brasil para não ficar isolado em um presídio federal de segurança máxima. As autoridades de Brasil de isolar o traficante assim que for deportado já tomaram a resolução.

Por conta do escândalo do homicídio cometido por Piloto , o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez anunicou neste domingo, através de sua conta no Twitter, segundo o jornal de Paraguay “ABC Color”, a troca de comando na Polícia Nacional do país.

Os criminosos utilizaram uma Toyota Hilux roubada no Brasil para cometer o homicídio, o que levou os investigadores a acreditarem que os executores seriam brasileiros. Algumas fontes escutadas pelo jornal “ABC” propuseram que os executores são policiais.

O anuncio foi feito após o presidente se reunir com seu Conselho de Segurança Interna para tratar do homicídio de uma mulher, cometido pelo traficante carioca Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto.

Marcelo Piloto cometeu o crime dentro do quartel onde está preso. A vítima é argentina Lidia Meza Burgos, que visitava Piloto pela segunda vez, para um encontro a sós na cela, de 18 anos, morta com 16 facadas.

O crime acabou provocando a queda do comandante da polícia nacional , comissário Bartolomé Báez e do subcomandante Luis Paulo Cantero.

Durante a entrevista desta terça-feira, o comandante defendeu Cañete da denúncia, mas não descartou a queima de arquivo como uma suposição para o homicídio do advogado. O comissário Cañete, que também estava presente, negou aos repórteres ter qualquer ligação com organizações criminosas.

Depois do crime, o próprio advogado de Piloto alegou que agora seu cliente vai precisar ser julgado por assassinato, e que isso tem que impedir sua extradição para o Brasil.

Através de sua conta no Twitter, a ministra da Mulher do Paraguai, Nilda Romero, disse seu repúdio ao caso e cobrou o inquérito e penalização dos envolvidos.

Faz 2 meses, concedeu se a extradição de Piloto, mas ele recorreu e se a analisa agora em segunda instância. Até então, o Ministério do Interior do Paraguai acreditava que seu regresso ao Brasil pudesse acontecer ainda este mês, já que consideram-se os crimes que cometera por lá de fácil finalização.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Crime praticado por Piloto no Paraguai pode não atrapalhar extradição da ladrinha
>>>>>Polícia do Paraguai não descarta queima de arquivo em execução de advogada de Marcelo Piloto, diz jornal – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Marcelo Piloto participará de audiência no Paraguai nesta sexta-feira – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Traficante Marcelo Piloto é apontado como assassino de jovem dentro da cela onde está preso no Paraguai – November 17, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 57 NONE 8 (tacit) eu: 8
2 o Brasil 0 0 PLACE 7 o Brasil: 7
3 Piloto 0 0 PLACE 6 ele (referent: Piloto): 1, Piloto: 5
4 Marcelo Pinheiro Veiga 3 50 PERSON 5 o Marcelo_Piloto: 1, Marcelo_Piloto: 3, Marcelo_Pinheiro_Veiga (apposition: o Marcelo_Piloto): 1
5 Elton Rumich 0 130 PERSON 4 Ele (referent: Elton_Rumich): 1, Elton: 1, Elton_Rumich: 1, ele (referent: Elton): 1
6 Paraguai 0 0 ORGANIZATION 4 o Paraguai: 4
7 preso 0 240 NONE 3 preso: 3
8 Laura Casuso 0 70 PERSON 3 Laura: 1, ela (referent: Laura_Casuso): 1, Laura_Casuso: 1
9 Cañete 160 50 PERSON 3 Cañete de a acusação: 1, O comissário Cañete: 2
10 nós 0 50 NONE 3 nós: 1, (tacit) nós: 2