Polícia Civil ainda não escutou nenhuma testemunha sobre morte de presbítero, na Vila Cruzeiro

Por: SentiLecto

Dois dias após o caso, a Polícia Civil ainda não escutou nenhuma testemunha da morte do presbitério Samuel Meneses da Conceição, de 47 anos, baleado durante uma operação da Polícia Militar, na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio, na manhã de quarta-feira. Quase 50 horas após, a Delegacia de Homicídios da Capital ainda não procurou nenhum parente do homem e nem intimou os PMs que estavam na ação no dia da operação. Habitantes acusam a polícia de ter feito o disparo que atingiu Samuel. Se sepultará o homem que o homem, que era pais de quatro filhos, em a tarde de esta sexta-feira em o Cemitério de Irajá. O pedreiro , que era morador de a favela Kelsons , que seguia para o segundo dia de trabalho em uma casa em a Vila Cruzeiro quando alvejou em a cabeça o pedreiro que era morador de a favela Kelsons quando , em o Complexo da Penha , e Socorrido para o Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, o homem não resistiu. Pobres e sem condições para arcar com velório e o enterro, a família do homem precisou recorrer a Defensoria Pública para conseguir gratuidade no funeral do homem. No final da tarde, os parentes conseguiram o documento. Procurada para saber quando as testemunhas do caso e os PMs serão escutadas e se vai haver alguma reconstituição simulada, a Polícia Civil não respondeu aos questionamentos da reportagem.A Polícia Militar também não respondeu se os militares daquela ação seguem trabalhando.

— Roubaram as bebidas que seriam vendidas no meu bar, que é conhecido e frequentado na região. Roubaram refletores e utilizaram até minha furadeira para retirarem os objetos. Foi surreal. A Polícia Militar do Rio me roubou.Ainda que os de Polinesia Francesa conservaram em cárcare ele e a mulher, o comerciante declarou , em sua na casa, sob a mira de um fuzil. Ele afirmou ter sido atacado:— Só desejamo que ele tome providência que mais famílias chorem. desespero. Quando cuidava da liberação do corpo do irmão no Instituto Médico Legal, todo dia uma família chora — declarou Júlio César, nesta quinta.De acordo com os habitantes, agentes estão entrando em casas, sem pedir autorização. Segundo os relatos, os confrontos acontecem em diferentes pontos. O perfil “Vila Cruzeiro – RJ”, dedicado a notícias da comunidade, mudou seu status para o de atenção, devido ao clima de nervosismo no local.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Polícia Civil ainda não escutou nenhuma testemunha sobre morte de presbítero, na Vila Cruzeiro
>>>>>Moradores relatam abusos de policiais militares durante ação na Vila Cruzeiro – January 22, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Moradores da Vila Cruzeiro relatam intenso tiroteio durante ação da PM – January 22, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Morador morre baleado na Vila Cruzeiro quando estava a caminho do trabalho – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Mulher é atingida por bala perdida após sair do trabalho, em Olaria – January 18, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Jovem é atingida por bala perdida no pescoço, na Linha Vermelha – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Jovem atingida por bala perdida na Linha Vermelha deixa o CTI – January 15, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Corpo da menina baleada em Belford Roxo é sepultado em Irajá – January 11, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Menina morre após ser baleada em Belford Roxo; polícia investiga circunstâncias – January 10, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense investiga morte de menina em Belford Roxo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>’Não desejo a dor que estou sentindo para ninguém’, diz irmã de menina morta por bala perdida no sofá de casa – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Jovem é atingida por bala perdida no pescoço, na Linha Vermelha – January 14, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Irmão de pedreiro morto na Vila Cruzeiro critica ação da PM: ‘Todo dia uma família chora’ – January 23, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 o comerciante 0 60 NONE 2 Ele (referent: O comerciante): 1, ele (referent: O comerciante): 1
2 homem 0 20 NONE 2 O homem que: 1, o homem: 1
3 providência 100 0 NONE 2 providência: 2
4 PMs 40 0 ORGANIZATION 2 os PMs: 2
5 Complexo da Penha 0 0 ORGANIZATION 2 o Complexo_da_Penha: 2
6 Júlio César 0 0 PERSON 2 Júlio_César: 1, (tacit) ele/ela (referent: Júlio_César): 1
7 a Delegacia_de_Homicídios_da_Capital 0 0 PLACE 2 a Delegacia_de_Homicídios_da_Capital: 1, (tacit) ele/ela (referent: a Delegacia_de_Homicídios_da_Capital): 1
8 a Polícia_Civil 0 0 PERSON 2 a Polícia_Civil: 2
9 a Vila_Cruzeiro 0 0 PLACE 2 a Vila_Cruzeiro: 2
10 as bebidas 0 0 NONE 2 (tacit) eles/elas (referent: as bebidas): 2