Casa T / IDIN Architects

A Casa T é uma casa de férias demarcada pela praia de Chao Samran. A casa deve servir uma grande família, o proprietário tem quatro irmãos e cada um tem sua própria família com dois filhos, que são um conjunto de mais de dez pessoas. A função principal desta casa é gerar um espaço recreativo e de descanso. Os arquitetos projetaram sob o pensamento de compartilhar o espaço. Enquanto as pessoas fazem sua própria atividade em qualquer canto, cada um pode ser visto e conversar um com o outro como se estivessem no mesmo espaço.

Utilizou-se um quadro simples de aço juntamente com   o muro de contenção em   concreto, para a estrutura de a casa. A armação de aço utilizava pilares em perfil H de 4 polegadas para as paredes e de 12 polegadas para as vigas que suportavam a cobertura. Se preencheu a estrutura de aço com diferentes painéis coloridos foscos e translúcidos dispostos para instituir uma luz dinâmica em o interior durante o decorrer de o dia.A casa implanta-se em um lote de três hectares no topo de um penhasco de 150 metros com vista para o Oceano Pacífico. O local de implantação da obra é um patamar no terreno íngreme, instituído por um muro de contenção de concreto a oeste. Isso permite a construção de dois volumes com um pátio interligando-os.

O projeto inicia com a disposição dos espaços fechados de três dormitórios principais e a área habitual no centro, que contém uma vista aberta ao oceano e à direção do norte. Os dormitórios também atuam como sombreadores que bloqueiam a luz solar do sul e ao oeste a zona habitual principal. Um dormitório no térreo serve para dar permanência no espaço de estar e também é conveniente para os idosos que não podem subir. As paredes dos três dormitórios estão desenhadas para serem totalmente abertas para que toda a superfície da casa se converta num espaço único onde a atividade flui.

Se resolveu este desafio mediante a criação de uma recepção aberta de dois níveis, conectada em a cozinha e a o jardim mediante uma extensão de telhado de vidro e uma função de biblioteca flutuante que governa a os pavimentos superiores.oje, os espaços de funções semelhantes, abraçam-se. Aquilo que anteriormente era um rígido corredor, passa a ser um espaço aberto que mantem a ligação entre as diferentes áreas, mas de uma maneira fluida, ”varrendo” a casa num movimento longitudinal único com começo no escritório e fim num jardim, exterior.

O interior considera as funções e estilo de vida do dono. A mesa da copa é ajustável para utilizações múltiplas. Os dormitórios servem para muitas pessoas concomitantemente.

Fonte: archdailybrasil-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Casa T / IDIN Architects
>>>>>Clássicos da Arquitetura: Casa Eames / Charles e Ray Eames – (archdailybrasil-pt)
>>>>>Casa Cenário / Scenario Architecture – (archdailybrasil-pt)
>>>>>Casa Atelier / Inês Brandão Arquitectura – March 18, 2017 (archdailybrasil-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 aquilo a ser um espaço aberto 240 0 NONE 3 Aquilo a ser um espaço aberto: 3
2 casa 0 0 NONE 3 a casa: 2, A casa: 1
3 sombreadores 100 40 NONE 2 sombreadores: 2
4 vista 80 0 NONE 2 vista: 1, uma vista aberta: 1
5 centro 0 0 NONE 2 o centro: 2
6 dormitórios 0 0 NONE 2 Os dormitórios: 2
7 estrutura 0 0 NONE 2 A estrutura: 1, a estrutura: 1
8 idosos 0 0 NONE 2 os idosos: 2
9 jardim 0 0 NONE 2 um jardim: 1, o jardim: 1
10 oeste 0 0 NONE 2 o oeste: 1, oeste: 1