DeputadoMichelTemer.JPG

Temer vai fazer pronunciamento para rebater segunda acusação de Janot

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Deputado Michel Temer

O presidente Michel Temer, que tomou a resolução depois de conversar com seu advogado nesta tarde, em São Paulo, vai fazer neste sábado um pronunciamento para rebater a segunda acusação exibida pelo procurador-geral da RO presidente Michel Temer, que tomou a resolução depois de conversar com seu advogado nesta tarde, em São Paulo, vai fazer neste sábado um pronunciamento para rebater a segunda acusação exibida pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O presidente Michel Temer, que tomou a resolução depois de conversar com seu advogado é antonio Cláudio Mariz. O presidente Michel Temer, que tomou a resolução depois de conversar com seu advogado é antonio Cláudio Mariz.

Michel Miguel Elias Temer Lulia é um político, advogado e escritor brasileiro, atual presidente brasileiro após o impeachment da titular, Dilma Rousseff.

Rodrigo Janot Monteiro de Barros Orb é um jurista de Brasil.

Segundo a Folha apurou, Temer vai falar a jornalistas no Palácio do Planalto, possivelmente à tarde.

Neste vídeo da série Sua Política, produzida pela TV Folha, a repórter da sucursal de Brasília Angela Boldrini sintetiza o imbróglio.Os irmãos Batista acusaram o presidente Michel Temer de receber propina do grupo JBS e a confissão levou Rodrigo Janot a exibi uma acusação por corrupção passiva contra Temer em junho, que foi arquivada pela Câmera dos Deputados. Rodrigo Janot é o procurador-geral da República.

Na quarta-feira 06 de setembro um dia depois de ter sido alvo de uma acusação por organização criminosa, a senadora Gleisi Hoffmann havia disparado críticas contra o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Senadora Gleisi Hoffmann é presidente do PT.

É rebater a acusação de organização criminosa e obstrução de Justiça, exibida por Janot em a quinta-feira e ir para um confronto direto contra que fica em a posição exclusivamente até domingo , se o fechou a ideia de o pronunciamento, cujo texto ainda não ., que fica na posição exclusivamente até domingo .

Na denúncia sobre obstrução de Justiça, Janot sustenta que Temer atuou para adquiri o silêncio do doleiro Lúcio Funaro, um dos delatores nos inquéritos e que teria sido o operador do suposto esquema. A suposta interferência teria acontecido por meio dos empresários da JBS, Joesley Batista e Ricardo Saud, que se os acusa também de o mesmo crime.

Após a acusação, o Palácio do Planalto rebateu a denúncia em nota, segundo a qual a peça geresana está “recheada de absurdos” e Janot “continua sua passeata irresponsável”.

O pronunciamento tem que seguir a mesma linha.

O entorno do presidente tem qualificado a nova acusação como frágil, sem novidades e sem provas.

Nquanto não for deduzido um julgamento que pode afetar a validade das provas produzidas com a delação da JBS, a defesa de Temer deseja que a nova acusação exibida contra o presidente não seja mandada à Câmara e.Na quarta-feira , o STF deve recomeçar o julgamento de uma questão de ordem levada ao plenário pelo ministro Edson Fachin sobre a chance de interromper novas medidas de Rodrigo Janot até que se decida sobre a validade das provas da delação da JBS. O ministro Edson Fachin é relator do caso.

Para que Temer vire réu por esses crimes, a Câmara tem que autorizar a abertura de uma ação penal contra o presidente no Supremo. Para isso, são necessários os votos de ao menos 342 deputados. Faz 1 mês, em o começo os deputados recusaram o prosseguimento de uma acusação por corrupção contra Temer.

A autorização prévia para processar o presidente da República está calculada na Constituição. A norma está no Artigo 86: “Admitida a denúncia contra o presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, vai ser ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas infrações penais habituais, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade”.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Temer vai fazer pronunciamento para rebater segunda acusação de Janot
>>>>>PGR denuncia Temer novamente: “organização criminosa” – September 15, 2017 (Panrotas)
>>>>>>>>>Temer desiste de gabinete publicitário para gerenciamento de crise – August 24, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Janot denuncia ex-presidente Sarney e líderes do partido de Temer por corrupção na Transpetro – August 25, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>STF aceita denúncia contra ex-presidente Fernando Collor por corrupção – August 22, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Promotoria venezuelana sofreu “estupro institucional”, diz Janot – August 23, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Janot abre investigação sobre delação premiada da JBS que cita Temer – (EfeGeneric)
>>>>>Entenda a crise envolvendo a JBS, Janot e Temer em vídeo de 4 minutos – (FolhaGeneric)
>>>>>Polícia Federal prende Wesley Batista em SP – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Michel Temer 0 50 PERSON 8 Temer: 5, O presidente Michel_Temer (apposition: Antonio_Cláudio_Mariz): 2, o presidente Michel_Temer: 1
2 Rodrigo Janot 0 0 PERSON 8 Rodrigo_Janot (apposition: o procurador-geral de a República): 1, Janot_Monteiro_de_Barros_Orb: 1, Rodrigo_Janot: 1, Janot: 3, (tacit) ele/ela (referent: Janot_Monteiro_de_Barros_Orb): 1, (tacit) ele (referent: Rodrigo_Janot): 1
3 acusação 30 270 NONE 6 a nova denúncia como frágil: 1, a nova denúncia apresentada: 1, a denúncia: 1, a acusação: 3
4 eu 0 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
5 julgamento 0 0 NONE 3 julgamento: 1, um julgamento: 2
6 presidente 0 0 NONE 3 o presidente: 3
7 Batista Joesley 0 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Joesley_Batista): 1, Batista: 1
8 Câmara 0 0 ORGANIZATION 2 a Câmara: 2
9 deputados 0 0 NONE 2 342 deputados: 1, os deputados: 1
10 nota 0 0 NONE 2 nota: 2