DonaldandIvanaTrump.jpg

Impeachment de Trump vira abismo para o qual poucos desejam olhar

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

O processo de impeachment ganhou mais força nos Estados Unidos com a revelação de que Donald Trump pode ter pressionado o FBI para frear as inquéritos sobre a ingerência da Rússia nas votações presidenciais do ano passado e em sua campanha, mas a medida, que jamais teve êxito, redundaria em um sismo político e forçaria uma forte divisão entre os políticos republicanos.

Donald John Trump é um empresário, personalidade televisiva e político estadunidense, sendo atualmente o 45.

Os fatos incontestáveis se tornaram uma certeza indescritível nos últimos dias em Washington, com a Casa Branca se desdizendo e vazamentos não confirmados. Os legisladores, que podem destituir um presidente, desejam garantir que, a traumática medida tenha provas claras que obriguem um consenso bipartidário, se esse processo for ativado.

“O país tem que perceber que a gravidade do comportamento seja tamanha que o presidente não possa continuar na posição. não pode ser visto como um esforço para invalidar as votações por outros meios”, declarou na quarta-feira o congressista democrata Adam Schiff em uma entrevista por rádio.

Tanto legisladores democratas como republicanos pediram precaução e repetiram o mantra de “vejamos aonde os fatos nos vão levar” ao falarem sobre o arriscado processo de destituição, começado duas vezes na história do país e jamais culminado com êxito.

O atual momento culminou com a fulminante demissão na semana James Comey, que liderava o inquérito sobre as tentativas de Rusia de prejudicar a democrata Hillary Clinton nas votações algo que Trump deseja que seja deixado de lado. James Comey, que liderava o inquérito sobre as tentativas de Rusia de prejudicar a democrata Hillary Clinton nas votações é diretor do FBI. James Comey, que liderava o inquérito sobre as tentativas de Rusia de prejudicar a democrata Hillary Clinton nas votações é diretor do FBI.

Por outro lado, funcionários mencionados sob anonimato pelo jornal alegam que as informações compartilhadas por Trump diziam respeito à pinterdiçãode notebooks em aaeronaves e se as transmitiram a o chanceler de a Rússia, Sergei Lavrov, e ao embaixador do país nos Estados Unidos, Sergey Kislyak. A informação teria sido passada à Inteligência ade Americapor um país aliado não identificado, com conhecimento das rotinas internas do grupo jihadista, e se a considerou tão importante que não foi transmitida a outros aliados e teve circulação restrita dentro do governo de America.

Na sexta-feira 12 de maio Donald Trump havia admitido que quando havia, estava pensando no caso da Rússia decidido demitir de maneira imprevista o diretor do FBI James B. Comey, que liderava o inquérito sobre um suposto conluio entre Moscou e a campanha do republicano nas votações de 2016. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. O afastamento do diretor havia chocado Washington e havia deflagrado uma onda de denúncias de que o líder da Casa Branca pretendia interferir nos inquéritos.

James Brien “Jim” Comey, Jr. é um advogado estadunidense que serviu como o sétimo diretor do Federal Bureau of Investigation de 4 de setembro de 2013 até sua demissão em 9 de maio de 2017 pelo presidente Donald Trump.

O novo motivo para os pedidos de impeachment de vários legisladores democratas foram as notícias de que as anotações do ex-diretor do FBI mencionam que Trump pediu a ele para deixar de lado a inquérito sobre o ex-assessor presidencial Michael Flynn, um dos mais expostos por suas relações com representantes do Kremlin.

Essa é até agora a evidência mais sólida da denúncia de “obstrução à Justiça”, um ponto que esteve por trás da tentativa de impeachment contra Bill Clinton e da renúncia de Richard Nixon, que abandonou a Casa Branca para não encarar um processo deessatespécie

Se o destituiu quase, o primeiro presidente a enfrentar um processo de impeachment foi Andrew Johnson por, entre outras coisas, ter demitido o secretário de Guerra, outro paralelismo que pode ser estabelecido com a conduta de Trump em suas tentativas de levar seu poder Executivo ao limite.

As bases para abordar um possível impeachment têm se consolidado com a designação nesta quarta-feira do ex-diretor do FBI Robert Mueller para o inquérito sobre a ingerência russa, um fator-chave em um possível processo de destituição contra o presidente.

