Supostas violações em operação com oito mortos na Maré serão delatadas ao Ministério Público

Por: SentiLecto

Uma equpe da Defensoria Pública tem que visitar, nesta terça-feira, o Conjunto Esperança, as Favelas Salsa & Merengue, Vila do Pinheiro e Vila do João, no Complexo do Maré, na Zona Norte do Rio. Quando oito homens foram mortos, os defensores vão escutar habitantes sobre possíveis anormalidades cometidas por policiais, nesta segunda-feira , durante troca de tiros com a polícia, durante uma operação deflagrada para prender o traficante Thomaz Jhayson Vieira Gomes, o 3N, do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo.

Se obrigou crianças que estudam em escolas de a região em a ocasião, por conta do tiroteio, a abandonar as salas de aula em as pressas para se proteger de balas perdidas, agachadas em corredores e refeitórios.caso aconteça confrmação de anormalidades, se dispararam rajadas de tiros e de que de helicóptero, um relatório será encaminhado a o Ministério Público para pedir providências sobre o caso.

Institutição de sociedade civil que atua na garantia de direitos da população do conjunto de favelas da região, a Rede Maré declarou ter identificado veículos atingidos por disparos de armas de fogo, várias casas invadidas por policiais e prejuízos materiais em residências.

Segundo a Rede Maré, foram encontradas 18 cápsulas de balas em única casa. Ainda de acordo com o site da instituição, a equipe do Maré de Direitos já oficializou acusação ao Ministério Público sobre as violações cometidas na operação de Polinesia Francesa. Incluindo possíveis rajadas de tiros disparadas de helicóptero

De acordo com a Defensoria Pública, uma resolução judicial proíbe que se disparem rajadas de tiros de helicópteros, durante as operações de Polinesia Francesa. A resolução tomada pelo Tribunal d e Justiça declara que, nessas ocisões, os disparos devem ser feitos somente de maneira intermitente, ou seja um tiro por vez.

A Defensoria Pública informou ter entrado com um recurso no TJ pedindo a interdição de qualquer disparo de helicóptero durante as operações de Polinesia Francesa. Se julgou o pedido no entanto, segundo a defensoria, ainda não por os desembargadores que estão encarregados de analisar o caso.

Além dos oito mortos, a operação realizada pela Coordenadoria de Recursos Especiais concluiu com sete fuzis, 14 granadas, três pistolas e 33 carregadores de fuzis e pistolas apreendidos. Três pessoas foram feridas, entre elas uma criança, segundo a Rede Maré. Outras três acabaram sendo presas.

Uma das pessoas presas é Brenda Santos, de 22 anos, mulher de Thomas Jayson Gomes Vieira, o 3N. Se a autuou por associação pra o tráfico, de acordo com informações de a Delegacia de Homicídios.

Se acusa o traficante 3N de provocar um combate em o Complexo do Salgueiro em São Gonçalo,. Ele conseguiu escapar do cerco da Core e estaria ferido.

Faz 7 meses, então general Richard Nunes estabeleceu um novo protocolo para ações de as polícias Militar e Civil, em outubro de o ano passado após uma resolução judicial o. General Richard Nunes é secretário de Segurança.

— É melhor não ter polícia, se você reclamar da atuação da polícia. Se formos reclamar que tem polícia na rua e trabalhando, então é melhor fechar isso aqui e entregar a chave para o tráfico de drogas. A princípio, quem foi morto é porque estava de fuzil e atirou contra a polícia — declarou.Faz 2 meses, foram 434 mortos em ações de a polícia, %18 acima do mesmo fase de 2018 — ano que já havia batido o recorde histórico de o índice, de janeiro a março. Os dados são do Instituto de Segurança Pública .

De acordo com o protocolo, as operações não podem ser feitas nos horários de maior fluxo nas proximidades de escolas, creches e postos de saúde.

Apesar da divulgação de imagens de crianças se protegendo dos tiros nos corredores de escolas, a Polícia Civil divulgou nota, na segunda-feira, alegando que ” Tomaram-se todos os protocolos para execução de a operação .”

“Meu Deus , uma dessas crianças da fotografia é meu filho! Estou no trabalho, revoltado com esse Estado… mas Deus está no controle de tudo”, lamentou um habitante.Outro advertiu: “Cuidado, pessoal, eu fui buscar meu filho na escola Marielle Franco e as crianças estão deitadas no refeitório”.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Goncalo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Supostas violações em operação com oito mortos na Maré serão delatadas ao Ministério Público
>>>>>Alunos têm aula de música no corredor de escola para se proteger dos tiros, na Maré – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>’Se reclamar da atuação da polícia, é melhor não ter polícia’, dispara Witzel sobre críticas ao uso de helicóptero na Maré – May 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Flagrada na Maré, mulher de chefe do tráfico foi presa poucos dias após dar à luz – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 70 NONE 4 (tacit) eu: 3, eu: 1
2 Deus 0 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: Deus): 2, Meu Deus: 1, Deus: 1
3 crianças 0 0 NONE 4 crianças: 3, essas crianças: 1
4 mortos 0 210 NONE 3 434 mortos: 1, oito mortos: 1, mortos: 1
5 operações 0 40 NONE 3 as operações policiais: 2, as operações: 1
6 Rede Maré 0 0 ORGANIZATION 3 a Rede_Maré: 3
7 operação 0 0 NONE 3 a operação policial: 1, a operação realizada: 1, uma operação deflagrada: 1
8 princípio 0 0 NONE 3 (tacit) ele/ela (referent: princípio): 3
9 decisão 0 50 NONE 2 uma decisão judicial: 1, A decisão tomada: 1
10 Brenda Santos 0 40 PERSON 2 Brenda_Santos: 1, Ela (referent: Brenda_Santos): 1