Com nova proposta do governo, venezuelanos estendem negociações

Por: SentiLecto

O governo de Nicolás Maduro e a oposição decidiram estender as negociações para buscar uma solução para a crise no país com uma nova proposta na mesa neste sábado , na República Dominicana.

Miguel Vargas após 12 horas de negociações na sexta, declarou considerar o encontro um êxito. Miguel Vargas é o chanceler de Dominica. Ele declarou: “Amanhã continuaremos para deduzi as diferentes jornadas de encontros, reuniões e diálogos”.

Ao final da reunião desta sexta-feira Vargas declarou que se tem tratado de um “dia de êxito” e que neste sábado continuam as conversas.

Jorge Rodríguez, chefe da comissão oficial e ministro das Comunicações venezuelano, ao concluir o segundo dia da terceira etapa de conversas, que iniciaram em 1º de dezembro declarou: “Estamos bastante próximos de um acordo de convivência e paz”.

Faz 1 mês, depois que as conversações de setembro ficassem em o ar durante várias semanas, o diálogo iniciou formalmente, e Faz 1 mês, a o final de as conversas ambas as partes realçaram as progressões, mas reconheceram que precisavam de mais tempo para chegar a um acordo.

Representantes da inimiga Mesa da Unidade Democrática não deram declarações, porém, assessores da MUD alegaram em postagens nas redes sociais que não se havia chegado a nenhum acordo pois o governo se rejeitava a se comprometer a oferecer condições para que as votações presidenciais sejam livres e limpas.

Apagaram-se as mensagens logo em seguida, . Segundo um deles, aparecera uma proposta do governo a ser avaliada.

Maduro assegurou, em Caracas, que sua comissão exibiu na sexta uma proposta “progredida e crível”.

Além das comissões de Venezuela, participam do encontro na República Dominicana o ex-chefe de governo espanhol José Luis Rodríguez Zapatero e representantes de Chile, México, Nicarágua, Bolívia e São Vicente e Granadinas.

A principal pré-requisito da MUD são garantias de clareza para as votações presidenciais, nas quais Maduro tem que buscar a reeleição.

Na Venezuela se multiplicam os protestos e os saques, que deixaram seis mortos nos últimos dias, enquanto oposição e governo conversam em Santo Domingo.

A carência de alimentos e remédios piorou sob uma inflação anual superior a 2.000%.

PARTIDOS E ELEIÇÕES

O Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela, dominado por partidários do ditador Nicolás Maduro, determinou na quinta que os principais partidos da oposição têm que voltar a se registrar para participar de votações. Faz 1 mês, que deverão reunir o suporte de %1 de o eleitorado, que devem ser antecipadas por o regime de Maduro, boicotaram o pleito municipal de dezembro por considerarem o órgão enviesado e, por isso, a eleição seria fraudulenta, o Primeiro Justiça o Vontade Popular e o Ação Democrática ou cerca de 200 mil pessoas em 27 e 28 de janeiro para poder concorrer em as votações presidenciais.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Bolivia, Venezuela, Nicaragua, Mexico, Dominican Republic, Chile, Brazil

Cities: Sao Vicente, Mexico, Caracas

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Com nova proposta do governo, venezuelanos estendem negociações
>>>>>Diálogo entre governo e oposição venezuelana continua neste sábado – January 13, 2018 (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Miguel Vargas 0 0 PERSON 5 Miguel_Vargas (apposition: O chanceler dominicano): 1, (tacit) ele/ela (referent: Vargas): 2, Vargas: 1, ele (referent: Miguel_Vargas): 1
2 eleições 0 0 NONE 4 as eleições presidenciais: 3, a votação: 1
3 eu 0 8 NONE 2 (tacit) eu: 2
4 Nicolás Maduro 105 0 PERSON 2 Maduro: 2
5 sucesso 80 0 NONE 2 sucesso: 2
6 nós 30 0 NONE 2 (tacit) nós: 2
7 Caracas 0 0 PLACE 2 Caracas: 2
8 conversas 0 0 NONE 2 as conversas: 1, conversas: 1
9 negociações 0 0 NONE 2 as negociações: 1, negociações: 1
10 redes 0 0 NONE 2 as redes sociais: 2