Uma porta-voz do FBI não desejou comentar os detalhes do memorando.A Casa Branca reagiu alegando que “o presidente nunca pediu a Comey ou a qualquer outra pessoa que concluísse um inquérito, inclusive sobre o general Flynn”.

Mueller vai ter o poder de imputar, emitir ordens para obter provas e interrogar testemunhas, um trabalho que foi crucial durante o escândalo de Watergate, que deu fim à presidência de Nixon.

O começo do processo de impeachment depende da Câmara dos Representantes, dominada pelos republicanos, e só pode concluir com a saída forçada do chefe de governo com o voto de dois terços do Senado, outra câmara com maioria conservadora e onde o limite de dois terços é uma proeza quase inimaginável.

Por enquanto, só Justin Amash, de Michigan se mostrou aberto na chance de apoiar um processo de destituição de Trump caso seja confirmado que o governante pressionou Comey a concluir o inquérito sobre Flynn. Justin Amash, de Michigan é um congressista republicano.

Dimitri Peskov alegou, por sua vez, que o caso não merece ser confirmado ou negado, classDimitri Peskov alegou, por sua vez, que o caso não merece ser confirmado ou negado, classificando-o de “nonsense”. Dimitri Peskov é o porta-voz do Kremlin. Dimitri Peskov é o porta-voz do Kremlin.

Mas tudo dependeria de provas sobre a vontade presidencial de obstruir a justiça ou alguma outra denúncia grave, como o possível conluio com o governo russo, algo do que ainda não há provas contra o presidente. Se vai passar o poder caso Trump seja destituído, a o vice-presidente, Mike Pence.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United States, Russian Federation

Cities: Washington

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Impeachment de Trump vira abismo para o qual poucos desejam olhar
>>>>>Trump é alvo da mais grave acusação contra um presidente dos EUA, diz advogado – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Trump pediu para ex-diretor do FBI encerrar investigação sobre Michael Flynn, diz fonte – May 16, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Trump admite que pensou em caso russo quando decidiu demitir diretor do FBI – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Trump aconselha ex-chefe do FBI a evitar mídia e insinua haver gravações comprometedoras – May 12, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Em decisão surpreendente, Trump demite diretor do FBI James Comey – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Rússia espera que destituição de chefe do FBI não afete vínculos com EUA – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Entenda a demissão do diretor do FBI por Trump em quatro perguntas – May 10, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump quer que ex-procuradora seja perguntada por vazamento de informações – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Obama aconselhou Trump a não contratar Flynn, dizem fontes do último governo – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Trump ameaça Comey perante possíveis vazamentos de conversas à imprensa – May 12, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Senador faz alerta contra nova investigação de vínculos entre Trump e Rússia – May 10, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Demissão de diretor do FBI faz Trump ser acusado de abuso de poder – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Republicanos exigem explicações sobre nova controvérsia entre Trump e FBI – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 0 33 PERSON 8 Trump: 3, o presidente Donald_Trump: 1, Donald_Trump (apposition: o presidente de os Estados_Unidos): 1, Donald_John_Trump: 1, Caso Trump seja destituído: 1, Donald_Trump: 1
2 presidente 0 3 NONE 5 o presidente: 3, um presidente: 1, O primeiro presidente: 1
3 Comey 0 18 ORGANIZATION 4 o (referent: Comey): 1, a Comey: 1, Comey: 2
4 a informação 0 0 NONE 4 (tacit) ele/ela (referent: A informação): 2, (tacit) ela (referent: A informação): 2
5 provas 0 0 NONE 4 provas claras: 2, provas: 2
6 medida 0 115 NONE 3 a traumática medida: 1, a medida e: 2
7 A Casa_Branca 0 0 PLACE 3 a Casa_Branca: 2, A Casa_Branca: 1
8 Dimitri Peskov 0 0 PERSON 3 Dimitri_Peskov (apposition: O porta-voz de o Kremlin): 1, (tacit) ele/ela (referent: Dimitri_Peskov): 2
9 estadunidense 0 0 ORGANIZATION 3 ele (referent: um advogado estadunidense): 1, um advogado estadunidense: 2
10 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3