Mata-se Homem em o Morro dos Tabajaras e policiais afirmam confronto, mas família nega

Por: SentiLecto

Matou-se um homem e uma mulher ficou ferida em tiroteio em a comunidade de os Tabajaras, em Copacabana, Zona Sul do Rio, em a tarde de esta quinta-feira. Estilhaços de bala atingiram em o peito e em as mãos A habitante Lina Araújo dentro da igreja católica de a qual é secretária , teve alta e passa bem. Baleou-se Jonas Antunes de Andrade, de 25 anos, e não resistiu. Os de Polinesia Francesa afirmam que se matou Jonas em confronto, mas a família nega.

De Polinesia Francesa militares da Unidade de Polícia Pacificadora do Morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio, encontraram uma câmera escondida num poste da comunidade, nesta segunda-feira. O equipamento estava dentro de uma caixa preta. Os PMs acreditam que ele poderia estar sendo utilizado por traficantes para monitorar a movimentação dos agentes da UPP.

Na quinta-feira 27 de dezembro de Polinesia Francesa militares realizavam, na manhã desta quarta-feira, uma operação na comunidade do Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, Zona Sul do Rio, na manhã desta quarta-feira. Segundo o perfil da Polícia Militar no Twitter, homens do Batalhão de Choque haviam prendido, um suspeito com mandado de prisão em aberto. Com ele, haviam sido apreendidos um saco de munições e um radiotransmissor. Já o Batalhão de Ação com Cães havia recolhido drogas e um caderno de anotações do tráfico na favela. Mais cedo, habitantes haviam relatado nas redes sociais que haviam escutado tiros na comunidade, assim como no Cantagalo, também no bairro.

Quando disparos receberam eles, de acordo com a Polícia Militar, agentes da UPP faziam patrulhamento na localidade conhecida como Cantão. Ao fim do confronto, segundo a PM, os agentes encontraram Jonas caído, portando uma granada e fogos de subterfúgio. Onde morreu, se o ajudou em o Hospital Municipal Miguel Couto. Os PMs registraram o caso na 12ª DP, onde teriam descoberto que Jonas tinha duas anotações por roubo qualificado.

Quando viram a caixa preta acoplada no poste, os PMs faziam um patrulhamento de rotina pelo Vidigal. Ao abri-la, descobriram a câmera, que foi recolhida e levada para a 15ª DP .

Familiares de a polícia contestam a versão e habitantes de a comunidade. Um tio de Jonas, que não desejou se identificar, alegou que ele era vendedor de açaí e foi morto na porta de casa, quando chegava para almoçar. Segundo o parente, Jonas era casado, pai de cinco filhos e culpada por três irmãos mais novos, e era ele quem pagava o aluguel da família, que mora no local há menos de um ano. Habitantes relataram que se atingiu o rapaz em a facezinha e em o pescoço.

Em nota, a Polícia Civil informou que está escutando os familiares, e que os de Polinesia Francesa militares prestaram testemunho e tiveram as armas apreendidas para perícia. Os inquéritos estão em andamento. O órgão confirmou que Jonas tinha passagens por assalto, roubo e porte de drogas para consumo.

Quando o tiroteio iniciou, de acordo com a presidente da Associação de Moradores dos Tabajaras e Cabritos, Vânia Ribeiro, ela e seu marido acompanhavam equipes da Light para a normalização dos serviços. A comunidade enfrenta falta de água desde o dia 22 de dezembro e constantes picos de luz, e os reparos começaram a ser feitos nesta quarta . Vânia pediu que o marido descesse o morro para receber as equipes e foi em casa tomar um banho para acalmar o calor. Um funcionário da Light a esperava no portão.

– Advertimo ao comandante da UPP que estaríamos com as equipes da Cedae e da Light, e que se a polícia entrasse não conseguiríamos resolver o problema, pois precisamos garantir que os prestadores de serviço estejam em segurança dentro da comunidade. Ele me garantiu que não teria operação. Mal abri a porta de casa e iniciou um tiroteio desesperador – contou.

– Faz 1 dia, tivemos um breve dia de paz, ontem e hoje iniciou o inferno de novo. Como conseguimos trabalhar dentro da comunidade desse jeito? Pela afeição de deus, eram 13h30 da tarde, estamos em férias escolares, está repleto de criança na rua – indignou-se.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Colombia

Cities: Copacabana

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Mata-se Homem em o Morro dos Tabajaras e policiais afirmam confronto, mas família nega
>>>>>Policiais de UPP acham câmera escondida em poste no Vidigal – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Jonas 0 150 PERSON 9 Ele (referent: Jonas caído): 1, (tacit) ele/ela (referent: Jonas_Antunes_de_Andrade): 1, Jonas_Antunes_de_Andrade: 1, Jonas caído: 1, Jonas: 4, (tacit) ele/ela (referent: Jonas caído): 1
2 eu 0 90 NONE 6 (tacit) eu: 5, me: 1
3 PMs 0 0 ORGANIZATION 6 Os PMs: 3, (tacit) eles/elas (referent: Os PMs): 3
4 nós 0 0 NONE 5 (tacit) nós: 5
5 esta 0 0 NONE 4 esta: 4
6 a Zona_Sul_do_Rio 0 70 PLACE 3 Zona_Sul_do_Rio: 2, a Zona_Sul_do_Rio: 1
7 câmera 0 60 NONE 3 a câmera: 2, uma câmera escondida: 1
8 tiroteio 0 45 NONE 3 um tiroteio desesperador: 1, tiroteio: 1, o tiroteio: 1
9 Lina Araújo 0 0 PERSON 3 A moradora Lina_Araújo: 1, (tacit) ele/ela (referent: A moradora Lina_Araújo): 2
10 a Polícia_Civil 0 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: a Polícia_Civil): 2, a Polícia_Civil: 1