FarmFreshbooks.png

Casa na Árvore Taringa / Phorm architecture + design

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ícone de esboço

Do arquiteto. A Casa, que na Árvore traz uma mudança na profissão do terreno, refletindo uma atitude de informalidade inspirada por uma árvore peculiar e pelo território que ela ocupa, na Árvore Taringa é uma extensão da residência no quintal. É, ao mesmo tempo, integrada e independente da casa principal.

A madeira, que é o principal elemento deste projeto é proveniente de fontes locais, e se a deixa em seu estado natural, para envelhecer com o tempo e ganhar coloração acinzentada. Assim, a casa lentamente começa a se mesclar ao ambiente natural, se misturando perfeitamente com as árvores existentes no terreno. A utilização de materiais locais, como madeira reaproveitada de antigas celeiros para a mobília interna e escadaria central, proporcionam conexão direta com os construção locais que são prova de longevidade e durabilidade. Reciclado a partir dos muros que dividem as propriedades rurais, o piso de rochas polidas cobre todo o pavimento térreo e atua como massa térmica. O conforto, simplicidade e aconchego dos materiais selecionados são elementos chave para a atmosfera familiar esperada pelas donas.

A Casa é uma peça teatral em dois atos escrita por Miguel M. Abrahão em 1978 e publicada em 1981 no Brasil.

Brisbane é a capital do estado australiano de Queensland, terceira maior cidade e principal hub economico, administrativo, cultural e urbano do leste do país.

Brisbane é um lugar verdejante, subtropical e suburbano. Os lotes das casas em geral são longos e estreitos. As casas tradicionais de madeira e estanho se aproximam educadamente do limite da rua e instituem grandes espaços desocupados na parte posterior. Esses “quintais” tendem a ser cobertos de flora, sem normas e dominados por crianças e suas estruturas improvisadas. Concebe-se A Casa em a Árvore como um convite para visitar e se envolver em este espaço especial, em geral inexplorado.

Se diminui a área de a edificação e seu posicionamento é feito   com cuidado para minimizar a interferência em a paisagem .  na paisagem. A construção gera um grande pátio entre ele e a casa, assegura privacidade aos vizinhos e proporciona sombra à tarde. A planta triangular foi a resposta encontrada para os condicionantes do entorno.

Ancora-se o objeto resultante é solidamente ancorado a o solo com uma massa que preserva as qualidades de a madeira de concreto, como se fosse fossilizada. Na orientação oeste, uma sacada está orientada para as vistas do por do sol por enquanto na orientação leste uma garagem e oficina incluem os espaços técnicos da casa, sobre o lago contribuem na definição do pátio interno, abrigados do vento e comportar-se como um terraço secundário. Em contraste com os painéis de madeira, a rocha em ambas as extremidades da casa ancora a construção ao solo.

Se suspendeu a borda longa hipotenusa a borda longa [ hipotenusa ] para acomodar a majestosa árvore uma extensa rostito nordeste para o jardim,, abrindo     projetada também para receber o jogo de as sombras de a árvore. O lado mais curto contém a escada translúcida.O frontispício oeste captura o calor intenso e a luz do dia e pode ser vista da rua. Revestida com um drapeado metálico, a Casa na Árvore é revelada ao bairro como um objeto urbano imprevisto em meio à flora. Ela não exibe uma elevação formal voltada para a casa original, exclusivamente a “borda de Finlandia da cunha” está presente. A intenção não era preencher o espaço do quintal, mas conservar seu aspecto natural e desocupado.

Muitos aspectos da Casa na Árvore são reflexos não da arquitetura residencial local, mas sim da linguagem lúdica e da sensibilidade das tradicionais casinhas cúbicas das crianças que surgem nessa espécie de terreno. Embora refinada e precisamente executada, a Casa na Árvore traz uma observação sobre a montagem dos ecléticos materiais e texturas dessas estruturas simples. E ainda mais particularmente, sua habilidade de coletar experiências do lugar e instituir memórias.

Fonte: archdailybrasil-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Australia

Cities: Brisbane

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Casa na Árvore Taringa / Phorm architecture + design
>>>>>Casa do Lago / ACDF Architecture – July 23, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>Casa Chacala / CoA arquitectura + Estudio Macías Peredo – July 10, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>Casa N062 / Orfali & Ehrenfeld – June 17, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa H12 / Moro Taller de Arquitectura – May 20, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa Olhos D’água / Aguirre Arquitetura – (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa Maria & José / Sergio Sampaio Arquitetura – May 03, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa Marbel / MYCC Oficina de Arquitectura – May 11, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa Lee&Tee / Block Architects – May 21, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Reforma da Casa Terraço / O2 Design Atelier – (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa M31 / Martin arquitetura + engenharia – May 01, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa em Mukainada / FujiwaraMuro Architects – (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa 9X20 / S-AR – May 24, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa do Monte da Lua / Produção de Arquitectura – April 27, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>Casa Marly / L’agence KARAWITZ – June 19, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa P+V / María Velásquez Sanín – June 07, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>La Maison Noire / agence anArchitecte – June 08, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>Casa RM / SALWORKS – June 28, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>Nogueira, casa e terraço / PRO-S – July 10, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>Casa JA / SALWORKS – July 02, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa E / EXHIBIT Arhitectura – June 13, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Casa MP / SALWORKS – June 30, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>Casa Iguana / OBRA BLANCA – (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>Casa Terada / Mizuno architecture design association – July 08, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>>>>>Casa Voadora / IROJE KHM Architects – (archdailybrasil-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 A Casa 105 80 PLACE 5 A Casa peculiar e por o território: 3, A Casa: 2
2 edifício 0 0 NONE 4 edifício locais: 2, O edifício: 1, o edifício: 1
3 massa 240 0 NONE 3 uma massa: 2, massa térmica: 1
4 a Árvore 0 0 PLACE 3 a Árvore: 3
5 a casa 100 70 PLACE 2 a casa: 2
6 casa 130 0 NONE 2 a casa principal: 1, a casa original: 1
7 madeira 100 0 NONE 2 A madeira: 2
8 Brisbane 75 0 PLACE 2 Brisbane: 2
9 muros 30 0 NONE 2 muros: 2
10 eu 0 0 NONE 2 (tacit) eu: 2