Tiroteio intenso entre facções no Morro do Adeus assusta habitantes no fim de semana

Por: SentiLecto

A disputa pelo controle do tráfico de drogas entre duas facções no Morro do Adeus, em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio, deixou habitantes assustados nos últimos dois dias. Deixaram-se relatos de tiroteios intensos em as redes sociais, ao longo de todo o fim de semana. Nesta segunda-feira, alguns ainda comentavam sobre o clima tenso na região.

Uma habitante em um post no Twitter nesta segunda-feira alegou: “Tem dois dias que não saio de casa por causa do tiroteio intenso no morro”. “Muitos tiros no morro do Adeus, que . Uma Guerra”, declarou outro usuário da rede social. Tiros a todo momento. Que a bala perdida não ache um corpo inocente”, comentou mais um, ainda no domingo.

Durante a inauguração do programa Segurança Presente em Copacabana e no Leme, nesta segunda-feira, o governador Wilson Witzel falou sobre o episódio em que duas crianças foram baleadas na comunidade do Adeus em meio ao confronto entre os criminosos rivais. De acordo com a Secretaria estadual de Saúde, ambas já receberam alta, uma no domingo e outra na madrugada desta segunda.

— Nós iniciamo um processo de guerrazinha ao crime coordenado desde o começo do nosso mandato. O combate não se faz de papel, se faz na bala, e essa bala sai do fuzil do criminoso. O crime coordenado está lá nas comunidades, há uma disputa territorial, se enfraqueceu o crime ao longo do ano, mas continua entrando uma grande quantidade de fuzil no estado do Rio — alegou o governador.

Na sua vez , já um outro menino , de 10 , um disparo como Rua Aquiri atingiu habitante de a localidade conhecida após achar um projétil em a rua e colocar a bala em uma fogueira. O projétil estourou atingindo a criança com estilhaços. Se levou o menino também para o Getúlio Vargas, e segundo seus familiares seu estado é estável.

Questionada sobre as ocorrências no Adeus nos últimos dois dias, a assessoria de jornalismo da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que a PM “emprega suas equipes com base nas análises das manchas criminais locais, através de informações colhidas pelo Setor de Inteligência da Unidade”.

A corporação alegou: “realiza-se o policiamento em essa região diuturnamente com viaturas, motocicletas e a pé, sempre com o objetivo de coibir ações de criminosos”.

Para Witzel, é preciso enfrentar o problema com “uma política de fronteira”.

— Esse combate fica bastante difícil ser vencida, embora já tenhamos conseguido números extraordinários, enquanto não tiver uma política de fronteira que possa diminuir essa entrada. Sobre o caso específico , eu não posso falar sobre um caso que se o investigou ainda não , explicou. Mas é fato que os números da violência reduziram, principlamente aonde o Segurança Presente atua — declarou.

“Nossa Central 190 e o Disque Denúncia – tel. 2253-1177 – também seguem à disposição em tempo integral”, aadicionouno comunicado.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Tiroteio intenso entre facções no Morro do Adeus assusta habitantes no fim de semana
>>>>>Duas crianças são baleadas em confronto entre traficantes e policiais no Morro do Adeus – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 0 NONE 4 (tacit) eu: 3, eu: 1
2 crime 80 280 NONE 3 o crime organizado: 1, o crime: 1, O crime organizado: 1
3 bala 0 60 NONE 3 a bala perdida: 1, a bala: 1, essa bala: 1
4 guerra 0 90 NONE 2 essa guerra: 1, A guerra: 1
5 caso 70 0 NONE 2 o caso específico: 1, um caso: 1
6 estado 60 0 NONE 2 o estado: 1, seu estado: 1
7 nós 30 0 NONE 2 (tacit) nós: 1, Nós: 1
8 PM 0 0 ORGANIZATION 2 a PM: 1, (tacit) ele/ela (referent: a PM): 1
9 Wilson Witzel 0 0 PERSON 2 o governador Wilson_Witzel: 1, Witzel: 1
10 crianças 0 0 NONE 2 seis crianças: 1, duas crianças: 1