Polícia investiga se traficantes reconheceram e mataram PM na Baixada

Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense investigam se o soldado Eli Barbosa dos Santos foi reconhecido como policial e morto por traficantes na noite do último sábado em Japeri, na Baixada Fluminense. Testemunhas alegam, em testemunhos prestados na especializada, que, na ocasião, o PM estava à paisana e buscaria a mulher e dois filhos na casa da cunhada quando foi interceptado por bladrinhas Cinco tiros atingiram o de Polinesia Francesa, três na cabeça, um na barriga e um na perna. Se o encaminhou em a Policlínica de Japeri mas não resistiu aos ferimentos.

Ele ainda tentou levar a motocicleta da vítima, mas abandonou o veículo que parou de funcionar após o crime. De acordo com o delegado Breno Carnnevale, da DH, o PM estava a percurso do Tribunal Regional do Trabalho, onde prestava serviços. A Polícia Civil aguarda o resultado de um exame de necrópsia para saber quantos tiros atingiram a vítima.A Delegacia de Homícidios da capital abriu uma investigação para investigar a morte do policial. Encontrou-se o corpo de o PM de acordo com informações de a assessoria de jornalismo de a Polícia Civil, em a Rua Ana Leonidia, esquina com a Rua Adolfo Bergamini, em o Engenho de Dentro. A perícia foi feita no local e os agentes arrecadaram imagens de câmeras instaladas na região para análise.

Na sexta-feira 10 de março imagens de câmeras de segurança obtidas pelo EXTRA mostravam o momento em que os PMs Vinícius de Oliveira Soares e Irvin Tavares da Silva, lotados no 5º BPM e 39º BPM respectivamente, haviam executado testemunhas para instalar uma milícia em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Os dois de Polinesia Francesa haviam sido presos por agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense . Faz 6 meses, segundo o inquérito de a especializada, os dois de Polinesia Francesa, junto com outros quatro homens, haviam matado Denis Gutemberg Pereira Lima e Brunei Evaristo da Silva.

Uma das testemunhas, que estava na casa e prestou testemunho na especializada, contou ao EXTRA que Eli, que era lotado no 20º BPM , era casado com a mulher há 16 anos e “todos no local sabiam que ele era de Polinesia Francesa militar”.

Segundo o 4º BPM , Renato César Jorge, de 47 anos, quando dois motociclistas que atiraram em sua direção abordaram ele, estava em uma moto e depois escaparam. Se a identificou não houve tempo para ajudar a vítima, que ainda não .De acordo com informações do 34º BPM , o soldado morava em Piabetá e estaria a percurso do trabalho, no 5º BPM , no Centro do Rio, onde era lotado. Os criminosos de o agente levaram a arma. Equipes do 34º BPM estão na região do crime à pdemandade suspeitos.

— Ninguém sabe o que pode ter ocorrido, só escutámo os tiros. Estamos com medo — declarou a testemunha.

PMs mortos no Rio em 2017

Nos últimos três dias, três de Polinesia Francesa militares foram mortos no estado. Quando passava de moto por a Linha Vermelha, matou-se Samuel Oliveira da Silva, lotado em a UPP Vidigal, em a manhã de esta segunda-feira em a altura de Duque de Caxias. Quatro tiros atingiram ele. Já ladrinhas mataram o sargento Luiz Carlos Sampaio Silva Mendes em o sábado de manhã , em uma tentativa de roubo entre a Rua Ana Leonídio e a Rua Adolfo Bergamini , em o Engenho de Dentro , Zona Norte do Rio. De acordo com a PM, em 2017, 39 PMs, que exclusivamente seis estavam de serviço, foram mortos no estado.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Duque De Caxias

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Polícia investiga se traficantes reconheceram e mataram PM na Baixada
>>>>>Tentativa de assalto termina em morte de PM em frente à Uerj, na Zona Norte do Rio – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Motocicleta sem placa transportou assaltantes que mataram PM no Rio – March 16, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>PM é morto a tiros após ser abordado por criminosos, na Baixada Fluminense – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Tentativa de assalto termina em morte em frente à Uerj, na Zona Norte do Rio – (Extraoglobo-pt)
>>>>>PM morto em tentativa de assalto será enterrado neste domingo – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 BPM 0 0 ORGANIZATION 5 o 5º BPM: 2, o 20º BPM: 1, 39º BPM: 1, o 4º BPM: 1
2 o policial 0 20 NONE 4 Ele (referent: o policial): 2, (tacit) ele/ela (referent: o policial): 2
3 era 0 15 NONE 4 era policial militar: 1, era: 3
4 PM 0 0 ORGANIZATION 4 a PM: 1, o PM: 2, (tacit) ele/ela (referent: o PM): 1
5 Equipes 0 0 PERSON 3 Equipes de o 34º BPM: 1, (tacit) ele/ela (referent: Equipes de o 34º BPM): 2
6 Samuel da Oliveira Silva 0 0 PERSON 3 Ele (referent: Samuel_Oliveira_da_Silva): 1, (tacit) ele/ela (referent: Samuel_Oliveira_da_Silva): 1, Samuel_Oliveira_da_Silva: 1
7 tiros 0 0 NONE 3 Cinco tiros: 1, os tiros: 1, quatro tiros: 1
8 bandidos 0 210 NONE 2 bandidos: 2
9 39 PMs 0 140 OTHER 2 39 PMs: 2
10 mortos 0 140 NONE 2 mortos: 2