Policial assinalado como homicida de Marielle pesquisou de políticos de esquerda a general do Exército

Por: SentiLecto

Quem mandou matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes? O que estimulou o crime? Ao fim da entrevista coletiva que contou com a presença do governador Wilson Witzel e do delegado Giniton Lages, que alegou que isso vai ficar para o que chama de “segundo período do inquérito”, titutal da Delegacia de Homicídios da Capital, essas questões continuam sem resposta.

Ela, porém, evidenciou que elucidou-se a questão mais importante ainda não: quem foi o mandante da morte de Marielle.Faz 3 anos, inicialmente, Witzel classificou o homicídio de Marielle como um ” crime bárbaro ” e pontuou como agravante o fato de ter ocorrido enquanto ela exercia o mandato para o qual foi eleita.

Na quarta-feira 27 de fevereiro os crimes que haviam ocorrido em 14 de março de 2018 seguiam sem esclarecimento. Além dos de Polinesia Francesa civis, membros do Ministério Público Estadual haviam participado da perícia, que havia sido realizada à noite.

– O que nós sabemos é que Ronie estava no carro, Ronie atirou, e Élcio conduzia. Sabemos seu perfil e como ele resolvia as coisas. Ronie tinha perfil de Animosidade a políticos de esquerda. Hoje não sabemos se havia mandantes, se ele comportar-se sozinho – explicou.

O delegado alegou que no inquérito do que está sendo categorizado como pré-crime descobriu-se que o sargento reformado Ronnie Lessa, assinalado como autor dos disparos que mataram a vereadora e seu motorista, pesquisou informações sobre o deputado federal “Marcelo Freixo , a esposa de Freixo, diversas autoridades públicas, Richard Nunes e delegados da polícia”. Ele, no entanto, se isso ocorreu para bolar o plano de homicídio, não alegou ou somente por motivo de “diferenças ideológicas”.

– Quando já tinha saído para trabalhar, recebi a notícia da prisão. É ótimo chegar a esse ponto, quase um ano sem informações pertinentes sobre o crime. Espero agora que chegue aos mandantes. Isso conserva a esperança que a Justiça seja feita – alegou Ághata.a Delegacia de Homicídios da Capital e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado prenderam na manhã desta terça-feira o sargento reformado da Polícia Militar Ronnie Lessa, de 48 anos, e o ex-PM Elcio Vieira de Queiroz, de 46, por envolvimento no crime.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Policial assinalado como homicida de Marielle pesquisou de políticos de esquerda a general do Exército
>>>>>’Espero que agora chegue aos mandantes’, diz viúva de Anderson, motorista de Marielle – March 12, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>PM reformado preso por suspeita da morte de Marielle sofreu atentado a granada – March 12, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>PM é preso como suspeito da morte de Marielle – March 12, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>PM e ex-PM são presos como suspeitos da morte de Marielle Franco e Anderson Gomes – March 12, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>PM e ex-PM são presos pelo assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Viúva de Marielle, Mônica Benício, e deputado Marcelo Freixo cobram identificação de mandante da morte – March 12, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Witzel diz que presos por assassinato de Marielle poderão fazer delação premiada para apontar mandante – March 12, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 100 NONE 5 (tacit) eu: 5
2 Ronie 0 0 PERSON 3 Ronie: 3
3 nós 0 0 NONE 3 (tacit) nós: 2, nós: 1
4 crime 0 240 NONE 2 o crime: 1, um crime bárbaro: 1
5 crimes 0 240 NONE 2 os crimes: 2
6 quem 0 70 NONE 2 quem: 1, Quem: 1
7 perícia 0 0 NONE 2 a perícia: 2
8 Élcio 0 0 PERSON 2 Élcio: 1, ele (referent: Élcio): 1
9 perfil de ódio 0 100 NONE 1 perfil de ódio: 1
10 o ex-PM Elcio_Vieira_de_Queiroz de 46 por envolvimento em o crime 0 80 OTHER 1 o ex-PM Elcio_Vieira_de_Queiroz de 46 por envolvimento em o crime: 1