SynagogueofCaracas.jpg

Polícia de Venezuela esparsa marcha inimiga com gás lacrimogêneo

Foto: Wikipedia – Synagogue of Caracas

A Polícia Nacional Bolivariana dispersou nesta quinta-feira uma marcha inimiga em Caracas que pretendia chegar até a Defensoria Pública para pedir seu respaldo ao processo começado pelo parlamento contra sete juízes do Tribunal Supremo de Justiça .

Chegar ao centro da cidade, embora as autoridades não tenham deixado os inimigos, onde se encontra o Palácio Federal Legislativo, estes se disseminaram em várias direções e asseguram que vão buscar todas as vias para chegar a seu destino.

Na quinta-feira 30 de março o Peru havia resolvido retirar de forma definitiva seu embaixador da Venezuela, depois que o Tribunal Supremo de Justiça havia assumido as funções do Parlamento em Caracas. O Ministério de Relações Exteriores do Peru havia qualificado a resolução do governo de Venezuela como uma medida arbitrária que violentava o Estado de Direito e constituía um rompimento da ordem constitucional e democrática.

Caracas, oficialmente Santiago de León de Caracas, é a capital federal da República Bolivariana de Venezuela, assim como seu centro administrativo, financeiro, comercial e cultural, como cidade capital da Nação e do Distrito Capital.

Segundo constatou a Agência Efe, a PNB utilizou bombas de gás lacrimogêneo e jatos de água na estrada Francisco Fajardo para tentar conter esta manifestação que vinha do leste da capital de Venezuela e na qual participavam milhares de inimigos. A estrada Francisco Fajardo é a principal artéria viária de Caracas.

“A resposta foi a mesma: gás pimenta na nossa cara”, relatou.

A Agência Efe constatou que, no meio da aglomeração, os negócios mais próximos a esta via fecharam suas portas.

O duas vezes candidato à presidência da Venezuela, Henrique Capriles, aalegouna rede social Periscope que, pdesviou-se a mpasseataperante o impedimento de os corpos de segurança, para a principal avenida de Caracas, a Libertador.O também governador do estado de Miranda disse que o governo de Nicolás Maduro disseminou “centenas” de policiais por Caracas e “milhares” em toda a Venezuela para impedir os protestos.

Em paralelo, milhares de simpatizantes do governo se mobilizaram, também em Caracas e sem contratempos, em rejeição ao que consideram um “golpe parlamentar” por parte da Assembleia Nacional.

Por sua parte, Ramón Muchacho informou que nove pessoas ficaram feridas na manifestação, entre elas oito com politraumatismos e uma por ferimento de bala. Ramón Muchacho é o prefeito do município de Chacao.O cerco ao protesto inimigo iniciou na madrugada. A polícia, a Guarda Nacional e as Forças Armadas fecharam os acessos à praça Venezuela, onde os radversáriosde Maduro se concentrariam às 10h .

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Venezuela

Cities: Caracas

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Polícia de Venezuela esparsa marcha inimiga com gás lacrimogêneo
>>>>>Polícia venezuelana dispersa marcha opositora e impede acesso ao parlamento – April 05, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Manifestantes de oposição bloqueiam via importante de Caracas e anunciam mais protestos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Venezuela: Oposição se prepara para voltar às ruas após Supremo retirar poder do Parlamento – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Venezuela: ações do Supremo são tratadas como instauração de ditadura – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Opositores venezuelanos asseguram que grupos dispararam contra manifestantes – April 04, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>Repressão a protesto contra Nicolás Maduro deixa 13 feridos na Venezuela – April 05, 2017 (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Caracas 0 0 PLACE 7 Caracas: 7
2 Ministério de Relações Exteriores do Peru 0 80 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: O Ministério_de_Relações_Exteriores_do_Peru): 1, O Ministério_de_Relações_Exteriores_do_Peru: 1
3 medida 0 30 NONE 2 uma medida arbitrária: 2
4 PNB 50 0 ORGANIZATION 2 a PNB: 1, (tacit) ele/ela (referent: a PNB): 1
5 Agência Efe 0 0 ORGANIZATION 2 A Agência_Efe: 1, a Agência_Efe: 1
6 eu 0 0 NONE 2 (tacit) eu: 2
7 manifestação 0 0 NONE 2 a manifestação: 1, esta manifestação: 1
8 marcha 0 0 NONE 2 uma passeata opositora: 1, a marcha: 1
9 toda_a Venezuela 0 0 PLACE 2 a praça Venezuela: 1, toda_a Venezuela: 1
10 impedir os protestos 0 90 NONE 1 impedir os protestos: 1