Residência Málaga / Prietoschaffer arquitectos

Por: SentiLecto

PROGRAMAEssa residência unifamiliar para os pais e dois filhos está localizada em um terreno de 17.5×27.5 metros e uma superfície aproximada de 484 m2 na rua Málaga, bairro Golf, na comunidade de Condes em Santiago de Chile.

A residência é em essência doméstica, mononuclear e deve satisfazer com a simplicidade espacial. Espaços públicos de estar, jantar e escritório localizados em planos nobres em relação com a rua. Cozinha semi-integrada aos espaços públicos e de estar ao ar livre.

As mudanças focaram em instituir uma grande planta livre com alguns objetos de marcenaria que definem zonas e atividades como a cozinha, a sala de refeições e de estar, uma pequena copa e a sala de estudos. Algumas claraboias foram propostas, voltadas para norte, iluminando o interior e conectando visualmente essa planta. Devido aas construções do entorno, a estratégia das claraboias deveu ser meticulosamente elaborada, com suas aberturas precisas.

Os dormitórios são espaços de privacidade e estudos para os filhos. O jardim é essencial para a vida cotidiana da família.

NATUREZA DO PROJETO E O TERRENOA encomenda nos permite desenvolver a casa, seu programa e três desafios:Primeiro, encontrar na orientação predominante – leste, oeste – a construção do projeto arquitetônico. Segundo, definir os espaços para interação dos membros da família e promulgar a vida familiar. Terceiro, construir a casa como um espaço flexível em sua relação com o exterior.

1.-Expandir os limites do terreno. A condição de pátio do terreno, restringido pelas empenas nos faz construir sob a premissa do “entre muros”;2.- Os espaços definidos pela orientação e a luz solar. A orientação predominante leste-oeste constitui uma condicionante ao programa. A relação com a rua e o jardim-frontal como um espaço aberto que a casa tem que abarcar;3.-O espaço que contém as vistas. A residência estabeleceu, em seu primeiro diagrama, três espaços determinados pela profundidade do terreno: jardim frontal, a casa e sua base, e o pátio jardim.

ARQUITETURA E SUAS REFERÊNCIASA proximidade, a intimidade nos objetos domésticos e os limites da luz e a sombra entre os volumes checam vida à superfície e ao espaço nos quadros de Giorgio Morandi. Este se constitui como referência para a casa.

No trabalho de Le Corbusier está a referência da arquitetura e mobília para compreender a casa desde o interior. A condição da orientação solar nos obrigou a estabelecer a comunicação dos dois mundos que relacionam o humano e o divino. Fixamos a Luz como matéria arquitetônica.

Na residência, não há paisagem que seja reconhecida, exclusivamente uma parte do espaço aberto que a arquitetura constrói como um micro jardim. “The enclosed Garden.” Não existe horizonte reconhecível, exclusivamente algo de verde que terá que dar natureza à geometria. A residência fixa seu próprio horizonte abarcando a totalidade do terreno.

ESTRATÉGIA PROJETUALEstratégia para esboçar uma casa como a construção do espaço. A residência está concebida para conter os sonhos, as expectativas e as lembranças da vida familiar e para construir os sonhos no espaço do tempo.

Esta nova composição arquitetônica se sugere a ser eficiente, dinâmica e calma. Ao mesmo tempo que se realça, modificou a rotina dos habitantes em seu entorno, provando o valor da simplicidade.

Arquitetura que redefine o pátio: A residência constrói suas bordas a partir das pré-existências que são medidas e seus materiais, o projeto reconhece essa condição e constitui os usos para cada um desses limites como três mundos, o jardim frontal, a casa entre empenas e o outro jardim. O projeto tem como estratégia compreender a totalidade do espaço, tanto interior como exterior, como partes ativas da construção dos espaços interiores da casa.

Opacidade e clareza: A residência constrói desde o interior, uma sucessão de filtros que mediam entre dentro e fora. Se compreende a casa como um espaço de intimidade, para isso as janelas estão sempre mediadas por elementos arquitetônicos que assumem o papel de filtros e envoltório. O projeto procura construir os espaços para o cotidiano sempre considerando a fluidez e a clareza entre o interior e o exterior do jardim.

Fonte: archdailybrasil-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Chile, Spain

Cities: Santiago, Malaga

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Residência Málaga / Prietoschaffer arquitectos
>>>>>Residência Skylit / Downie North Architects – September 14, 2018 (archdailybrasil-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 residência 0 0 NONE 5 A residência: 4, a residência: 1
2 espaço 0 0 NONE 4 O espaço: 2, o espaço: 1, um espaço: 1
3 nós 0 0 NONE 4 (tacit) nós: 1, nos: 3
4 casa 0 0 NONE 3 a casa: 2, A casa: 1
5 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
6 interior 0 0 NONE 3 o interior: 3
7 a relação com a rua e o jardim-frontal como um espaço aberto 160 0 NONE 2 A relação com a rua e o jardim-frontal como um espaço aberto: 2
8 uma parte de o espaço aberto 160 0 NONE 2 uma parte de o espaço aberto: 2
9 projeto 30 0 NONE 2 O projeto: 2
10 Natureza 0 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Natureza de o projeto E): 1, Natureza de o projeto E: 1