Anopheleslarve.jpg

Casos de malária invertem tendência de queda e ampliam 28% neste ano

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Anopheles larve

Em queda desde 2010, os casos de malária voltaram a registrar crescimento neste ano no país. O Ministério da Saúde divulgou os dados em esta terça-feira.

De janeiro a julho, foram registrados 88.757 casos -uma ampliação de 28% em relação ao mesmo fase de 2016, quando houve 69.413 casos.

Faz 3 anos, os dispêndios nacionais em pesquisa e desenvolvimento financiados por as companhias privadas passaram de %0,57 para %0,61 em o ano seguinte. Já os investimentos públicos padeceram leve diminuição no mesmo fase, passando de 0,67% para 0,64%. Ainda assim, são mais elevados que o do setor privado.

Segundo o ministério, a ampliação acontece principalmente na região Norte, em Estados como Pará , Amazonas e Roraima .

A enfermidade, provocada por protozoários transmitidas pela fêmea contagiada da mosquito Anopheles, acontece em regiões rurais e acomete principalmente populações mais vulneráveis, em locais com más condições de saneamento e invasões em áreas de mata, por exemplo.

Anopheles, habitualmente chamado mosquito-prego no Brasil e anofeles, melga ou simplesmente mosquito em Portugal, é um género de mosquito com extensa distribuição global, presente nas regiões tropicais e subtropicais, incluindo Portugal, o Brasil, a China, a Índia e a África.

Já os casos de malária falciparum, nome dado à denfermidadecprovocadapelo protozoário do gênero Plasmodium Falciparum, tiveram aampliaçãode 33% no mesmo pfase Nos últimos anos, experts já falavam na chance de eliminação dessa maneira da enfermidade, que agora registra ampliação.

FATORES

Para o Ministério da Saúde, o ampliação no número de casos pode estar associado “às condições climáticas da região e ao próprio ciclo da doença”. Experts, no entanto, assinalam outro fator: a mudança no modelo de guerrazinha à denfermidade como a integração das equipes de controle da dengue e malária, o que antes oaconteciade fmaneiraseparada.

Os investimentos do setor público brasileiro em pesquisa e desenvolvimento também são maiores que os da China , Japão e Reino Unido . No entanto, nesses três países, o percentual investido pelas companhias, respectivamente, é de 1,54%, 2,72% e 0,82%.

“Isso complica. Dengue é uma enfermidade urbana, e malária é rural”, alega o infectologista Marcos Boulos, da USP. “A malária, na história brasileira, tem subidas e descidas. E em geral é porque houve uma desorganização do serviço, quando sobe”, completa ele, que faz parte de um grupo que analisa os casos. “Se essas mudanças podem ter, não sabemos interferido, mas Por vezes perde-se a rotina [de controle].”

Para comparação, entre 2011 e 2016, os dados vinham em queda. Faz 6 anos, foram registrados 261 mil casos, em 2011. Faz 1 ano, já o total de registros caiu para 124 mil. Uma situação que começa a inverter neste ano.

Em nota, o Ministério da Saúde informa que “acompanha os casos de malária, dando suporte à orientação às equipes estaduais e municipais” e que maconservama rede de diagnóstico de tratamento gratuito para a doenfermidadeDeclara ainda que o esforço para controlar e prevenir a malária tem provado resultados positivos nos últimos anos. Admite, porém, que “a situação epidemiológica da malária em 2017 não reflete a norma de redução de casos desde 2010″.

Transmitida pela picada do mosquito Anopheles, a malária tem como principais sintomas o quadro de febre alta, arrepios, sismos, sudorese e dor de cabeça. Podem acontecer também dor muscular ampliação do baço, entre outros sintomas. Dor muscular é taquicardia. O tratamento varia conforme o quadro.

“Desta forma, é imprescindível a permanência das ações, e se suspendeu a transição o fortalecimento e a manutenção de a vigilância em áreas de a transmissão de a enfermidade, evitando a reintrodução de a malária aonde já “, alega, em nota.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Casos de malária invertem tendência de queda e ampliam 28% neste ano
>>>>>Empresas brasileiras aumentam investimentos em inovação durante a crise – (Idgnow-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Ministério da Saúde 0 0 ORGANIZATION 5 (tacit) ele/ela (referent: o Ministério_da_Saúde): 3, o Ministério_da_Saúde: 2
2 aumento 50 0 NONE 4 um aumento de %28: 1, o aumento: 1, aumento: 1, aumento de %33: 1
3 doença 25 0 NONE 4 uma doença urbana: 1, a doença causada: 1, a doença: 2
4 Anopheles 50 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: o mosquito Anopheles): 2, o mosquito Anopheles: 1
5 malária 50 0 NONE 3 a malária: 1, malária: 1, A malária: 1
6 mesmo 0 0 NONE 3 o mesmo: 3
7 especialistas 180 0 NONE 2 Especialistas: 1, especialistas: 1
8 desenvolvimento 90 0 NONE 2 desenvolvimento: 2
9 regiões 25 0 NONE 2 as regiões tropicais e subtropicais: 1, regiões rurais: 1
10 casos 0 0 NONE 2 88.757 casos: 1, 261_mil casos: 1